JUSTIÇA FEDERAL DETERMINA BLOQUEIO DE BENS DE PARINI, VADÃO E OUTROS SETE INVESTIGADOS

parini chapeludoO Tribunal Regional Federal da 3ª Região determinou a indisponibilidade dos bens de nove réus envolvidos em contratação irregular de shows com a utilização de verbas repassadas pelo Ministério do Turismo (MTur) ao município de Jales.

Entre os acusados, estão o ex-prefeito Humberto Parini e o ex-deputado federal Etivaldo Vadão Gomes. Todos respondem a ação por improbidade administrativa devido ao mau uso dos recursos advindos de sete convênios firmados entre 2008 e 2010, que totalizam R$ 1.721.500,00.

Como os leitores deste blog estão carecas de saber, Parini está sendo acusado de contratar artistas sem licitação. A lei permite a contratação de artistas sem licitação, desde que diretamente com os próprios artistas ou com o empresário que os representa.

No caso de Jales e de várias outras cidades que se esbaldaram com o dinheiro do MTur – onde o deputado Vadão conseguia a liberação de verbas com certa facilidade – os artistas foram contratados através de empresas intermediárias, que ficaram com boa parte do dinheiro.

Contra o ex-deputado Vadão Gomes pesa a acusação de uso político da Facip 2010. Durante o evento, realizado seis meses antes da eleição, Vadão foi chamado à arena do rodeio e homenageado como “o amigo de Jales”.

Além disso, os espectadores foram obrigados, também, a ver um vídeo exibido nos telões do recinto, onde a atuação do deputado foi enaltecida.

Entre as cidades da região, Jales, com R$ 1,7 milhão, foi a que mais se beneficiou com as verbas do MTur. Estrela D’Oeste, que era governada pela mãe do deputado Vadão, ficou em segundo, com R$ 1,5 milhão. Ilha Solteira, governada pelo irmão e pela cunhada do deputado, foi beneficiada com R$ 1,2 milhão.

Além dos recursos para contratar artistas, o Mtur mandava, ainda, um dinheirinho para a publicidade dos eventos. E também aí a coisa desandava. A Facip 2009, por exemplo, teve R$ 177 mil para publicidade. Que quase ninguém viu.

Abaixo, os sete convênios assinados por Parini entre 2008 e 2010.

Evento
Valor do convênio
Artistas contratados
Empresas intermediárias
6° Arraial na Praça   (2008)
R$ 180.000
Elba Ramalho
Leandra Leon
Gilberto &   Eliane Estruturas Ltda
40ª Facip (2009)
R$ 720.000
Daniel
Gino e Geno
Jamil e Uma Noites
J.Bosco e Vinicius
Bruno e Marrone
Prime Produções   Culturais Ltda
 
Clássica Comércio e Produções Ltda
7° Arraial na Praça   (2009)
R$ 160.000
Rick e Renner
Erik e Léo
Rivaldo e Ricardo
Agnaldo José   Paglione e Cia Ltda
22ª Festa do   Motorista (2009)
R$ 160.000
Matogrosso e Matias
Di Paulo e Paulino
Agnaldo José   Paglione e Cia Ltda
7ª Festa da Uva   (2009)
R$ 105.000
Lourenço e Lourival
Luiz Guilherme e   Gabriel
C.T.R. Promoções e   Eventos Ltda
8° Arraial na Praça   (2010)
R$ 156.500
Batom na Cueca
Frank Aguiar
Maycon e Renato
C.T.R. Promoções e   Eventos Ltda
41ª Facip (2010)
R$ 240.000
Roupa Nova
Anísio Mioto   Eventos Ltda

8 comentários

  • FÉLIX (DA NOVELA)

    CARDOSINHO, CÊ NUM PRESTA MESMO HEIN, KAKAKAKAKA, QUE FOTO É ESSA DO PARINI DE CHAPÉU, QUASE MIJEI NAS CALÇAS DE TANTO RIR! TÁ PARECENDO O MAZAROPI, KAKAKAKAKAKAKAKKKKKKKKKKKKAKAKAKAKA.

  • Pit Bull

    Os desmandos só “explodem” quando deixa o poder. Coisa de justiça brasileira – “morosidade nas decisões” – que corrobora para a prática ilícita de outros políticos – vivemos essa experiência.

  • Anônimo

    Que notícia deliciosa. Chega de impunidade e desvios!!!

  • somos contra os politicos

    A historia da politica e’ muito engraçada, naquela epoca o Vadao nadava de braçada pois era do partido do ministro do Turismo e nao imaginava que um dia nao seria mais deputado portanto perderia a imunidade parlamentar.
    Naquela época, a camara de vereadores nao falava nada, e nao pediu para abrir CEI contra o Parini. Como se nao soubesse de nada.
    Agora com a Dilma, tudo mudou e a conta chegou pois o Vadao nao e’ mais deputado. E a Prefeita sem um processo condenatorio, estao falando em cassaçao.

  • Barrabás

    Não há provas contra o Parini nesse processo.

  • anonimo

    Pelo menos o Parini fez a festa, não esse fiasco que presenciamos ultimamente.

  • angela

    quem são os outros 7 acusados?

  • angela

    como se o governo de um possa compensar os erros de outro… tudo corrupto… assim como os pensamentos de alguns leitores desse blog

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *