JUSTIÇA CONDENA NICE E EMPRESA DO LIXO A DEVOLVER DINHEIRO AOS COFRES PÚBLICOS

O juiz da 5ª Vara de Jales, Adílson Vagner Ballotti, proferiu na sexta-feira passada, 07, sua sentença sobre o processo em que a ex-prefeita Nice Mistilides e a empresa Proposta Ltda são acusadas de malfeitos nos serviços de limpeza e coleta do lixo. A ação proposta pelo Ministério Público foi julgada parcialmente procedente pelo juiz.

Nice e a empresa foram condenadas a devolver aos cofres públicos o valor do prejuízo apurado, além de pagar, solidariamente, um multa correspondente a duas vezes o valor do prejuízo. Nice teve, ainda, os seus direitos políticos suspensos por cinco anos, enquanto a empresa não poderá firmar contratos com o poder público pelo mesmo prazo.

A contratação da empresa Proposta, a falta de fiscalização dos serviços e os prejuízos causados ao erário público foram – os prezados leitores devem estar lembrados – o mote para a Câmara Municipal abrir uma CEI e cassar o mandato da ex-prefeita. Para a Justiça, porém, pelo menos uma das acusações feitas pela Câmara não ficou  comprovada.

Os prezados leitores devem estar lembrados, também, que a ex-prefeita e a empresa tiveram seus bens bloqueados até o valor de R$ 1,4 milhão, para cobrir os supostos prejuízos. Pois bem, o valor dos prejuízos comprovadamente apurados e que terão que ser devolvidos aos cofres públicos por Nice e a empresa estará na edição do próximo fim de semana de A Tribuna. Vocês irão se assustar com a quantia!

3 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *