JALES: ADOLESCENTE É ESTUPRADA APÓS PEDIR CARONA NO JARDIM PAULISTA

Deu no portal de notícias da Rádio Assunção:

Uma adolescente de 14 anos foi estuprada na cidade de Jales por um homem de 30 anos, na madrugada deste sábado, 25 de março, por volta das 00h30.

Segundo informações do boletim de ocorrência, obtidas pela reportagem do Jornal do Povo da Rádio Assunção, a menina estava no Jardim Paulista e pediu carona a um rapaz de iniciais C.E., que a levou para um lugar escuro onde ela foi obrigada a manter relação sexual. Desesperada, a menina teria pedido para ir embora, mas o rapaz a levou para a casa dele, ligou o som, trancou as portas e janelas e abusou novamente dela.

Somente depois de algumas horas, a adolescente foi solta próxima à Vila União, quando localizou uma amiga que chamou a polícia. No momento em que era feita a ocorrência a adolescente chorava muito, praticamente em pânico. Em posse das características a Polícia localizou o rapaz que foi encaminhado para Central de Polícia Judiciária de Jales.

O delegado plantonista solicitou um exame de comprovação de abuso sexual junto ao Instituto Médico Legal e, de posse do resultado positivo para relação carnal, decretou a prisão do rapaz, que foi levado para a Cadeia Pública de Santa Fé do Sul.

4 comentários

  • Gerôma.

    Menina de 14 anos estava na rua “meia noite e meia” ou a ocorrência foi registrada nesse horário?!

  • TÓCUMA PRAMIN

    a vida é uma prova de matemática, só problemas.

  • O sexo – consentido – é a melhor experiência que o ser humano tem na vida (dizem),quando é forçado pode ser a pior.Ainda bem que o cara já está preso.Na cadeia ele vai ouvir muito a frase,não gosta de sexo,toma.

  • Não querendo justificar o comportamento do suposto estuprador mas só pra lembra um detalhe: o q uma menina de 14 anos estava fazendo nas ruas do J Paulista sozinha a 00h30 pedindo carona pra qquer um? Cade os pais dessa criatura? Isso tem q ser bem investigado pq isso gera um processo e nessa crise qquer processo dá indenização.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *