HOSPITAL DE AMOR: FESTA JUNINA CONTRIBUI PARA TRATAMENTO DE PACIENTES

A notícia é da assessoria de imprensa do Hospital de Amor:

Pensando na humanização e no acolhimento dos pacientes, o Grupo de Trabalho Humanizado do Hospital de Amor Jales, em parceria com a Associação Voluntária de Combate ao Câncer (AVCC) de Jales, realizou na última quarta-feira (19), mais uma edição do ‘Arraiá do HA’, festa tradicional nesta época do ano.   

Segundo a organização, o objetivo é promover interação social entre os pacientes, acompanhantes, voluntários e os colaboradores, além de ser um momento especial de entretenimento no sentido de desviar os pensamentos ruins acometidos aos que estão em tratamento oncológico. “A gente sabe que esperar por um procedimento, por um exame ou uma consulta pode gerar muita ansiedade e medo no paciente, ainda mais se tratando de câncer, por isso, nossa ideia é trazer um pouco de alegria e descontração para o ambiente, deixando o dia a dia dessas pessoas um pouco mais leve.”, afirmou a assistente de captação de recursos da unidade, Ariely Siqueira. 

“Os participantes saborearam pratos típicos, como pipoca, canjica, achocolatado, doces, além de aproveitarem a quadrilha e música ao vivo promovida por cantores voluntários”, completou Ariely.

A festa foi realizada no jardim da instituição e a paciente Glaciely de Souza Ribeiro, de Nova Andradina (MS), aproveitou o ‘Cantinho da Beleza’ para dar um toque no visual e ficar bem bonita para a festança. Glaciely tem 36 anos, é formada em direito, mãe de dois filhos, casada e, atualmente, por conta da doença, cuida do lar. Na luta contra um câncer no endométrio, ela não se abate pelos visíveis efeitos colaterais do seu tratamento, se mantendo muito vaidosa e distribuindo sorrisos por onde passa. 

Grata pelo acolhimento, ela afirma que ações como estas transformam um dia comum do paciente e melhora seu tratamento. “Atitudes como essa, por mais simples que possam parecer, transformam o nosso dia a dia e elevam a nossa autoestima. Tudo serve de incentivo para que nosso tratamento siga de forma mais leve e tranquilo. E eu só tenho a agradecer a essa instituição, que já fez muito por mim. Sou grata também as todas as pessoas, desde o profissional da limpeza até os médicos, não tenho do que reclamar”, contou a paciente. 

Para a presidente da AVCC, Cidinha Iglesias, apoiar o Hospital faz parte do trabalho da equipe. “Estamos prontas para ajudar no for preciso. Ajudamos a decorar, a servir, nos vestimos a caráter, não tem tempo ruim. Quando é para fazer o bem, fazemos com tudo com muito amor”, afirmou Cidinha. 

1 comentário

  • Que Deus abençoe essas pessoas que se dão sem receber, em troca apenas de um sorriso de quem está enfrentando o desafio dessa doença que nós causa pânico e nos obriga a buscar lá no fundo da alma a esperança da cura. Que lá no fundo de cada alma esteja não só a esperança ,mas, Deus que irá lhes conceder além da cura , a fé e a gratidão a todos os envolvidos nessa corrente de Luz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *