JORNAL DE JALES: CASA DA CRIANÇA FOI VENDIDA POR R$ 900 MIL

capa JJ 14.02.16No Jornal de Jales deste domingo o principal destaque é para a CEI da Merenda Escolar, cujo relatório final, do vereador Luís Rosalino(PT), será lido na sessão da Câmara dessa segunda-feira. O relatório deverá apontar um prejuízo de R$ 770 mil aos cofres públicos, no período de março a dezembro de 2014, em função da troca da empresa responsável pela alimentação escolar e de um reajuste de 25% nos preços da merenda.

Destaque, também, para a Vara do Trabalho de Jales, onde os volumosos processos em papel tendem a desaparecer nos próximos anos, dando lugar aos processos eletrônicos. Segundo o diretor Norton Luís Bechtlufft – que está de volta a Jales depois de três anos na Corregedoria do TRT, em Campinas – o modelo de processo digital implantado na Vara de Jales vem sendo bem assimilado pelos advogados mais antigos, enquanto os novos não tiveram nenhuma dificuldade.

A visita que o novo bispo, dom Reginaldo Andrietta, fez ao prefeito Pedro Callado; o reinício das aulas para 3.250 alunos das escolas estaduais e outros 3.400 das escolas municipais; as reformas que estão sendo feitas no Estádio Municipal, patrocinadas por um investidor; e os planos de dois jovens desenhistas que pretendem abrir uma escola de arte em Jales, são outros assuntos do JJ.

Na coluna Fique Sabendo, o jornalista Deonel Rosa Júnior está confirmando que a venda do prédio da Casa da Criança já aconteceu. Segundo o colunista, a transação só não foi divulgada oficialmente pelo presidente da entidade, Renato Preto, porque ainda restam pendências com relação à documentação. O comprador, de acordo com Deonel, foi o empresário Geraldo Mecchi, que teria pago cerca de R$ 900 mil pelo imóvel. 

8 comentários

  • Anônimo

    900 mil pela casa da criança? Qual será o destino desse dinheiro?
    Reajuste de 25% na merenda não pode não, mas parece que o reajuste seguinte de 35% está podendo. Fica difícil entender essa matemática.

  • DESCONTENTE

    VALOR DA VENDA NÃO CONFERE . SEGUNDO OS CORRETORES DO NEGOCIO , O VALOR FOI DE 800 MIL REAIS .POIS SEGUNDO DISSERAM , GANHARAM 24 MIL REAIS DE COMISSAO ,REFERENTE A 3% DA NEGOCIAÇAO . VALOR ESTE QUE FOI DIVIDIDO PELOS TRES CORRETORES ,TOCANDO A CADA UM O VALOR DE 8 MIL REAIS PAGOS A VISTA . ALGUMA COISA TEM DE ERRADO.

  • Anônimo

    Tinha que pergunta pró vereador quanto foi desviado na época em que sua muie trabalha vá na merenda!! Colocar em suspensão isso e fácil meu, vereador de 200 votos revanchista, queria ver as contas da época do governo PT!!!

  • Zagalo

    Eiiiiiiiita Jales. Povinho MEDÍOCRES.
    Vivemos em um mundo de mentiras, falsos sentimentos, atitudes forçadas, hipocrisia. Tenho a impressão de que o mundo é montado, tem roteiro, personagens…. pura ficção. É só uma impressão. Observo tudo ao meu redor com muita atenção e cada detalhe é considerado, e o que eu vejo? Sorrisos fingidos, amores traídos, gente pisando em gente, um ar contaminado pela inveja. O motivo da minha felicidade é que às vezes me deparo com pessoas de verdade, que olham no olho, são transparentes, sem mistérios. Elas são aquilo que se mostram para você. Estas pessoas de caráter admirável e sentimentos puros não se deixam levar pela onda de falsa devoção. O jeito é respirar fundo e ficar atenta àqueles que realmente fazem a vida valer a pena.

  • Luis

    U é vocês não sabem de tudo?
    Alguma coisa está certo ou errado kkkkkkkkkkkkkkkk.

  • Luis

    Em vês de se preocuparem com está entidade, nossa cidade tem mais prioridades:
    1. Empresa processando a prefeitura em mais de 80.000.
    2. Supostamente irregularidades na merenda 700.000.
    3. Asfalto.
    4. Saúde.
    5. Várias entidades estão se f…e ninguém fala…
    6. Mortes de recém nascidos e todos mudos, só no ano passado foram 5.
    Poderia ficar o dia inteiro escrevendo sobre vários problemas.

  • timelo rego

    essa cidade ainda vai se chamar GERALDÓPOLIS , o que nao é dele é do sakashita

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *