JORNAL DE JALES: LUÍS HENRIQUE PROMETE REFORMA ADMINISTRATIVA E CORTE DE GASTOS

Eis a capa do Jornal de Jales deste domingo, cuja principal manchete destaca que o prefeito eleito, Luís Henrique Moreira(PSDB) está anunciando uma ampla reforma administrativa na Prefeitura de Jales. Em entrevista ao jornal, ele disse que “em relação ao enxugamento da máquina, pretendemos gerar economia aos cofres públicos desde uma simples conta de telefone, revisão de contratos já existentes, manutenção em geral, dentre outras medidas administrativas que com certeza vai gerar um resultado de economia aos cofres públicos. LH disse, ainda, que a vice-prefeita Marynilda Cavenaghi será seu braço direito.

O jornal está destacando, também, a eleição de três jalesenses para as câmaras municipais de Formosa(GO), Florianópolis(SC) e Araraquara(SP). Uma delas é a delegada de polícia Fernanda Lima, que passou para a história da cidade de Formosa ao ser eleita com a maior votação entre mais de 200 candidatos. Outro conterrâneo que se deu bem nas urnas foi o petista Paulo Paes Landim, reeleito para a Câmara de Araraquara aos 61 anos. A terceira jalesense eleita em outras plagas é a cientista social Carla Ayres, que, nas eleições de 2016, ficou na suplência e, nestas eleições de 2020, foi a candidata mais votada do PT de Florianópolis, com 2.094 votos.

Os estreantes eleitos para a Câmara Municipal de Jales, que serão maioria no Legislativo; a romaria dos 60 anos da Diocese, que acontece neste domingo com a realização de uma carreata; o alerta da ACIJ para os golpes que estão acontecendo em Jales no pagamento de boletos; o falecimento da professora Zuleika Carvalho, primeira presidente da APAE de Jales; o falecimento do advogado Fernando Neto Castelo, também colaborador da APAE; e o caso de uma mulher que caiu em um buraco de sete metros de profundidade, na ponte que liga o São Judas ao Jardim do Bosque, são outros assuntos do JJ.

Na coluna Fique Sabendo, o jornalista Deonel Rosa Júnior comenta que o empresário e professor Rivelino Rodrigues(PP) voltou com força à cena política local, obtendo 809 votos, o terceiro mais votado. O colunista ressalta que Rivelino é do ramo em termos de campanha e lembra que ele foi o pioneiro no uso das redes sociais em campanhas eleitorais em Jales tendo estreado em 2000. Deonel não citou, mas, por conta desse pioneirismo, Rivelino ganhou do vereador Cartucheira o sarcástico apelido de “dabliu, dabliu, dabliu”. Cartucheira não botava fé nessa história de internet e rede social. 

7 comentários

  • Cássio Venturini

    Primeira coisa o político tem que para de ser hipócrita qualquer cidadão JALESENSE sabe se muito bem quem determina o nome do Prefeito em Jales SP JALES SP tinha dois PSDB o que o nobre recém eleito prefeito fez simplesmente nada aumentou ainda + o racha espero que não seja um prefeito recebe comando tipo controle remoto de televisão.Preste atenção população JALESENSE hipótese João Dória governador vem a Jales SP o líder do Governo na ALESP não pode pega o microfone fui claro fazer discurso etc pois a cidade tem dona…que tem juízo (Senhor Prefeito)obedece caso ex prefeita foi um grande Exemplo defenestrada do cargo política não justifica.. Jales SP tem grande DIVISÃO ou SEPARAÇÃO um setor apolítico vai gritar por aqueles que não tem vez e voz este vai saí da mansão para mostrar a este ou estes políticos mandou vender .O Tempo será o JUIZ.

  • Eloisa

    O Luiz Henrique Moreira tem 4 anos pra contar a história dos cheques…c não o ministério público conta antes.

  • jose pereira

    Eu também NUNCA entendo o que esse rapaz escreve,
    Cardoso, não tem como colocar um tradutur kkk

  • mimimi

    Todo eleito diz a mesma coisa, que o Vice é o braço direito esquerdo e atuante, que vai cortar gastos verificar contratos enxugar a maquina, vai fazer e acontecer, etc etc etc é sempre o mesmo bla bla bla e quando o mesmo senta na cadeira ai paaaaah

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *