DENGUE: MICRORREGIÃO DE JALES TEM MAIS DE 890 CASOS CONFIRMADOS. URÂNIA E PONTALINDA SÃO AS MAIS ATINGIDAS

Os municípios da microrregião de Jales contabilizam, até o momento, mais de 890 casos confirmados de dengue, de acordo com os dados mais recentes da Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo. 

Apesar de ter população com menos de 10 mil habitantes, os números da cidade de Urânia merecem atenção. Das quase 400 notificações, 326 foram confirmadas. Todas as ocorrências foram locais, ou seja, ninguém foi infectado pelo vírus fora do município.

A cidade de Pontalinda também entra em estado de alerta. Entre os 169 casos notificados, 165 foram confirmados – é o segundo município com maior número de ocorrências da microrregião.

De acordo com o último Boletim Epidemiológico divulgado pelo Ministério da Saúde, em todo o estado de São Paulo foram 19 mortes em decorrência da dengue em 2020. Entre os quatro sorotipos da doença, os tipos 1 e 2 foram os mais frequentes.

Município mais populoso da microrregião, Jales tem 192 casos de dengue confirmados até o momento, e outros 136 em investigação. Em março, a Secretaria Municipal de Saúde realizou ação de capacitação de profissionais do setor como medida de combate à proliferação da doença.

Segundo o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Júlio Croda, a eliminação dos focos do mosquito em residências deve ser feito semanalmente.

“Essa eliminação de focos tem que ser semanalmente. O ciclo do mosquito, ele se completa em sete dias. Então, se você demora mais de sete dias para eliminar o foco, você não está sendo efetivo na eliminação porque ele já se transformou em larva, e em mosquito”. 

O Ministério da Saúde alerta que a população precisa continuar, de forma permanente, a combater o mosquito transmissor da dengue. A recomendação é ter atenção à limpeza dos locais que possam favorecer os criadouros do mosquito Aedes aegypti. Essa é a principal forma de prevenção.

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *