JALES: INDÚSTRIA E COMÉRCIO ABREM EMPREGOS. AGROPECUÁRIA E CONSTRUÇÃO CIVIL FECHAM

O Ministério do Trabalho divulgou ontem os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), relativos a outubro. E Jales até que foi bem, com a abertura de 162 novos empregos com carteira assinada. Foi o segundo melhor resultado do ano, atrás apenas de fevereiro, quando foram gerados 226 novos empregos. Com o saldo positivo de outubro, a cidade chega a 397 postos de trabalho gerados em 2018.

Votuporanga, que gerou 553 novos empregos em outubro, foi a melhor da região. No ano, a economia votuporanguense já gerou 1.806 empregos. Em Fernandópolis, outubro terminou com 121 novos empregos, o que resulta, no ano, num total de 336. Menos que Jales, portanto.

De seu lado, Santa Fé do Sul – com 209 admissões e 208 demissões – apresentou saldo positivo de apenas um único novo emprego em outubro. No ano, porém, o saldo é bem negativo, com o fechamento de 518 postos de trabalho. É o pior desempenho da região.

Em Jales, quem mais gerou empregos, em outubro, foi a indústria, com 138 vagas. O comércio veio em seguida, com a criação de 65 novos empregos. Já a Agropecuária, com 39 empregos fechados e a Construção Civil, com 12, foram as decepções de outubro.

Por sinal, os dois setores decepcionaram em todo o Estado de São Paulo, onde, juntos, fecharam mais de 8.100 postos de trabalho. Apesar do resultado negativo da Agropecuária e da Construção Civil, o estado abriu 11.349 novos empregos formais em outubro, a maioria deles (9.181) no Comércio.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *