CONSELHO FISCAL PRETENDE ABRIR SINDICÂNCIA PARA APURAR ESTELIONATO NO INSTITUTO MUNICIPAL DE PREVIDÊNCIA

A notícia sobre um caso de estelionato ocorrido em outubro de 2018 no Instituto Municipal de Previdência Social (IMPSJ) surpreendeu o prefeito Flá Prandi e os integrantes do Conselho Consultivo e Fiscal do órgão.

Por sinal, o Conselho estava reunido ontem, quando começaram a circular as notícias sobre o caso, que, até então, estava sendo mantido em segredo. Segundo consta, nem o prefeito, nem os conselheiros do IMPSJ, foram avisados sobre o caso de estelionato que resultou em um saque de quase R$ 50 mil das contas do Instituto.

O saque ocorreu depois de um contato do estelionatário – que se apresentou como funcionário do banco – com um servidor do Instituto. Para a superintendência do IMPSJ, teria ocorrido uma falha de segurança no sistema do banco. Pelo menos, é essa a tese que o advogado do Instituto está defendendo em uma ação na qual busca ressarcimento pelos prejuízos.

Segundo fontes consultadas por este aprendiz de blogueiro, os conselheiros pretendem instaurar uma sindicância interna para apurar os fatos. Eles não estão atribuindo culpas a funcionários do Instituto, mas consideram que teria havido quebra de confiança, já que, assim como o prefeito, não foram informados sobre o que estava acontecendo no órgão.

2 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *