ARTIGO – “PROFISSIONAIS DE SAÚDE EM TEMPOS DE PANDEMIA DE COVID”

A propósito do Dia Internacional da Enfermagem, comemorado hoje, a enfermeira Carol Amador, da Vigilância Epidemiológica de Jales, enviou artigo sobre a experiência vivenciada pelos profissionais de enfermagem nestes tempos de coronavírus. Ei-lo:

Sou enfermeira, pós-graduada em Saúde Pública, Programa Saúde da Família, Docência do Ensino Médio e Superior, Enfermagem do Trabalho e graduada em Tecnólogo de Gestão Pública.

Atuo na área, em Jales, há mais de 18 anos. Jamais em minha vida pude imaginar vivenciar uma pandemia como essa, ainda mais ser uma das peças primordiais para a nossa querida cidade: trabalhar na Vigilância Epidemiológica, onde buscamos o conhecimento, detectamos ou prevenimos mudanças nos fatores determinantes e condicionantes de saúde individual ou coletiva, ou seja, orientarmos à população sobre as medidas de prevenção e controle das doenças ou agravos.

Ser profissional da saúde em tempos de pandemia é ter um dom de Deus e utilizá-lo com muito amor. Estamos aprendendo diariamente a lidar com um inimigo invisível. Todos os dias, ao sair para trabalhar, peço ao Digníssimo Pai que cuide de minha família enquanto vou à luta para cuidar da saúde dos 49 mil moradores da cidade de Jales.

Este período é delicado para mim e para todos os meus colegas que estão na linha de frente. Nós estamos juntos para combater o coronavírus, não sabemos até quando será essa luta, mas temos a certeza de que estamos fazendo a nossa parte, trabalhando todos os dias, sem horário para retornar aos nossos lares.

Sinto uma grande responsabilidade em minha profissão, principalmente porque devemos nos preocupar com a economia, que foi uma das mais atingidas devido ao período de Quarentena, tão necessária para combater a transmissão da Covid-19.

Diversos moradores, voluntários, e doadores, pessoas com corações do bem, estão se mobilizando em nossa cidade em um belíssimo projeto, o “Jales sem Fome”, contribuindo para evitar a fome das famílias carentes do município. Mais de 700 famílias já receberam doações de alimentos, desde a determinação da quarentena pelo Estado de São Paulo, do dia 23 de março de 2020.

Recentemente algumas empresas e parte do comércio optaram pela recomendação feita por meio do Decreto Estadual e passaram a atender os consumidores via Delivery ou Drive Thru, sem a necessidade de entrar no estabelecimento e tomando todas as medidas de prevenção, como a utilização de máscaras e higienização das mãos com álcool gel 70% para todos os colaboradores e funcionários. Com isso, nós, profissionais da saúde, redobramos nossas atenções com a saúde de todos, pois, é preciso ficarmos ainda mais atentos ao cumprimento das medidas de prevenção estabelecidas de Organização Mundial de Saúde, Ministério da Saúde, Secretarias Estadual e Municipal de Saúde.

Em nome de toda a Vigilância Epidemiológica da Secretária Municipal de Saúde de Jales, da qual faço parte desde o mês de setembro de 2019, quero dizer que nos orgulhamos de fazer parte da equipe que luta pela saúde da população jalesense. Agradeço e parabenizo todos os meus colegas, profissionais da Saúde, e de todos que estão nessa grande batalha, e peço a benção do Pai para que nos ilumine e nos proteja diariamente.

Ana Carolina Lima Amador – Enfermeira

2 comentários

  • Marco Antonio Poletto

    E FIQUEM EM CASA.

  • Augusto Massayuki Tsutiya

    Parabéns a todos profissionais de enfermagem. conheço muito bem o trabalho e as suas argruras, pois minha irmãzinha querida- AMELIA pertence a essa categoria, de quem muito me orgulho. Infelizmente não tem o devido reconhecimento. Há que se mirar nos países desenvolvidos em que se cultua a figura da patrona da enfermagem- Florence Nigtingale, que salvou muitas vidas ao convencer os médicos a lavarem as mãos entre uma cirurgia e outra. O que é muito atual, na pandemia atual. E, ainda mais, por seu costume de fazer rondas noturnas para consolar os doentes, tornando-a a conhecida pela alcunha de “Dama das Lanternas”.
    Por tudo isso, o governo inglês homenageou-a, nomeando todos os hospitais de campanha de combate ao Covid-19 de Nightingale.
    No Japão, ela é reverenciada, sua história consta de livros infantis didáticos. Tomei contato nos primeiros estudos de língua japonesa, aí em Jales. A escultura do Nobuo Suzuki, na UPA é baseada na ilustração deste livro citado.
    Infelizmente essa maiúscula figura somente é conhecida entre os enfermeiros.O que acontece também com a patrona da enfermagem no Brasil- Ana Neri.
    Triste trópicos como já disse o grande filósofo frances- Levi Strauss.
    Parabéns a todos(as), que representam o que há de melhor do povo brasileiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *