DEU NA FOLHA NOROESTE DE HOJE

Na edição digital do jornal Folha Noroeste deste sábado o principal destaque é a iniciativa das polícias Federal e Militar de Jales, que, juntamente com o Hospital de Amor, realizaram um mutirão para cadastros de doação de medula óssea. O mutirão aconteceu na quarta-feira, 10, e, ao final, contabilizou 32 policiais e colaboradores da PF e da PM, dispostos a doar a medula. O delegado da PF, Cristiano Pádua da Silva, disse que um dos objetivos da iniciativa é propagar a informação de que a doação da medula é simples e pode salvar muitas vidas. O transplante de medula óssea pode ajudar no tratamento de 80 doenças diferentes e é a chance de cura de muita gente.

Destaque, igualmente, para os 600 jovens da Diocese de Jales que comemoraram o Dia Nacional da Juventude com uma celebração realizada no domingo, 14, na Escola Vocacional, cujo tema foi “Juventude Construindo uma Cultura de Paz”. O evento iniciou com a Celebração Eucarística, presidida pelo Bispo Diocesano, dom Reginaldo Andrietta, que em sua homilia destacou sobre os perigos das fake news, mostrando que com elas é impossível construir uma cultura de paz.

Na coluna FolhaGeral, o eclético redator-chefe Roberto Carvalho informa que, segundo os comentários que correm em bocas de matildes, Jales já teria uma dupla – Tiago Abra e Rivelino Rodrigues – se preparando para disputar o comando da Prefeitura em 2020. Ainda de acordo com o colunista, os comentários dão conta de que o empresário Luís Henrique Moreira também estaria disposto a concorrer ao cargo de prefeito. Roberto está informando, ainda, que o jalesense Onevam José de Matos se reelegeu deputado estadual no Mato Grosso do Sul, enquanto outro jalesense, Ezequiel Fonseca, não conseguiu a reeleição como deputado federal pelo Mato Grosso. 

4 comentários

  • Bispo jalesense! Um porta voz do PT e da CNBB

    Na história, a Igreja Católica começa a perder o seu rebanho a partir da década de 1970. A CNBB acreditava que poderia reconquistar o monopólio religioso através de uma ação político-pastoral.
    Existem documentos que provam a infiltração comunista, no Brasil, com isso, o bispos Dom Helder Camara e Dom Paulo Arns fundaram o PT, junto com Lula e os sindicalistas do ABC.
    Hoje, de acordo com as pesquisas, o PT deverá perder a eleição. Desesperados, CNBB e o PT estão pedindo votos e criam fatos para evitar a derrota. Haddad processa Bolsonaro contra a fake news. Alem disso pediu a CNBB que recomende cuidado a Fake news, aos seus fieis. O estado é laico mas a igreja é petista!
    A diocese de Jales, comemorou o Dia Nacional da Juventude, para 600 jovens que em sua homilia, o bispo destacou sobre os perigos das fake news, mostrando que com elas é impossível construir uma cultura de paz. Como se a paz dependesse do fake news? A vitória de Haddad, depende?
    Parece que o PT e a CNBB acharam um grande culpado para a derrota : fake news! Parece que ela é a invenção de Bolsonaro
    Esqueceram tudo o que o PT fez : a roubalheira, a corrupção, os trambiques, etc e logo vieram as prisões, a crise, o desemprego, a recessão, a fome, o aumento de miseráveis, mais pobres nas ruas, etc
    Isso não é problema da igreja mas o fake news é?

  • indignado

    na próxima eleições municipais teremos fortes concorrentes a prefeito de Jales como o Garça o Dalua o DR Pedro o Próprio Flá

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *