DEU NA FOLHA NOROESTE DE HOJE

No jornal Folha Noroeste, edição digital deste sábado, matéria de capa traz informações para alertar a população e prevenir a implantação de novos loteamentos irregulares, que podem produzir danos à ordem urbanística e prejuízos aos compradores de lotes. Segundo o texto, desde o ano passado é possível acessar o site da Prefeitura para obter material informativo com importantes sugestões para evitar investir em loteamentos irregulares. Niltinho Suetugo, secretário de Planejamento, lembra que a comercialização de lotes irregulares é definida como crime e pode ser penalizada com até 04 anos de reclusão. O secretário lembra, também, que a compra de lotes irregulares pode ensejar a perda do investimento.

Em outra matéria de capa, o jornal está informando que a Secretaria Estadual de Turismo já liberou, desde o início de março, um total de R$ 40 milhões para estâncias turísticas e municípios de interesse turístico (MIT), sempre por meio de convênios assinados com prefeituras.  Desde março até o momento, foram efetivados 86 convênios para as estâncias, no valor de R$ 35,2 milhões e 28 convênios para os MITs, correspondentes a R$ 4,5 milhões. Agora, a parte mais relevante (e desalentadora) da notícia: na nossa região, foram beneficiadas apenas as cidades de Santa Fé do Sul e Votuporanga.

Na coluna FolhaGeral, o inatacável redator-chefe Roberto Carvalho informa que o deputado estadual Altair Moraes(PRB) – que recebeu apenas 10 votos nas urnas de Jales, nas eleições de 2018 – apresentou uma indicação no dia 15 de maio, ao governador João Dória, solicitando a liberação de R$ 250 mil para manutenção de atividades da Santa Casa de Jales. Segundo o colunista, os três deputados mais votados em Jales – entre eles a descabelada Janaína Paschoal(PSL), que ganhou o voto de 1.194 jalesenses – ainda não apresentaram nenhuma indicação ou emenda em favor de Jales. Ao final, Roberto pergunta: será que irão se lembrar dos votinhos que aqui receberam?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *