JORNAL DE JALES: DIRETORIA DA FUNEC OPTOU POR PRÉDIO DA UAB PARA INSTALAR CURSO DE DIREITO

DSC01288Eis a capa do Jornal de Jales deste domingo, que está destacando a interdição da ponte sobre o rio São José dos Dourados, entre Pontalinda e Auriflama. Segundo o jornal, as chuvas dos primeiros dias de janeiro já superaram a média do mês. A interdição não tem data para acabar. Os motoristas estão sendo obrigados a procurar rotas alternativas para chegar a Araçatuba e a mais recomendada pela Polícia Rodoviária é por Votuporanga.

Destaque também para a blogueira e cronista Luiza Elisabeth que pretende escrever um livro sobre a maior fraudadora do INSS, a famosa Jorgina Freitas. Advogada especializada em direito previdenciário, Jorgina foi a principal personagem do escândalo que movimentou o final dos anos 80. Condenada, ela já cumpriu pena e agora está disposta a dar sua versão para o caso. Luiza, que é conterrânea e amiga de Jorgina está no Rio de Janeiro gravando depoimentos para o livro.

O caso do senhor Roque Castardo, estudante do curso de História da Unijales, que colou grau aos 84 anos de idade; as novidades sobre a Facip 2016, que poderá ter o cantor Wesley Safadão em sua grade de shows; o sorteio da promoção de Natal da ACIJ, que premiou uma jalesense com um carro zero; e os planos do investidor Ailton Rodrigues de Pádua para a volta do futebol profissional em Jales, são outros assuntos do JJ.

Na coluna Fique Sabendo, o jornalista Deonel Rosa Júnior está informando que a diretoria da Funec, de Santa Fé do Sul, praticamente já bateu o martelo com relação ao prédio escolhido para instalação do curso de Direito em Jales. De acordo com Deonel, os dirigentes da Funec gostaram do prédio e da localização da Escola “Elza Pirro Viana”, mas optaram pelo antigo prédio do CAIC, onde funciona o polo da UAB de Jales, cujas salas têm capacidade para receber até 70 alunos.

5 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *