DESEMPREGO: BRASIL FECHOU 43.196 EMPREGOS FORMAIS EM MARÇO. E JALES FECHOU 15

O IBGE divulgou há alguns dias que o desemprego aumentou e o Brasil já tem mais de 13 milhões de desempregados, mas, para o presidente Bolsonaro, o problema está na metodologia do IBGE, que estaria errada. A solução para o desemprego talvez fosse, então, extinguir o órgão. O problema é que a medição do desemprego não é feita apenas pelo IBGE.

Ontem, terça-feira, foi a vez da Fundação Seade e o Dieese divulgarem que a taxa de desemprego na região metropolitana de São Paulo passou de 15,5% em fevereiro para 16,1% em março. Isso significa que, em março, cerca de 61 mil pessoas passaram a integrar o contingente de desempregados na região metropolitana de São Paulo, onde o desemprego já atinge 1,772 milhão de pessoas.

Hoje, foi a vez do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) – que pertencia ao extinto Ministério do Trabalho e agora, salvo engano, está vinculado ao Ministério da Economia – divulgar os números da geração de empregos, relativos a março. E o resultado não foi bom.

Segundo o CAGED, o Brasil perdeu 43.196 empregos formais (com carteira assinada) em março, um dos piores resultados para o mês, nos últimos anos. Os estados que apresentaram os piores resultados foram Alagoas (-9.636 vagas), São Paulo (-8.007), Rio de Janeiro (-6.986), Pernambuco (-6.286) e Ceará (-4.638). E os melhores resultados foram obtidos por Minas Gerais (5.163), Goiás (2.712), Bahia (2.569) e Rio Grande do Sul (2.439).

Em Jales, março registrou 257 admissões e 272 demissões, resultando no fechamento de 15 empregos formais, o pior resultado (para o mês) dos últimos quatro anos. Foi, também, o pior resultado entre as principais cidades da região. Fernandópolis abriu 98 novos empregos, Santa Fé do Sul gerou 28 e Votuporanga produziu 172.

Entre os 23 municípios que integram a microrregião de Jales, os números obtidos por nossa cidade só não foram piores que os de Santa Albertina, que fechou 30 empregos em março. E a melhor performance entre esses 23 municípios foi a de Urânia, que abriu 48 novos empregos no mês passado, superando Jales e Santa Fé do Sul.

Enquanto isso, os mesmos comentaristas que diziam que a reforma trabalhista, aprovada no governo Temer, produziria milhões de empregos, agora estão dizendo que é outra reforma – a da Previdência – que vai gerar milhões de empregos. E tem gente que acredita!   

2 comentários

  • Rapizodia

    No momento em que o ‘Temer’ propôs a reforma trabalhista, fiquei aborrecido com o sujeito. Governo golpista propondo reforma deste calibre? Achava e ainda acho que ele deveria ter deixado para o próximo governo, este sim eleito e legitimado pelas urnas, gostemos ou não. Hoje tenho certeza que o povo brasileiro foi enganado, tanto pelo conspirador, quanto pelos conspiradores, que jogaram trabalhadores e patrões, um contra o outro. Na realidade, o Estado é quem é o vilão. Quando obriga os empresas a depositar a título de multa, os 50% do FGTS, que depois são repartidos entre o empregado (40%) e o próprio Estado (10%). Na cabeça do empresário, e ele tem razão, o trabalhador se aproveita da lei para extorquir o ex-patrão, os dois, não sabem ou não atentam que está multa foi criada para dificultar demissões. Para posar de bonzinho junto ao empresário, propôs agora, acabar com esta multa para demissão de trabalhadores aposentados, afinal já estão aposentados, muito bem, e os 10% que ele embolsa? Vai continuar? Já que o sujeito está aposentado, por que continuaria a recolher INSS? Estão vendo? Quem está sendo enganado é a população e não somente trabalhadores ou empresários! O Estado continuaria a extorquir o empresário, tirando apenas o sócio da parada, neste caso, o trabalhador seria o único prejudicado. Se não houvesse está multa, os números dessa reportagem seria de centena de milhar e com certeza o índice anual de desempregados estaria na ordem de 20% da força de trabalho, calculando por baixo, para não parecer pessimista demais. O que vimos na reforma trabalhista e agora na reforma previdenciária são falácias! O golpista aproveitou da fragilidade dos trabalhadores, enganou a sociedade dizendo que somente mudando a lei os empregos apareceriam, os empresários olharam apenas para si (isto é próprio da natureza humana, nada de novo e sem recriminações), os números estão aí para desmentir. Agora acham que tão somente fazendo a reforma da previdência nossos problemas estarão equacionados. Não sou contra esta reforma, mas entendo que antes teríamos que fazer uma reforma política profunda, também reforma tributária e após estas estarem implementadas, trabalharíamos a reforma da previdência. Poderíamos atacar todas estas frentes, mas isso só se fossemos um país sério.

  • EITA…JALAO ex CENTRO de REGIAO…desse jeito a coisa estah de mal pra pior…e o pior de tudo isso que nao vemos perspectivas futuras…enquanto as cidades vizinhas estao crescendo e ampliando suas fabricas….e conseguindo curso de MEDICINA….isso mostra crescimento…fiquei sabendo que a cidade de SANTA FE DO SUL ..fora os loteamentos que acabaram de abrir(ECOVILLE, UNIVERSITARIO V, construçao das 252 casas do CDHU). , jah estao preparando um outro loteamento(MONTE LIBANO), da..M.V de URUPES, serao + de 600 lotes alih em torno das antenas( serah de alto padrao), a ampliaçao da POLO CLIMA(+5000mts2 de fabrica), ampliaçao da fabrica de raçoes(GR. AMBAR AMARAL), que ateh a ROSA MISTICA comprou tres chacaras alih perto da cantina e irah tbm lotear???? serao + de 600 lotes…e corre uma noticia bombastica lah na praça…um grande atacadista jah tinha ateh terreno em APARECIDA do TABOADO, mas abortaram e estao falando que serah instalado naquela cidade, porque alem de pegar os clientes da regiao ainda vendem para os consumidores ateh de PARANAIBA…Vejam num final de semana no PROENÇA de lah…tem compradores ateh de PARANAIBA….. A C O R D A J A L A O enquanto ha tempo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *