LEITORA ALERTA PARA PERIGO DE BURACO EM RUA DO JACB

buraco jacb

A foto acima foi enviada por uma leitora. Ela mostra um pequeno buraco incrustado na paisagem de uma rua do JACB. A leitora enviou, também, um texto explicativo:  

Passando pelo bairro JACB, nas proximidades da famosa “Matinha”, na rua João Cardoso da Silva, me deparei com esse buraco no meio da rua. Por se tratar de uma rua bastante movimentada e  considerando que à noite a luminosidade não “ajuda”, esse buraco se tornou uma armadilha para os transeuntes em geral.

Aproveito também para dizer a calçada dos dois lados da via não tem como serem utilizadas pelos pedestres. De um lado o mato está “alto” e do outro é a “Matinha” onde galhos de árvores estão chegando no meio da rua.

Obs: Inclusive como pode ser visto nas fotos, moradores colocaram um galho para “sinalizar” o buraco.

6 comentários

  • O Prejudicado

    Esse é o luxo que a população tem da atual administração, sorriam o fim esta próximo!

  • dividas de cada dia

    Os amigos do blog se enganam pois pensam que se a prefeita sair, os nossos problemas acabarao.
    O problema da prefeitura e’ que nao tem dinheiro para comprar o asfalto.
    E’ um erro pensar que os funcionarios nao tampam os buracos porque nao querem.
    Nenhum prefeito pagara’ as nossas dividas com o seu salario.

  • JACINTO PINTO

    Cardosinho, qual o numero de telefone para pedir conserto de lampada na rua? em frente minha casa ta dando medo.

  • A eletro não está fazendo mais os reparos da energia publica,pois pagamos quase 4 reais por iluminação,agora é com a prefeitura,na minha rua tem 2 postes que estão sem energia.

  • Carlos

    Cardosinho, a avenida Lourival de Souza esta em grande parte na escuridão. Sao dois pontos, proximo a Apae e da Vila Mariana ate o final da avenida. Passei por la hoje e esta terrivelmente perigoso, isso sem contar aquela pontoe que tem logo depois da avenida para ir para o Nova Jales/ Jd Alvorada, esta estreita, escura, emburacada e sem proteção nas laterais, ali bobeou caiu no corrego.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *