JORNAL DE JALES: PROMOTORIA VAI APURAR RESPONSABILIDADES POR PROBLEMAS EM CASAS DE CONJUNTO HABITACIONAL

Eis a capa do Jornal de Jales deste domingo, cujo principal destaque é o inquérito civil instaurado pelo Ministério Público de Jales para apurar responsabilidades sobre os problemas que afligem os moradores do conjunto habitacional “Honório Amadeu”. A matéria diz que o promotor Wellington Luiz Villar deu 30 dias de prazo para que a CDHU se manifeste nos autos do inquérito, que foi aberto a partir de representação protocolada por uma moradora – Vânia Maria de Góis – junto ao MP. O promotor deseja saber por que as casas construídas no conjunto apresentam tantos defeitos e por que os preços das parcelas cobradas dos mutuários estão em escala ascendente. Além da notícia, o assunto também é tratado no editorial do jornal.

O jornal traz, também, um texto da jornalista Marina Nossa Neto, que fez uma análise da ação desencadeada pelo Facebook contra as chamadas fake news, que resultou na remoção de diversos perfis falsos ligados a integrantes dos gabinetes do presidente Jair Bolsonaro e seus filhos. O texto diz que “desde a eleição de Bolsonaro em 2018, todo mundo já recebeu ao menos uma mensagem de linguagem tosca e gosto duvidoso nos grupos ou linhas do tempo de amigos e familiares relacionada a algum tema espinhoso e distorcido, com viés ideológico carregado de discurso de ódio”.

As novas variedades de uvas produzidas em Jales, que estão agitando o mercado e chamando a atenção da mídia especializada; a apreensão, pela Polícia Militar das regiões de Jales, Fernandópolis, Votuporanga e Santa Fé do Sul, de mais de meia tonelada de drogas durante o mês de junho; a Missão Univida, presidida pelo padre Eduardo Lima, que levou mais uma vez, apoio e ajuda humanitária a indígenas da região de Dourados-MS; o assassinato de uma mulher de Fernandópolis, asfixiada pelo marido, e as dicas da delegada Fernanda Lima, titular da Delegacia da Mulher de Formosa-GO, para ajudar as mulheres em situação de violência doméstica, são outros assuntos do JJ.

Na coluna Fique Sabendo, o jornalista Deonel Rosa Júnior comenta que a campanha eleitoral deste ano nem começou, mas a temperatura anda elevadíssima nos bastidores da política jalesense. O colunista diz que “embora os grupos concorrentes não demonstrem publicamente, sabe-se que está rolando um festival de golpes abaixo da linha da cintura e, se o ambiente continuar assim, a Justiça Eleitoral vai ter muito trabalho”. Deonel comenta também as observações de um leitor que acompanhou atentamente a manifestação de moradores na porta da Câmara. Segundo o leitor, o vereador Macetão tentou, por três vezes, fazer os manifestantes gritarem “Fora Flá”, mas não conseguiu.  

20 comentários

  • SE CAVUCAR ACHA

    Vou dar a letra, se o MP cavucar direitinho vai achar uns trens isquisito nesta historia das casinhas. Vereador que não quer fiscalizar, o Flaco que ja foi do CDHU e não ta nem ai, etc,etc,etc…

    • Ana Barbato de Oliveira

      O prefeito Flá foi Gerente Regional da CDHU EM DOIS MIL E DEZESSEI (2.016) e a novela dessas casas começou em DOIS MIL E ONZE (2.011)

      PARA DE SER BURRO!

      • Casca de ferida

        Supostamente foi o superintendente do CDHU que liberou os 1.400.000 para fazer muro de arrimo no local, procure se informar melhor, pois ele tem conhecimento dos fatos desde o inicio.

  • Vereadores saem. Entra o Ministério Publico

    Depois que a Câmara dos Vereadores não quis “mexer na cumbuca” (risos) da construção ou CEI das 99 casinhas. O MP entrou em campo para “mexer nas feridas antigas”. Os vereadores já sabiam!
    O vereador Macetão tentou criar um clima contra o prefeito, em um ambiente próximo as eleições. Ao meu ver, Flá não tem culpa nenhuma. Ele pegou o abacaxi, no fim de seu mandato.
    Os vereadores sabem que próximo a eleição, não é hora de trabalhar para identificar culpados. Alem disso, será complicado e não trará os benefícios que os moradores do conjunto precisam e merecem.
    A unica solução será a empreiteira arrumar os problemas causados. Será que os donos tem dinheiro? Acho que não! Neste caso, vai virar um problema de justiça.
    Vai demorar!

    • Pintinho amArelinho

      Cara você e míope ou puxa do fra? É claro que o fraco tem culpa, ele foi superintendente do cdhu é arrumou 1.400.000 para fazer muro de arrimo e outras coisas! Aken do que existem rumores fortes que um parente dele ( eu sei que e com cu) que estav envolvido em receber o dinheiro que vinha da prefeitura para os falidos empresários! Será que o fra vai explicar isso ou vai falar que não e parente!?

      • Os vereadores saem ( 2)

        Pintinho amarelinho
        Em meu comentário, citei o Fla como prefeito.
        Se vc sabe alguma coisa deste caso, deveria ir ao ministério público e denunciar o superintendênte do CDHU, o Fla

      • Ana Barbato de Oliveira

        O prefeito Flá foi Gerente Regional da CDHU EM DOIS MIL E DEZESSEI (2.016) e a novela dessas casas começou em DOIS MIL E ONZE (2.011)

        PARA DE SER BURRO!

      • Rodrigues

        Gente, vamos falar a verdade. O nome do tal parente é Júnior. É preciso saber se ele recebeu mesmo e porquê ele assinou notas em nome da empresa. Não dá pra fazer ilação. Tem que saber a verdade.

    • Doutor Testa de Ferro

      Graças a sua ajuda não é doutor?

  • Defendo com unhas e dentes.

    Voce colocou a foto do jornal errado, kkkkk, o desejo de defender o prefeito é tão grande que é Jornal de Jales e colocou a Tribuna, kkkk

  • Coca-Cola Coke

    Cunhado do irmão do prefeito e marido da tia do prefeito são parente ou não???? Tô em dúvida agora até se vereador dono de posto pode vender combustível para abastecer ambulância da prefeitura! Coisas que parecem normais aqui nesta pacata urbe do interior de São Paulo!

  • Borracha 2020

    Este jornal tem as matérias diferentes do outro?? Qual será que temos que acreditar o do tio do Fraco ou o o outro! Só sei que borracha vai comer!

  • Jalesense

    Começou a campanha eleitoral com jogo sujo contra o Fla.

  • Grobu

    LH futuro prefeito de Jales.
    Dia 30 de dezembro de 2020 a turma do Fra e essa Câmara de vereadores vaza embora se Deus quiser.
    Não vamos reeleger nenhum desses políticos de Jales da atual administração.

  • bagunça na fazenda jales

    tem muito fumo para desenrolar, tem vereador que era sócio de empresa de terra pelanagem em 2012, tem presidente que não pediu estudo do solo. pelo jeito parini só deixou fumokkkk e ja tem candidato com 27 processo chequinho, de balsamo ui kkkk

  • Antonio Carlos Pinto

    UMA PERGUNTA QUE TEM QUE SER FEITA AOS LÍDERES DO CONJUNTO HABITACIONAL HONORIO AMADEU: ELES QUEREM A SOLUÇÃO DOS PROBLEMAS LÁ EXISTENTES OU QUEREM FAZER POLITICAGEM ? O QUE ESTÁ PARECENDO É CADA VEZ MAIS A OPÇÃO PELA POLITICAGEM E AÍ NÃO HÁ SOLUÇÃO A CURTO PRAZO.

  • Alonso Quijano

    Muito rolo dá nisso. A Fazenda Pública do Município de Jales é pequena e não abrange todas bocas que dela querem um pedaço. Quando aparece uma licitação de MILHÕES acaba virando oportunidade para os lobos e hienas. Muito triste ver um jornal manipular o noticiário,esconder nomes, distorcer fatos tudo para beneficiar um grupo político. Por isso que Jales continua andando pra trás. No máximo para o lado. Os poderosos fazendo de tudo pra se manter no poder.

  • Porteiro de Motel

    As máscaras do bom-micismo estão para cair. Aí eu quero ver este jornal tentando jogar terra sobre a bos** que virá. Vai faltar terra.

Deixe uma resposta para Alonso Quijano Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *