CORRETOR DE SEGUROS ENVOLVIDO NA ‘FARRA DO TESOURO 2’ TEVE PRISÃO TEMPORÁRIA REVOGADA

Segundo informações obtidas pelo blog, um dos corretores de seguros presos temporariamente pela Polícia Federal hoje pela manhã, durante deflagração da operação “Farra no Tesouro 2”, teve sua prisão revogada pela Justiça. O pedido de revogação da prisão temporária teria partido do próprio delegado da PF, Cristiano Pádua da Silva, e teve a concordância do Ministério Público.

O delegado teria decidido solicitar a revogação da prisão de E.P., depois que o outro corretor envolvido – A.B.R. – assumiu toda a responsabilidade pelas negociações realizadas com a Prefeitura nos últimos anos. Ele teria dito ao delegado que a atuação do sócio se limitava apenas a levar documentos até o Paço Municipal.  

4 comentários

  • Indignado

    Ué mais o pagamento não saia no nome da empresa ou saia no nome do sócio pra ele assumir a culpa sozinho

  • Depois da Érica vem o seguro

    Depois do caso da Érica, desconfiava que teriamos mais casos de roubalheira dentro da prefeitura.
    Principalmente quando a polícia federal entrou na prefeitura para investigar. Essa situação ocorre na maioria das prefeituras.
    No setor de licitação e’ onde acontece a grande parte da roubalheira.
    Principalmente quando se dispensa licitação Lamentavelmente se a polícia federal continuar investigando vai achar mais coisas.
    Embora a polícia federal seja espetaculosa, os presos deverão sair da cadeia logo logo
    Por quê a prisão depende do julgamento. Daqui a pouco a defesa do preso deverá recorrer ao STF. Deverá estar nas ruas novamente

  • Anonimo

    Um dos corretores? São dois?

  • Como tem ladrão nessa cidade!
    Vergonha…
    Mais uma vez o nome da cidade jogado no lixo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *