DEU NA FOLHA NOROESTE DE HOJE

Como se pode ver na capa ao lado, o principal destaque da Folha Noroeste, edição digital deste sábado, é a implantação, em Jales, da chamada Atividade Delegada, que iniciou sua prestação de serviços na terça-feira, 1° de outubro. O convênio firmado entre a Prefeitura Municipal e a Secretaria de Estado da Segurança Pública permite que policiais militares do Estado trabalhem em horário de folga, fardados, armados e munidos dos equipamentos de proteção individual e de viaturas, em locais definidos no Plano de Trabalho pela Prefeitura. Em princípio, seis policiais militares estarão disponíveis todos os dias da semana para atuarem na cidade durante seus dias de folga. O objetivo é aumentar o efetivo nas ruas e contribuir para o aumento da fiscalização e a redução de crimes.

Outra manchete do jornal destaca que “Prefeito visita obras de nova creche em tempo integral”. Segundo a matéria, o prefeito vistoriou na tarde de quarta-feira, 02, a construção de mais uma unidade escolar de Ensino Infantil, que vai atender crianças da região do bairro Santa Ifigênia. As obras tiveram início no fim do ano passado e está prestes a ser concluída, com 80% dos serviços executados. Com 10 salas de aula e capacidade para atender até 150 crianças de 0 a 5 anos, em período integral, a nova creche receberá investimentos de R$ 1,7 milhão. Detalhe: os mais atentos já devem ter percebido que a notícia não diz respeito a Jales. O prefeito em questão é o de Olímpia, Fernando Cunha.

Na coluna FolhaGeral, o congruente redator-chefe Roberto Carvalho analisa a política local e informa que o superintendente da Sabesp e campeoníssimo técnico de futsal, Antônio Rodrigues da Grela Filho, o Dalua, teria sido convidado para disputar o pleito de 2020, como candidato a prefeito. O colunista ressalta que, apesar de estar trabalhando há alguns anos em Lins, Dalua é bastante conhecido da população jalesense e chegou ao posto de superintendente por mérito próprio, graças às suas qualidades como administrador. Roberto alerta, no entanto, que o mundo da política é diferente e Dalua precisa olhar por onde pisa e escolher bem as pessoas com quem vai andar, para não ter surpresas desagradáveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *