É PROIBIDO PROIBIR

Algum gaiato não gostou da proibição contida na placa mostrada nas fotos e tratou de alterar o alerta para que não se jogasse entulhos no local. Reparem que a palavra “proibido” foi quase apagada. Como consequência da pequena alteração, as pessoas da vizinhança estão, ao que parece, se sentindo à vontade para jogar o lixo bem ao lado da placa.

E notem, também, que o criativo contribuinte não gosta de ser multado. A expressão “sujeito a multa” foi, igualmente, apagada. E, cá entre nós, ele agiu certo ao suprimir a punição. Afinal, se não existe proibição, não há que se falar em multa.   

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *