JORNAL DE JALES: JUSTIÇA DO TRABALHO HOMOLOGA ACORDO FIRMADO ENTRE RECLAMANTE E ADVOGADA ATRAVÉS DO WHATSAPP

capa JJ 17.07.16No Jornal de Jales deste domingo, o principal destaque é uma inovação da Justiça do Trabalho, que está usando a tecnologia para facilitar o fechamento de acordos.  Segundo a notícia, o Fórum Trabalhista de Jales conseguiu fazer as duas partes de um processo chegar a um acordo através do WhatsApp. As  conversas a distância envolvendo uma reclamante e uma advogada através do aplicativo – que duraram cerca de 22 minutos – foram printadas e anexadas ao processo digital, já como documentos oficiais. A homologação do acordo foi feita pela juíza Daniela Renata Rezende Ferreira Borges.

Destaque, também, para o encontro  realizado pela comunidade LGBT de Jales, no sábado passado. Segundo o jornal, parte da comunidade – que reúne lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros – resolveu sair do armário e se mostrar à luz do dia, sem medo de discriminação. Ainda sobre o assunto, o jornal traz um texto da cientista social jalesense Carla Ayres, que integra a comunidade LGBT, onde ela diz que “depende de nós botar a cara no sol e enfrentar a sociedade”.

O acordo entre PV e PSDB que redundou na indicação do empresário Bexiga como candidato a vice na chapa do prefeito Pedro Callado; a visita que o secretário-adjunto de Saúde do Estado, Wilson Pollara, fez ao Hospital de Câncer; a festa da torcida organizada “Mancha Verde” de Jales; e a prisão de quatro homens que foram  flagrados roubando cachos de banana, em Marinópolis, são outros assuntos do JJ.

Na coluna Fique Sabendo, o jornalista Deonel Rosa Júnior está aconselhando o prefeito Pedro Callado a ficar ligado, uma vez que, segundo interlocutores de Nice Mistilides, a ex-prefeita ainda não desistiu de recuperar a cadeira que lhe foi tomada pela Câmara. Segundo o informante do colunista, a confiança de Nice em um recurso interposto no TJ-SP é tamanha que ela acredita que voltará a se refestelar na cadeira dentro de, no máximo, 15 dias. Era só que faltava!

7 comentários

  • Candidatos e sua$ negociata$

    Certamente o prefeito aposta no dinheiro do empresário Bexiga que poderá se beneficiar, no custo de sua campanha, e esqueceu da sua impopularidade.
    Acredito que os candidatos Flá e Calado, gastarão, no minimo R$ 500 mil (cada um) na campanha logo o prefeito se preocupa com isso.
    Flá já negociou as coligações, com vários partidos, portanto já entregou varias secretarias, porem deverá vender algumas para empresários que queiram investir em sua candidatura.
    E´o famoso “toma lá, dá cá”

  • Adriana

    O pior é que, me desculpem a ignorância, mas o que o futuro vice do dr. Calado fez para Jales a não ser gerenciar a Facip? Infelizmente, estamos ficando sem opções de cidadãos que realmente querem fazer algo para que Jales pare de patinar e volte a crescer e ter dignidade….o que vemos é só interesses políticos e pessoais….triste.

  • João gabriel

    Callado e Bexiga, tem meu voto, são extremamente competentes e responsáveis, não tem o que falar deles, é o que Jales precisa, de pessoas honestas.

  • kkkkkkkkkkkk

    Joao gabriel vc é o unico no facebook e aqui que esta defendendo os 2 , a tetinha vai ser boa hein

  • Zé e Frá = Richer Lira

    Urgente, filho do presidente do Sindicato é Funcionário do Frá na CDHU, Richer Lira que era funcionário do Frá na CDHU agora é funcionário do Sindicato. Resume-se, Zé e Frá, que vergonha, Mato Grosso você não é o tal, porque você não critica isso, em rabo preso em.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *