CASAL QUE MATOU HOMEM NO JARDIM PARAÍSO É CONDENADO A 18 ANOS E 08 MESES DE PRISÃO

Em sessão de julgamento realizada na terça-feira, 28, o Tribunal do Júri de Jales, presidido pela juíza Maria Paula Branquinho Pini, da 4ª Vara, condenou a 18 anos e 08 meses, por homicídio duplamente qualificado, o casal acusado de assassinar Marcos Antônio Espósito Farinelli.

O crime ocorreu na madrugada do dia 21 de março de 2016, na Rua “Rubião Meira”, Jardim Paraíso. Antes do crime, os três envolvidos – a vítima e os dois acusados – teriam consumido algumas cervejas, juntos, em um bar daquele bairro. Uma testemunha afirmou que os três costumavam consumir entorpecentes juntos.

Os acusados – Fábio Pereira de Souza e Regiane Signorelli – confessaram a autoria do crime, mas deram versões diferentes. Eles teriam utilizado pedaços de madeira e uma barra de ferro para matar Marcos.

O advogado dos réus bem que tentou desclassificar a acusação para homicídio simples, mas, ao final, prevaleceu a tese do Ministério Público de que os acusados deveriam responder por homicídio qualificado, uma vez que se utilizaram de meio cruel e de recursos que dificultaram a defesa da vítima.

A sentença levou em consideração o fato de que os dois acusados possuem maus antecedentes e personalidade voltada para a prática de delitos. De outro lado, deixou de aplicar a atenuante da confissão, uma vez que as versões dos acusados se revelaram inverídicas.

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *