JORNAL DE JALES: SECRETÁRIO DE LUÍS HENRIQUE EXPLICA USO DE DINHEIRO DA COVID E DEIXA CLARO QUE FLÁ NÃO COMETEU ILEGALIDADES

Eis a capa do Jornal de Jales deste domingo, cuja principal manchete destaca as explicações do secretário de Fazenda, Ademir Maschio, sobre como tem sido aplicado o dinheiro destinado ao enfrentamento da covid. A explicação deixa claro que – ao contrário do que sugeriu o prefeito Luís Henrique Moreira, em entrevista radiofônica – o ex-prefeito Flá Prandi não cometeu nenhuma irregularidade ao usar parte do dinheiro para pagar os salários dos servidores. Ademir explicou que o governo federal liberou três repasses, sendo que o primeiro, de R$ 4,78 milhões serviu para compensar a perda de arrecadação da Prefeitura e podia ser usado livremente, inclusive para o pagamento da folha salarial. Apenas o terceiro repasse, de R$ 3,5 milhões, deveria ser utilizado exclusivamente na covid.

O jornal está destacando, também, as medidas tomadas pelos governos municipal, estadual e federal para ajudar os comerciantes que amargaram consideráveis prejuízos com a pandemia, por ficarem fora das chamadas atividades essenciais. Em nível municipal, o prefeito prorrogou o vencimento de taxas e impostos, atendendo reivindicação da ACIJ. Em nível estadual, o governador está liberando crédito para micros e pequenas empresas. Já o governo federal, de sua parte, está anunciando o adiamento do recolhimento de tributos para empresas.

O caso do servidor público municipal Ricardo Augusto Junqueira, que foi condenado a 5 anos e 10 meses de reclusão, sob a acusação de tráfico de drogas; o show virtual que mostrou músicas compostas pelo jalesense radicado em Ourinhos, Luiz Carlos Seixas; o falecimento do primeiro escritor jalesense, José Juca de Matos, que morreu sem publicar seu último livro; a memorável colação de grau dos alunos da Fatec-Jales, que foi realizada de modo remoto; e a morte de três jovens, vítimas da covid, são outros assuntos do JJ.

Na coluna Fique Sabendo, o jornalista Deonel Rosa Júnior está destacando a metralhadora giratória do deputado federal Fausto Pinato(Progressistas), que, ultimamente, tem mirado o presidente Bolsonaro. Segundo Deonel, o deputado voltou a ser notícia em matéria intitulada “Lua de mel de Bolsonaro com Centrão acaba”, do jornal O Estado de S.Paulo, na qual Pinato abriu sua mala de ferramentas. Ao jornal, o deputado confirmou que está havendo uma mudança no relacionamento do Centrão com o governo Bolsonaro. Segundo ele, o sinal de alerta “laranja” já está ligado e caminhando para o “vermelho”, caso não haja uma mudança no enfrentamento da covid. 

2 comentários

  • Bolsonaro e a sua impopularidade

    O deputado Pinatto tá querendo que o Bolsonaro devolva o Ceagesp para ele. Onde certamente o deputado Ganhou muito dinheiro.
    Essa briga passa pelo Centrão que segura o impeachment de bolsonaro. Por enquanto apoia bolsonaro. Mas Cobra Caro.
    Depois que o Centrão derrubou o ministro da saúde agora que derrubar outro ministro.
    Bolsonaro está sendo pressionado porque o centrão quer abandonar o barco. Exige o toma lá dá cá.
    O Brasil tá sem vacina, sem remédio, sem leitos hospitalares, com inflação subindo, desemprego subindo.
    Assim a popularidade de Bolsonaro caiu tanto que a pesquisa indica que o Lula está na frente.
    Assim centrão vai cair fora

  • A Lesma Lerda

    O prefeito de Jales confirmou em vídeo que vai decretar o fechamento de quase todos os estabelecimentos no Município. O decreto será abrangente e incluirá lotéricas,bancos e supermercados. As restrições também devem atingir pessoas físicas e valerão de terça a domingo. “Dessa vez, o decreto também vai atingir pessoas que desrespeitarem as regras”, alertou.
    Luis Henrique informou que entre a noite de sexta-feira, 26, e a manhã de hoje, domingo, mais quatro pessoas perderam a vida para a Covid-19, totalizando DEZ MORTES entre quinta e domingo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *