JORNAL DE JALES: EX-TESOUREIRA ÉRICA CARPI ESTÁ TENTANDO SE REDIMIR DOS PECADOS EM UMA IGREJA EVANGÉLICA

Eis a capa do Jornal de Jales deste domingo, cuja principal manchete destaca a tragédia que matou três jovens profissionais da saúde e enlutou três cidades – Jales, Mesópolis e Marinópolis. Duas delas -a médica Chimeni Campos e a dentista Luciane Leiko Suegai Kanawa – moravam em Jales, enquanto a terceira vítima, Luély Carla de Souza, era de Marinópolis. Em Mesópolis, onde elas prestavam serviços à Prefeitura da cidade, foi decretado luto oficial. O acidente que matou as três ocorreu em uma vicinal que leva a Mesópolis, quando elas estavam indo para o trabalho. O veículo em que viajavam levava mais duas pessoas, que escaparam com vida: o ex-vereador de Jales, Sérgio Nishimoto, e o funcionário da Sucen, Guilherme Matos Motta.

Destaque, igualmente, para o Sindicato dos Comerciários de Jales e região, que distribuiu mais de 800 kits escolares para filhos de comerciários de Jales e Santa Fé do Sul, com o objetivo de contribuir para a redução de gastos das famílias neste início de ano. O projeto educacional do Sindicato inclui, ainda, outros benefícios, como o curso de inglês de alto nível totalmente gratuito para filhos de associados com idade entre 09 e 16 anos. Os filhos de comerciários que não se encaixam na faixa de idade entre 09 e 16 anos também podem curso de inglês, com desconto de 50% nas mensalidades, conforme destacou a presidente do Sindicato, Maria Ramires.

O lançamento, no sábado, 12, de dois loteamentos de alto nível que irão comercializar quase 180 lotes nas proximidades do Hospital de Amor; a posse do novo presidente da Associação dos Engenheiros da Região de Jales, Fábio Andreu de Aro, que assumiu o cargo pregando a união regional; as experiências vivenciadas pelos 36 voluntários que participaram da 1ª Missão Univida na Amazônia; e os falecimentos da professora Jandyra Graziani Polizio, a dona Janda, aos 100 anos, e do radialista Nelson Iglesias, aos 76 anos, são outros assuntos do JJ.

Na coluna Fique Sabendo, o bem informado jornalista Deonel Rosa Júnior relata que a ex-tesoureira da Prefeitura de Jales, Érica Cristina Carpi, figura central na Operação “Farra no Tesouro”, estaria tentando espiar seus pecados em uma tradicional e rigorosa igreja evangélica da cidade. Fontes do colunista garantem que ela estaria se convertendo e frequentando os cultos da Congregação Cristã do Brasil, no templo da Avenida “Francisco Jalles”, ao lado do viaduto. Deonel está informando, ainda, que a irmã de Érica – Simone Carpi, igualmente envolvida nos malfeitos contra os cofres públicos – também estaria se voltando para a espiritualidade.

8 comentários

  • Pedro Valdemir Botton

    Somente uma atitude poderá redimi la devolver o dinheiro roubado do povo de Jales !

    • Mara

      Enquanto rica e ladra ela era Católica com namoros com o espiritismo, conforme ela mesma dizia pra gente. Frequentava ambas as religiões. Agora que a grana preta cessou nem nas evangélicas ela pode ir, a unica que nunca pede dinheiro é a Congregação mesmo, escolheu o lugar certo pra pobre buscar redenção pelos erros, lá pobre pode ir.

      • Mauro

        Seria melhor escolher as pedras preciosas de João de Deus, os desvios e crimes sexuais de Maury Rodrigues da Cruz, diretor presidente da Sociedade Brasileira de Estudos Espíritas (SBEE), a riqueza sem impostos de Edir Macedo, ou os milhões desviados da diocese de Formosa pelo bispo José Ronaldo Ribeiro, o vigário-geral e outros quatro padres que desviaram anualmente R$ 1 milhão. Criminoso precisa procurar criminoso.

  • jumento que votou em bozonaro

    igreja evangélica é refugio para porcarias.

  • O

    As Igrejas tem portas abertas a qualquer que queira entrar. Entra até cachorro se nao tocar pra fora. É aberto ao público. Qualquer igreja é aberta ao público. Vou em várias quando me convém e sou bem recebido em todas, sem ser menbro de nenhuma.
    Ja a Prefeitura é publica, mas os cachorros são colocados em cargos por outros cachorros para ganhar salários e fazer falcatruas, e viram membros da corporação. Kkkkkkkk

  • Marcelo

    kkkkkk, escolheu o lugar errado, lá não gira dinheiro nenhum e o sistema é bruto e sistemático, não vai ter jeito dela roubar nadinha de nada. kkkkkk. Será que ela está falando serio esse negocio de conversão? Porque lá não prega nada sobre dinheiro ou ficar rico. Já frequentei dois anos essa igreja e não consegui virar membro, muito serio o negocio, preferi um lugar mais de boa por enquanto. Acho que logo ela desiste tbem e vai pra universal. kkkkkk

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *