DEU NA FOLHA NOROESTE DE HOJE

folha-noroeste-03-12-16No jornal Folha Noroeste deste sábado, o principal destaque ficou por conta da “Moção de Repúdio” aprovada pela Câmara, contra o advogado Carlos Alberto Expedito de Britto Neto, “em razão da iniciativa de propor uma ação judicial contra o pagamento da gratificação de aniversário aos servidores municipais de Jales”. Segundo a matéria, a Moção foi um gesto de solidariedade aos servidores e um apoio à preservação integral de todos os direitos conquistados por eles. O jornal diz, ainda, que, segundo os vereadores, a Moção significa a condenação de qualquer ato que atente contra o direito e a dignidade do funcionalismo municipal.

Destaque, igualmente, para a pesquisa realizada pelo curso de Gestão Empresarial da Fatec Jales “Prof. José Camargo” no mês de novembro de 2016 com os consumidores do comércio local. A pesquisa revela que, mesmo em meio a um cenário econômico instável, 54% dos entrevistados permanecem otimistas quanto às tendências econômicas para 2017. Apesar do aparente otimismo, 83% responderam que a crise econômica tem afetado suas decisões de compra nos últimos tempos.

Na coluna FolhaGeral, o irresoluto editor Roberto Carvalho – um exultante palmeirense – está informando que o juiz eleitoral de Jales, Adílson Vagner Ballotti, determinou o arquivamento da Notícia Crime que acusava o prefeito eleito de Urânia de suposta corrupção eleitoral. A decisão do magistrado foi publicada na quarta-feira, 30, e diz que o arquivamento se deu em função da escassez de provas após investigações realizadas em inquérito policial aberto pela Polícia Federal.

2 comentários

  • JALESENSE DE CORAÇÃO

    Uma abelhinha me disse ontem, que esta semana as coisas andaram um tanto quanto ruim para o Advogado denunciante e agora repudiado.
    Em reunião na OAB/Jales os advogados tiveram uma acalorada discussão e 99%dos advogados inscritos na subsecção de Jales foram contrarios a atitude do Advogado, apenas 1 advogado de nome João Luiz, que dizem ser subserviente ao Dr. Carlos defendeu o Dr. Carlos.
    Ja na última sexta-feira, esta abelhinha afirma que o advogado Dr. Carlos Alberto foi desautorizado pelo presidente da OAB ESTADUAL a falar em nome da OAB Estadual e muito menos pela OAB/Jales.
    Comenta-se pela cidade que muitos deixarão de ajudar a Santa Casa com doações enquanto o Dr. Carlos Alberto estiver vinculado a esta Entidade e recebendo salários.
    Da mesma forma uma coleta de assinaturas por todo o comércio ja começou para que a Associação Empresarial e Comercial de Jales deixe de remunerar o Dr. Carlos Alberto.
    Realmente a coisa não está nada boa para este senhor que esbanja arrogância e prepotência e que por onde passa só faz prejudicar as pessoas.

  • Jalesense

    Alguém precisa saber que não é bem vindo a Jales, isso quem diz é a população., Fernandópolis fica logo ali.Mas onde ira receber 10 salários mínimos por mês, na mamata.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *