JALES ABRIU 38 EMPREGOS EM MARÇO, MAS CHEGA AO FINAL DO 1o TRIMESTRE COM SALDO NEGATIVO

Os números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), divulgados ontem pelo Ministério do Trabalho, mostram que Jales abriu 38 novos empregos com carteira assinada em março, resultado de 344 admissões e 306 demissões.

Considerando que em janeiro foram fechados 65 empregos e em fevereiro foram abertos 23, Jales chega ao final do 1º trimestre de 2018 com saldo de 04 empregos formais a menos do que tínhamos em 31 de dezembro. No período, foram contabilizadas 840 admissões e 844 demissões.

Entre as quatro principais cidades da região, Jales é a única que apresenta saldo negativo no primeiro trimestre do ano. Fernandópolis abriu 127 novos empregos em março e 249 no trimestre. Santa Fé do Sul abriu 83 em março e 182 no trimestre, enquanto Votuporanga abriu 87 em março e apenas 13 no trimestre.

Entre os 22 pequenos municípios que integram a microrregião de Jales, os destaques positivos de março foram Santa Albertina, que abriu 48 novos empregos, Paranapuã (+41), Populina (+21) e Urânia (+20).

No trimestre, os destaques positivos são Santa Albertina, que abriu 133 novos empregos de janeiro a março, Urânia (+35) e Paranapuã (+30). Já os destaques negativos de 2018, na região, são os nossos ex-distritos Pontalinda, que fechou 23 empregos em três meses, e Vitória Brasil, que fechou outros 17.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *