BLITZ DA LEI SECA MULTA 26 MOTORISTAS EM JALES

Deu no G1:

Uma fiscalização da Lei Seca multou 26 motoristas entre a noite de sábado (28) e a madrugada de domingo (29), em Jales (SP). No total, foram fiscalizados 430 veículos nas avenidas Francisco Jales e João Amadeu.

De acordo com o Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran-SP), os condutores foram autuados por embriaguez ao volante ou recusa ao teste do bafômetro.

Eles terão de pagar multa no valor de R$ 2.934,70, além de responderem a processo administrativo no Detran-SP para a suspensão do direito de dirigir por 12 meses.

Dois dos motoristas, além das penalidades, também responderão na Justiça por crime de trânsito porque apresentaram índice a partir de 0,34 miligramas de álcool por litro de ar expelido no teste do bafômetro.

Ainda segundo o Detran-SP, se condenados, poderão cumprir de seis meses a três anos de prisão, conforme prevê a Lei Seca.

12 comentários

  • ZÉ pequenu

    ai sim parabéns tem que pegar aqueles noias das motos com escapamento zuados ninguém aguenta os barulhos de motos e carros velhos e camionetes com som alto chega de barulho pelo amor de Deus ajuda a gente tem uns doidos de motos principalmente alguns moto taxistas, entregadores de delivrei, lanches etc que andam a mil e no maior barulho e ninguém faz nada

  • SÓ JUMENTO VOTOU EM BOZONARO.,

    só? deveriam pegar todos os bebuns

  • Observador

    E motos com escapamentos abertos e pick-ups com caixas de som na carroceria?
    Quando serão fiscalisados???

    • Anônimo

      Antes da venda das motocicletas nas concessionárias, as mesmas passam por criteriosa avaliação dos fabricantes quanto ao nível de ruído emitido pelo sistema de escapamento do veículo. Após a venda nenhum proprietário poderá, sem prévia autorização da autoridade competente, fazer ou ordenar que sejam feitas modificações no veículo diferente de suas características de fábrica, conforme dispõe o texto legal do art. 98 do Código de Trânsito.

      A determinação de limite de ruído emitido pelos veículos automotores é fixada visando o bem estar social. A Organização Mundial da Saúde (OMS) e a Resolução nº 1 de 1990 do CONAMA defendem o limite de até 70 dB (decibéis). Superado o limite pode causar ao ser humano a perda auditiva até efeitos análogos.

      Atuação do órgão da CETESB também seria eficaz. Cabe a agência estadual a fiscalização nas empresas que realizam a inspeção e vistoria veicular. Dentre todos os itens a serem analisados, o profissional deve certificar-se que nenhuma característica do escapamento da motocicleta foi alterada e que o ruído emitido pelo scap está dentro do permitido.

      Se persistente o comportamento inadequado dos motoqueiros é imprescindível a fiscalização policial permanente, com blitzes rotineiras, em lugares estratégicos. Mas as fiscalizações devem ocorrer com regularidade e não da forma como ocorre atualmente, esporadicamente.

      À luz do regramento penal e ambiental o Ministério Público, ao tomar conhecimento do fato, deverá oferecer denúncia contra o infrator, isto é, o MP tem o dever de ofertar peça acusatória contra o transgressor da Lei. Iniciado a ação penal o proprietário da motocicleta será acusado pela prática do crime previsto no art. 54 da Lei nº 9.605/98.

      Nessa ordem de considerações, é correto dizer há meios aptos a forçarem o cumprimento da lei, por meio da educação de trânsito, supervisão dos órgãos competentes quanto a inspeção e vistoria veicular, a fiscalização policial (blitzes), ou por derradeira medida a proposição de ação penal pelo Ministério Público aos infratores, pois como já defendia o famoso filósofo francês Michel Foucault somente através da vigilância e punição o infrator será educado.

      PORTANTO, QUANTO AOS MOTOQUEIROS, é possível maior rigor na fiscalização.
      Basta querer.

      GAB

  • Quando não tem dinheiro. Multa-se!

    Com 26 multados neste fim de semana, a policia faturou quase R$ 78 mil. Se todo fim de semana, ela mantiver este numero, teremos mais de R$ 300 mil por mês. A policia militar deve estar precisando de dinheiro!
    Neste país a finalidade da multa não é orientativa. É para aumentar a arrecadação. como disse Bolsonaro que acabou com as multas, nas estradas federais.
    Se um motorista bêbado atropelar alguém, logo ele paga uma multa e sai livre! Infelizmente, o brasileiro só aprende quando mexe com o bolso dele.

  • Cervejinha cara

    Com 26 multas, a policia arrecadou neste fim de semana aproximadamente R$ 78 mil. Se mantiver essa media, ela arrecadará mais de R$ 300 mil por mês. Parece que fiscalizar bêbado, dá muito dinheiro a PM.
    Certamente, a PM está precisando de dinheiro que ora fiscaliza ora não? Ela tem suas metas ou arrecadação para se cumprir, no mês, para manter sua estrutura. Se um motorista bêbado atropelar alguém, paga-se uma multa e solta. Infelizmente o brasileiro só aprende quando mexe com o dinheiro dele. O estado gosta do dinheiro dele.
    A finalidade da multa seria orientativa porem ela é arrecadatória . Como disse Bolsonaro que acabou com as multas de radares, nas rodovias federais. Contrariando muita gente que dizia que aumentaria os acidentes. Existe um lobby para manter a “industria da multa”.
    De qualquer forma, os policiais da PM cumprem o seu papel de multar porem esquecem de fiscalizar (1) o alto barulho de carros, com som musical, (2)escapamentos desregulados, (3) motos em alta velocidade, etc

  • Josias Pereira

    Capitão Tominaga, PELO AMOR DE DEUS, tome uma atitude drástica com relação as
    motos com ESCAPAMENTOS ABERTOS, é um ABUSO, estão desrespeitando vcs, p não
    falar palavras de baixo calão.
    É só fazer apreensão de algumas motos, (SÃO QUASE TODAS QUE FAZEM BARULHO
    ACIMA DO PERMITIDO), que os demais vão entrar na linha.
    PELO AMOR DE DEUS, PROVIDENCIAS.

  • Sérgio

    Votou no BolsoDória. Parabéns. Se ferrou… kkkk

  • SÓ JUMENTO VOTOU EM BOZONARO.,

    Que eu saiba, a polícia não multa, ela notifica,. a JARI julga e pode se transformar em multa. e o dinheiro NÃO é da polícia. é do governo.;

    • Cervejinha cara (2)

      Só Jumento
      Você disse que o dinheiro não é da policia; É do governo! Quem sustenta a policia é o governo. Não é, Jumento?
      Ainda, você disse que o JARI julga. Dificilmente o JARI reverte alguma multa. É impossível cancelar uma multa!!!!!
      Porque a PM faz blitz da lei seca? A multa é alta. É só fazer o teste do bafómetro! Está multado. Não tem como recorrer.

  • Observador

    Muito bom! uma pena que acaba com o movimento dos restaurantes e lanchonetes, quando tem blitz ninguém fica para jantar.

  • Fim de ano, décimo terceiro, cuidado com o aumento do policiamento nas ruas,haja. multas pra pagar tantas férias e décimo terceiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *