JORNAL DE JALES: BISPO JÁ DIZIA, EM 1997, QUE PRIVATIZAÇÃO DA VALE PODERIA TRAZER DANOS AO MEIO AMBIENTE E CAUSAR TRAGÉDIAS

Eis a capa do Jornal de Jales deste domingo, cuja principal manchete destaca o relato da jalesense Thaís Larissa Castanheira, que está trabalhando como voluntária em Brumadinho. Thaís é médica veterinária e professora do Instituto Federal Norte Minas, em Salinas. Ela e outros dois colegas veterinários estão no Parque da Cachoeira, na zona rural de Brumadinho desde o dia 30 de janeiro. Além da lama, os voluntários já tiveram que enfrentar uma tempestade que provocou correria e gritaria entre eles, mas, segundo Thaís, nos momentos de pânico o lema era “ninguém solta a mão de ninguém”. Ela relata que o voluntariado tem sido “a maior experiência de humanidade que eu tive na minha vida”.

O jornal traz reportagem com a (o) jovem que foi batizada com o nome de Mariela Paula Rodrigues, mas, desde pequena queria ser chamada de Matheus. Assim como a Thammy Miranda, Mariela tinha o desejo de se tornar homem e conta como isso está acontecendo, em postagens nas redes sociais. Ela (ele) espera concluir sua transformação com uma cirurgia, depois de passar pelo acompanhamento de uma psicóloga e um endocrinologista. Em entrevista ao jornal, Mariela – ou Matheus – conta que as postagens tem como objetivo orientar pessoas trans, como ela, sobre a forma correta de fazer a mudança.

A entrega das 99 casas populares do conjunto habitacional “Honório Amadeu”, marcada para o próximo sábado; as condições climáticas em Jales, que, em janeiro, teve pouca chuva e temperaturas altas; e a experiência do estudante Odir Nunes, ex-aluno da EE “Juvenal Giraldelli”, como jovem embaixador nos Estados Unidos, são outros assuntos do JJ. No editorial, o jornal lembra que, em 1997, o bispo dom Demétrio Valentini defendeu o então bispo de Mariana, dom Luciano Mendes de Almeida, que era contra a privatização da Vale do Rio Doce e, por isso, teve que enfrentar a fúria do mais poderoso ministro do governo FHC, o falecido Serjão Motta.

Na coluna Fique Sabendo, o jornalista Deonel Rosa Júnior informa que, na Prefeitura, o ano vai começar pra valer a partir da próxima terça-feira, 05, quando o prefeito Flá e o vice Garça irão se reunir a portas fechadas com todos os secretários municipais. Segundo o colunista, prefeito e vice pretendem passar um pente-fino em todos os setores da administração e fixar metas para os dois últimos anos de mandato. De acordo com Deonel, Flá estaria incomodado com o hábito de alguns secretários que costumam tomar o tempo do prefeito com questões rotineiras, que poderiam ser resolvidas no âmbito das respectivas secretarias. 

5 comentários

  • Tudo, culpa do governo!

    Sempre, após uma tragedia como essa de Brumadinho, aparecem a midia, a classe poliitica, os religiosos, e até a empresa causadora do desastre para arrumarem um culpado.
    Noticiar que um bispo já dizia que a mais de 21 anos atras que iria causar uma tragedia é uma idiotice. Alem disso colocar culpa na privatização da Vale é de uma estupidez absurda! Ou quer puxar o saco da Igreja, partidária ao PT? Já sei, os petistas eram contra a privatização.
    Pois vejamos, se a barragem fosse estatal, certamente que pagaria esses imensos custos seriamos nós!
    Só isso! Já basta.

  • mané

    Tudo , culpa do governo você é um Zé ninguém, ou seja és um bosta, reconhecível só pela sua escrita seu escroto.

    • Tudo, culpa do governo! (2)

      Mané
      Obrigado por ler os meus comentários. Você é meu fã pois sempre me critica. Continue assim.
      É uma pena que não tem nível para discutir o assunto por isso xinga.
      Deve ser porque é um mané.
      kkkkkkkkk

  • Machadinho

    Por falar em Prefeitura, quando é que a prefeitura vai parar de fechar no horário do almoço para facilitar a vida de toda a população de Jales e região, para 90% das pessoas que trabalha só resta apenas o horário do almoço para irmos até a Prefeitura sanar nossas pendências, mas infelizmente esse horário a gente da com a cara na porta, alen do mais tem que escolher entre almoçar e ir na Prefeitura.

  • ViInho do aeroporto

    Esse bispo partidário era conselheiro do PT pq não exigiu uma fiscalização maior?
    Falar até papagaio fala!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *