JALES REGISTROU TEMPERATURA MAIS ALTA DO ESTADO NA SEGUNDA-FEIRA

Segundo o site Metsul, especializado em Meteorologia, a temperatura superou 40ºC no estado de São Paulo nessa segunda-feira (28). E a máxima anotada ontem no estado pela rede do Instituto Nacional de Meteorologia se deu aqui em Jales, com 41,1ºC.

Os termômetros indicaram ainda 39,7ºC em Votuporanga, 39,6ºC em Barretos, 39,2ºC em Ituverava, 39,1ºC em Lins e Ibitinga, 38,9ºC em Pradópolis e 38,5ºC em Ariranha.

Pior: segundo o Metsul, o calor mais intenso só está começando e poderá quebrar recordes, atingindo níveis sem precedentes no estado de São Paulo.

O site está projetando que na segunda metade desta semana, especialmente entre sexta-feira e sábado, o interior de São Paulo poderá ter máximas de 42ºC a 44ºC, não se descartando até 45ºC em um ponto ou outro. 

Só nos resta torcer para que Jales não seja um desses pontos, mas…

6 comentários

  • Carlos

    Desculpem a minha ignorância, mas de alguma forma o Município de Jales – SP poderia adotar políticas públicas para a diminuição do calor na cidade (ex. plantio de árvores na área urbana, limitação de construção em imóveis, adoção de telhados brancos nas edificações, etc)?

  • Quem é o candidato ?

    Me disseram que temos aqui na cidade um candidato à prefeito pelo PV (partido verde), tai, vote nele quem ganha a eleição, e as suas idéias sejam aproveitadas, agora, se perguntar quem é o candidato, NÃO sei, NÃO vi, desconheço esse cidadão, será que só EU não conheço este abençoado ?.

  • GUSTAVO ALVES BALBINO

    Peço licença ao dono do Blog para responder:
    Ignorância nada Sr Carlos, a pergunta é bem vinda.
    Existe algumas medidas paliativas, mas creio que o calor excessivo é devido ao Aquecimento Global (há quem discorde), que foge um pouco da alçada dos jalesenses.

    Mas veja: se andar pelo centro comercial de Jales verá que a faixa central da Av. Francisco Jalles não tem vegetação arbórea, desconsiderando as palmeiras imperiais plantadas após a revitalização do centro (preferiram as palmeiras em detrimento dos Oitis). Contudo, os comerciantes também tem a parcela de culpa, uma vez que preferem cortar as árvores para evidenciar as suas fachadas comerciais.

    É triste o calor que os comerciantes e consumidores sofrem no centro comercial.

    Um exemplo notório como medida mitigadora do calor é a Lei Municipal 3.686/2009 que implantou o Programa IPTU Verde, garantindo desconto no IPTU de até 7% ao cidadão que realiza, dentre várias medidas previstas, a separação de resíduos sólidos (lixo reciclável), arborização no calçamento ou que possui sistema de aquecimento hidráulico solar (captação da luz solar para aquecimento da água evitando o uso excessivo do chuveiro elétrico),

    Ao interessado deve procurar a Secretaria do Meio Ambiente e protocolar o pedido de concessão do benefício (curiosamente, até amanhã, dia 30/setembro para que o benefício tenha validade no ano seguinte – art. 7º).

    Mas o ser humano é egoísta (não todos). Preferem cortar as árvores pra não ter q varrer as folhas ou ainda, pra que outro não usufrua da sombra, acreditando que ela seja de sua propriedade.

    O art. 225 da Constituição diz que o Meio Ambiente é “bem de uso comum do povo” e não de um particular.

  • rachadinha raspadinha

    enquanto isso , lá nos predinhos do paraiso a SINDICA ASSASSINA DE ARVORES E NINHOS, mandou cortas todas ate onde foi possivel. não cabe notificaçao pela prefeitura? a culpa eram as folhas que caem,

  • Eu

    Selo Azul e Verde perdemos até para o distrito de Bandeirantes D’Oeste.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *