ENTIDADES ESTÃO SENDO BENEFICIADAS COM O EMPRÉSTIMO DE CARROS APREENDIDOS PELA PF DE JALES

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Ao invés de deixar os carros apodrecendo em algum depósito, a PF de Jales está dando um jeito de fazer com que eles sejam úteis para a sociedade. Na foto acima, de agosto de 2015, o delegado federal Cristiano Pádua da Silva faz a entrega de um carro para a AVCC de Jales. A notícia é do G1:

Os veículos apreendidos em ações contra o tráfico de drogas pela Polícia Federal de Jales têm sido emprestados para associações e entidades que desenvolvem trabalhos sociais. Com isso, em vez de ficarem parados em pátio, onde poderiam ficar por vários anos até o desfecho dos processos, muitos carros estão sendo usados.

Desde o ano passado, 28 veículos foram apreendidos durante operações de combate ao tráfico de drogas e 15 instituições e entidades já foram beneficiadas em Jales. Um destes carros tem sido usado para buscar doações da comunidade que mantém o bazar beneficente da Associação de Voluntários de Combate ao Câncer de Jales (AVCC).

Há um ano, ficou mais fácil transportar sapatos, roupas e artesanato, entre outros produtos, graças a picape, concedida pela Justiça, depois de ser apreendida com drogas, durante uma operação da Polícia Federal.

A presidente da AVCC, Maria Aparecida Caseli Freitas, diz que o veículo estaria parado e estragando com o tempo, está muito bem cuidado. “Agora, é usado por uma causa nobre e cuidamos bem do carro”, diz.

O delegado da Polícia Federal de Jales Cristiano Pádua da Silva diz que desde 2006 é possível dar um destino diferente para os veículos e ainda ajudar o trabalho de entidades e projetos sociais. “A lei que regula o combate ao tráfico de drogas autoriza que os bens apreendidos durante as ações e operações de combate ao tráfico de drogas sejam cedidos tanto para órgãos policiais que combatem e reprimem o tráfico de drogas, quanto para entidades que tenham como um dos objetivos o tratamento, a prevenção e a reinserção de usuários novamente em sociedade”, afirma.

A Associação de Apoio à Criança e ao Adolescente de Jales (AACAJ) também usa um desses veículos, no caso uma moto. A entidade atende 55 meninos de 6 a 15 anos em situação de risco. O presidente Leandro José Rodolfo Brandini diz que a entidade faz trabalho preventivo e a moto facilita o trabalho diário.

1 comentário

  • cassio Venturini

    APOIO A OPERAÇÃO LAVA JATO A PF O MINISTÉRIO PÚBLICO, MPF e o Dr Sérgio Moro e assinei as Dez medidas de Combate a Corrupção…………………………..Parabéns por essa belíssima atitude da (PF), pois este utilitário, iria ficar no tempo, seria com o tempo virando sucata ou ferro velho. Nossa cidade é muito carente sendo a sua população, quase na sua totalidade pobres, pois o pouco que faz é muito….. Muito Obrigado, esta notícia deixou a população muito feliz, principalmente aquela não tem vez e nem voz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *