JALES FOI A CIDADE DA REGIÃO QUE PERDEU MENOS EMPREGOS EM 2015

jales anos 60Nos últimos cinco anos, Jales destacou-se por apresentar o pior desempenho entre as principais cidades da região, no quesito “geração de empregos”. Em algumas ocasiões, perdemos até para Palmeira D’Oeste.

Pois não é que agora o desempenho de Jales surpreende novamente. Por incrível que possa parecer, em meio à crise (alimentada, em parte, pelo negativismo da mídia e pelas consequências da Lava Jato) que levou de roldão mais de 1,5 milhão de empregos, Jales foi a cidade que apresentou o melhor  desempenho – ou, se preferirem, o menos pior – entre as principais cidades da região.

Em Fernandópolis, a crise levou 682 empregos formais em 2015, o que significa uma diminuição de 4,11% em relação ao estoque de empregos registrados ao final de 2014. Em Santa Fé do Sul, a queda foi de 3,86%, ou 264 empregos a menos. Em Votuporanga, a retração no número de empregos formais foi de 2,70%, ou 620 postos de trabalho fechados ao longo de 2015.

Pois bem, em Jales, a redução foi de “apenas” 2%. Dos 9.742 empregos formais que tínhamos no início do ano passado, 199 derreteram, a maioria (95) no comércio. O único setor com resultado positivo em nossa cidade foi o de “Serviços”, que gerou 32 novos empregos.

De qualquer forma, do início de 2003 até o final de 2014, em 12 anos de reinado petista (Lula e Dilma), a economia jalesense proporcionou a criação de 4.339 novos  empregos formais, Ou seja, dos 9.543 empregos formais existentes atualmente, 45,4% foram criados de 2003 para cá.

Os outros 5.204 empregos foram sendo criados, supõe-se, ao longo de 61 anos, entre 1941, quando a cidade foi fundada, e 2002. Pelo menos, é o que se deduz diante dos dados do CAGED, divulgados na quinta-feira, 21.   

11 comentários

  • Coxinha Assumido

    Cardosinho, seu petista vagabundo. Quer dizer então que quase metade dos empregos de Jales foram produzidos nos desgovernos do sapo barbudo e da mulher sapiens. Tenha paciência!

  • Juvenal

    4.300 empregos criados em 12 anos de PT? E os outros 5.200 criados em 60 anos? Kakakakakakakaka!!!!! Assim você mata os coxinhas de raiva, companheiro.

    • zucão

      Preclaro Juvenal. Não podemos esquecer também, que Lulla gerou 01 emprego para ROSE NORONHA, abrindo para ella hum Escritório da Presidência em SAMPA. De fato e de direito, era ela, a segunda dama do Brasil. Esse “escritório” era tão importante, que a Presidente Dilma encerrou as atividades dele numa só canetada, e não teve uma uma só alma honesta para reclamar.

  • NOIS

    COXINHAS—-dados do Caged do Ministério do Trabalho,indica através de pesquisas que o governo Dilma, gerou 5.0652.710 empregos formais, no período de 2011 a 2014, uma crescimento de 11,47%, ou seja mais de 5 milhões de empregos, enquanto o governo neoliberal de FHC em seus 8 anos, (1999 a 2002 ), criou 5.016.672, da para comparar a capacidade de cada um, é lógico que não da. O que o privatizador fez em 8 anos Dilma fez em 4 anos.
    Já o futuro presidente de 2018, em seus 8 anos de governo ( Lula ), criou 14.725.039 empregos formais, média de 1,8 milhões de postos de trabalho por ano, isso qualquer pessoa encontra em dados, pesquisados ou levantados pelo Órgão do Ministério do Trabalho – Caged.
    Aos espertos gozadores de plantão, procurem pesquisar e ´provavelmente até no Google, encontrarão, tais dados. Como diz o Blogueiro, vá até o Ministério de Trabalho e confiram. Para não precisarmos desenhar.

  • NOIS

    AOS FANFARRÕES GOLPISTAS E BURGUESES.

    Comparação entre os governos de FHC/PSDB e Lula-Dilma/PT
    CONTRA FATOS NÃO HÁ ARGUMENTOS Conheça os dados e reflita: O Brasil melhorou muito em todos os setores , meus caros amigos coxinhas, fascista, capitalistas e golpistas

    BOLSA FAMÍLIA

    Criado em 2003, no Governo Lula, 0 BOLSA FAMÍLIA atende a 12,6 milhões de famílias, ou seja,
    68 milhões de brasileiros carentes. (Fonte Revista IST0 É n° 2138, pág.49). O BOLSA FAMÍLIA é
    reconhecido internacionalmente, inclusive pela ONU-Organização das Nações Unidas, como o
    maior programa de distribuição de renda do mundo.

    AUMENTO REAL DO SALÁRIO MÍNIMO

    Em 2002, último ano do Governo FHC (PSDB)…………………….valia……….US$ 86.

    Em 2014, Governo DILMA (PT) …………………………………………vale………..US$ 309.

    Em 2002, Governo FHC (PSDB), o salário mínimo comprava 01 cesta básica. *

    Em 2014, Governo DILMA (PT), o salário mínimo compra 02 cestas básicas.

    No Governo Lula/ Dilma – aumento real de 72%. (Fonte: jornal O GLOBO de 28/06/2014).

    AUMENTO DO EMPREGO

    Em 2002, Governo FHC (PSDB) desemprego no Brasil era de…………………11,2%.

    Em 2014, Governo DILMA (PT), desemprego no Brasil é apenas ……………..5%

    1995 a 2002`FHC (PSDB)…………….. criou……………………. 5 milhões de empregos.

    2003 a 2014 LULA/DILMA(PT)………criou……………………20 milhões de empregos.

    PROGRAMA MAIS MÉDICOS

    Criado pela Presidente DILMA (PT) em julho de 2003, meta 13.300 médicos. 2014 – 14.462

    médicos – 3.700 municípios – 50 milhões de pessoas.

    Boa parte dessas pessoas NUNCA TINHAM SIDO ATENDIDAS POR MÉDICO NENHUM. (Fonte: Iornal O TEMPO e jornal Hoje em Dia de 02/07/2014)

    INVESTIMENTO GIGANTESCO NA EDUCAÇÃO

    1995/2002 Governo FHC (PSDB) investiu…………………………………………………… 31,7 bilhões.

    2003/ 2013, Governo LULA/ DILMA investiu………………………………………………. 86 bilhões. AUMENTO DE 172% Fonte: Ministério da Educação http://www.planalto.gov.br)
    Em 2015 a situação piorou um pouco, mas mesmo assim, todos esses itens foram e são superiores ao governo neoliberalismos do chifrudo FHC .LULA 2018 vem ai.

  • Jalesense

    Coxinhas;–

    O QUE A MÍDIA ESCONDE SOBRE A PERDA DOS EMPREGOS.
    1. O governo do PT perdeu um milhão e meio de empregos em 2015, mas criou mais de 20 milhões de empregos nos anos anteriores.
    2. O PT criou quase 4 vezes mais empregos que os tucanos.
    3. Os 8 anos Lula criaram 3 vezes mais empregos do que os 8 anos FHC.
    4. Mesmo com a perda de 1,5 milhão de empregos em 2015, o governo Dilma empata com o governo FHC na média anual de criação de empregos.
    5. A média anual de criação de empregos nos governos petistas, mesmo com a queda no ano passado, é quase 3 vezes maior do que nos anos tucanos.
    As rádios e as TVs ontem e os jornais hoje comemoram a perda de empregos em 2015.
    Como perdedores das eleições de 2014, apostaram no caos e se esforçaram junto com a oposição para que a crise política ampliasse as dificuldades econômicas. Parecem não ver outra saída depois de 4 derrotas eleitorais consecutivas.
    Mas pra aumentar o impacto da má notícia (pra eles seria a boa notícia) é preciso não deixar o leitor/ouvinte/telespectador perceber que, apesar de tudo, a situação é ainda muito melhor do que era no tempo em que os perdedores governaram o país. É preciso esconder como era no tempo dos tucanos e impedir que se façam comparações.

  • Estou estarrecido…..Jales é o paraíso!

  • Jalense

    muitos fatores, externos e internos, contribuiram para isso durante o governo trabalhista do PT, apenas cito alguns: universalização do SIMPLES NACIONAL e criação do MEI, que isentam a empresa optante do pagamento do INSS do empregado, aumentando a formalidade do emprego e da criação de novas empresas… Austeridade na fiscalização trabalhista tirando crianças e adolescentes, no cumprimento do ECA, de sub empregos sem registro em carteira, formalizando os de adultos…

  • anonimo

    nem empresas existe aqui;

Deixe um comentário para cardosinho Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *