INGRESSOS AVULSOS PARA SHOWS DA FACIP PODERÃO CUSTAR ATÉ R$ 50

A grande festa popular de Jales – a Facip 2013 – poderá causar sérios abalos aos bolsos do populacho que deixar para comprar ingressos no dia dos shows. Atualmente, as permanentes para os seis shows pagos estão custando R$ 90, enquanto os ingressos avulsos para os shows mais caros estão sendo vendidos a R$ 40.

Fontes palacianas garantem, no entanto, que a idéia da Comissão Organizadora é cobrar um pouco a mais de quem não reservar os ingressos antecipadamente. O show da dupla Jorge e Mateus, por exemplo, deverá custar R$ 50 para quem comprar o ingresso no dia da apresentação.

Se as minhas informações estiverem corretas, no ano passado, quando a festa era privatizada, os ingressos para shows como os de Michel Teló, Gustavo Lima, Luan Santana e outros menos votados custaram R$ 20, o que significa que, neste ano, alguns shows poderão custar até 150% a mais.

E já que estamos falando em shows, eis aí abaixo os preços dos ingressos que estão sendo vendidos, antecipadamente, na Banca do Edu e na Banca do Luiz:

13 – João Carreiro e Capataz – R$ 30,00

14 – Jorge e Mateus – R$ 40,00

15 – Munhoz e Mariano – gratuito

18 – Milionário e José Rico – R$ 30,00

19 – Humberto e Ronaldo – R$ 30,00

20 – João Bosco e Vinícius – R$ 40,00

21 – Gustavo Miotto – R$ 10,00 

29 comentários

  • luiz

    Anos atras a Facip era uma festa agricola, atualmente nao é. Era uma festa popular, agora nao é. É uma festa particular organizada pela prefeitura. Quando a prefeita pediu dinheiro para a festa, o blogueiros amigos vibraram com a negativa da camara municipal. Agora nao podemos reclamar com os preços. Quem quer festa, que pague. O que nao pode acontecer é sair do bolso do contribuinte, o dinheiro para pagar dividas da Facip. É o que tem acontecido alem dos escandalos.

  • Anônimo

    Quanta porcaria junta. Chamam essas merdas de musica? Ai entendo porque o Brasil é essa país de analfabetos e sem cultura

  • tales saraiva

    pois e vcs sabem quem jales deve ter mais ou menos 5 empresas que fazem banners e adesivos, e foram, os bannres na lump em fernandopolis, pois aí que se diga nem pra isso jales serve para prestar serviço assim
    entende nosso caro timorim, que pessoalmente mandou fazer
    em fernadopolis, engraçado pq ele na campanha não foi pedir votos em fernadopolis

  • tales saraiva

    pois e vcs sabem quem jales deve ter mais ou menos 5 empresas que fazem banners e adesivos, e foram fazer
    os bannres na lump em fernandopolis, pois aí que se diga nem pra isso jales serve para prestar serviço assim
    entende nosso caro timorim, que pessoalmente mandou fazer
    em fernadopolis, engraçado pq ele na campanha não foi pedir votos em fernadopolis

  • maria

    cardoso em jales temos 5 empresa de comunicaçao visual eles tão fazendo o serviço em fernandopolis vc acha isso certo

  • maria

    inclusive esse banner da foto da banca do edufoi feito em fernadopolis

  • maria

    pra ser mais prciso na lump paineis

  • claudio m.

    é como muitas outras coisas estão sendo feitas em outars cidades, temos que prestigiar nossa cidade , mas o que parece é que simplesmente não estão nem aí para os empresarios que trabalham com garra e esforço para dar empregos para nossa cidade

  • laura

    Vamos boicotar a FACIP.

    • anônimo Func Público

      Acredito que esta FACIP será um fiasco, pois a comissão organizadora acha que todos são bem remunerados como eles. com o valor de 40 reais o ingresso para show acredito eu que o recinto ficará vazio. Na repartição em que eu trabalho somos em 34 funcionários e nos foi oferecido a permanente no valor de 90 reais que será descontado em folha de pagamento em 2 parcelas, ninguém quis. Em anos anteriores os funcionários ficavam no aguardo do anuncio das vendas das permanentes.

  • Pit Bull

    Estimados colegas (racionais) :

    Aguardemos o final da missa, ainda não chegou na metade; muitas coisas absurdas teremos o “privilégio” de ver e ouvir.

    Ninguém se surpreende se algum pau mandado vier a público e dizer que o valor obtido foi menor do que o oferecido em Jales. Acredito que a “margem da negociação foi melhor e mais fácil”, sem considerar que uma viajinha para mudar de “ares” na busca desses materias, com mais gastos, faz bem aos cofres públicos; e aí, a gente aproveita e dá um role como diz a garotada. Isso não veio de transportadora pago pelo remetente e se pago foi inserido no custo do material. Ninguém faz milagre, principalmente, para prefeituras.

    Ah!!
    Na cabeça de insanos a busca de apoio logístico ou profissional em outras cidades – quando na sua origem é possível o atendimento com qualidade – dá ao evento desejado, uma conotação de grandeza, status e valorização, quando na realidade dos racionais esses “valores” monstram – pobreza de espírito e incapacidade de gerir recursos públicos.

  • Defesa

    Melhor não fazer, pq não vai receber….

  • ZOIO TORTO

    VCS ESTÃO ESQUECENDO DE ALGO, NÃO FOI A UNGIDA QUE FECHOU A GRADE DE SHOWS EM PORTAS FECHADAS COM O EMPRESÁRIO MIOTO? CADE A TRANSPARENCIA ? PEDIRAM MAIS DE 2 MILHÕES ,PORQUE ? EU SEI POR QUE VCS VIERAM, LOBOS EM FORMA DE CORDEIRO.

  • tatudo louco

    essa ungida nao ta com nada só ta pensando em seu bolso e só a populaçao nao ir que quero ver como ela vai pagar a festa

  • Dunha

    Os hipocritas vem com td de novo eee laiaaa…
    O povo quer festa reclamou, fez charme, apoiou os vereadores e agora vai reclama tbm!?!
    Tenha Santa paciencia, ooooo povo chato peeeeeeeeeeeeeeela amor de Deuss, nemhum a Mancha Verde do Parmeirinha é tão chaato!
    Eesperem as festas das cidades vizinhas e veremos os preços 😀

  • mae dinah

    40,00 reais para todos os dias ja é caro demais.

  • cascalho

    Cadê a festa para o povo? Não foi a Nice e o Calado que disseram que a FACIP seria para o povo de Jales… Mas esqueceram de dizer que é para a parte da população que tem mais recursos, pois ingressos nesses preços, não tem orçamento familiar que aguente. CADÊ A FESTA PARA O POVO?

  • euuuuuuuuuuuu

    ja penssaram quanto a prefeita nao deve gastar num dia de festa se um celular ela gasta 3.000 imagina numa noitada com amigossssss ..chupaaaa povão e fica em casa ou vende a casa e vai e na festa depois pede outra pra ela que ela dá outra …………….

  • SEI NÃO

    A “UNGIDA” VIVE DIZENDO QUE É PRECISO TER MAIS EMPREGOS EM JALES , E MANDA FAZER AS COISAS EM OUTRA CIDADE , TEM ALGUMA COISA PODRE NO REINO DA DINAMARCA.

  • Lucas

    O preço ser esse não me surpreende, vista que reduziram a arrecadação com mesas e camarotes (reza que reduziram a capacidade de pessoas nesses lugares). O que me intriga é: se foi tão difícil conseguir cadeiras e camarotes, como existem pessoas anunciando no facebook que tem camarote de frente pro palco à venda (mais de um), outras que tem não sei quantas mesas à venda (e me falaram que estão cobrando, claro, bem além do que pagaram). Pode isso, produção?

  • carlos

    Quem contratou estes shows?

    Esta grade de shows, atende apenas ao prestigiado grupo dos “universitarios” que por sinal, são muitos!

    Será que não dava tambem, pra contratar outros artistas visando atender ao publico mais seletivo?

  • carlos

    FACIP – Festa do desrespeito a família.

    ESTACIONAMENTOS: Não dá pra confiar! Uma boa oração ajuda muito.

    ENTRADA: Revista pessoal ineficiente! Feita por seguranças brucutus e despreparados.

    PARQUE DE DIVERSÃO: Aparelhos perigosos, funcionários mal humorados e maus treinados. Sem contar o preço abusivo dos ingressos.

    AMBIENTE GERAL (RECINTO): Insalubre (poeira, fumaça, mau cheiro, poluição visual e sonora, umidade do ar propicia a proliferação de doenças respiratórias, alem de muito empurra empurra…).

    SANITÁRIOS: Emporcalhados.

    AREA DE SHOWS: Imprópria (Arquibancadas sujas, apertada, distante do palco e da arena de rodeio. Sem contar o esfrega esfrega dos vendedores ambulantes).

    SHOWS ARTISTICOS: Ingressos caros, horário não condizente com o cotidiano das famílias de Jales. Alguns artistas não respeitam o público. Realiza o show há horas que eles bem entendem qse sempre não sabem nem o nome da cidade, e ainda, mordem uma bolada.

    COMERCIO DE BEBIDAS e ALIMENTAÇÃO: Preços abusivos verdadeiro assalto ao bolso do trabalhador.

    SEGURANÇA: Insuficiente. Perigo constante de ser surpreendido por algum maluco ou gang, que simplesmente não foi com sua cara.

    Agora eu pergunto – DÁ PRA LEVAR MINHA FAMILIA NUM LUGAR DESTE E ACHAR QUE ISTO É UMA DIVERSSÃO??

    Respeito quem gosta desta festa! Mas de minha parte eu afirmo: Melhor pedir uma pizza ou comer um espetinho no comboio! Custo e beneficio sai bem melhor.

    abç

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *