DEU NA FOLHA NOROESTE DE HOJE

Na Folha Noroeste deste sábado, o principal destaque, como se pode ver na capa aí do lado, é a programação cultural de Natal, recheada de shows musicais e outras apresentações artísticas. A programação – promovida pela Prefeitura, em parceria com emissoras de rádio locais – começa na quinta-feira, 14, na Avenida “Francisco Jalles”, e vai até o dia 22 de dezembro. Nesse período, o comércio jalesense estará atendendo em horário ampliado, visando recepcionar a população local e os visitantes de toda a região.

Destaque também para o “Dia Internacional de Combate à Corrupção” e a atuação do Ministério Público Federal de Jales na luta contra a corrupção na região. As ações do MPF já resultaram, somente neste ano de 2017, na determinação do bloqueio de R$ 8,6 milhões em bens de agentes políticos, funcionários públicos e empresários processados por danos aos cofres públicos. O montante bloqueado pela Justiça Federal foi resultado de sete ações civis de improbidade administrativa ajuizadas pelo MPF de Jales. Na esfera criminal, os procuradores da República que atuam em Jales ofereceram quatro denúncias por crimes relacionados à corrupção, em 2017.

Na coluna FolhaGeral, o incansável redator-chefe Roberto Carvalho informa que postou uma foto da decoração natalina de Jales na página do jornal, no Facebook, e a reação foi positiva com dezenas de pessoas aprovando os enfeites providenciados pela Prefeitura. O colunista destacou, também, que em Araraquara os vereadores resistiram a um projeto do prefeito que reajustava o IPTU em 64% e, ao final, aprovaram um aumento de apenas 10% no imposto. Roberto diz que, se os vereadores jalesenses tivessem resistido ao reajuste pleiteado pelo prefeito Flá Prandi, se esforçando por um índice menor, estariam mais alinhados com o povo. Mas agora a Inês é morta.

 

 

1 comentário

  • Gostaria de tirar uma duvida banal, mas necessária.
    Administração Municipal e a Associação Comercial de Jales o povo gostaria de saber se os comerciantes das ruas: 6…+.+…8……..10………14………e 16…..;não pagam IPTU ou as mensalidades da Associação Comercial, pois as mesmas ( ruas ), não tiveram Decorações Natalinas?
    O que aconteceu, FALTA ESQUECIMENTO, FALTA DE PLANEJAMENTO, FALTA DE RECONHECIMENTO OU A SEMPRE MÁ ADMINISTRAÇÃO DA PREFEITURA E ASSOCIAÇÃO. ?
    O certo agora é as Lojas comerciais dessas ruas deixarem o IPTU sem pagar e também pararem de pagar as Mensalidades da Associação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *