MINISTÉRIO PÚBLICO APURA DENÚNCIA DE IRREGULARIDADES NO CONJUNTO HABITACIONAL “HONÓRIO AMADEU”

Com 99 casas, o conjunto “Honório Amadeu” foi inaugurado em fevereiro de 2019. Seus problemas começaram em 2011, antes da construção das casas, quando o então prefeito Humberto Parini escolheu um local totalmente inapropriado para doar à CDHU.

A notícia é do Jornal de Jales:

O promotor de justiça Wellington Luiz Villar, titular da 1ª Promotoria, instaurou Inquérito Civil para apurar ocorrência de dano ao consumidor por vícios de qualidade em casas populares construídas pela CDHU, localizadas no Conjunto Habitacional “Honório Amadeu”.

O representante do MP se manifestou em face de representação protocolada pela mutuaria Vânia Maria de Góis contra a CDHU.

Segundo a reclamante, as casas populares apresentam problemas de infiltrações, utilização de materiais frágeis e precários, pisos soltos e supervalorização dos imóveis no financiamento, o que redundou no aumento excessivo das parcelas.

4 comentários

  • Cadê o construtor das casinhas?

    Certamente é uma vergonha! Para o governo — que administra o CDHU que é um antro de corrupção. O fato dos moradores irem ao MP reclamar de erros de construção. As casas populares apresentam problemas de infiltrações, utilização de materiais frágeis e precários, pisos soltos.
    No minimo já deveria ter um processo, cobrando a construtora responsável pela construção.
    Onde estava a fiscalização? Deveriam mandar embora o fiscal da obra. Alem de arrumar estas anomalias de construção, a muito tempo.
    O CDHU sempre foi dominado pelas empreiteiras. Elas escolhem o presidente. Porque elas bancaram a campanha do candidato a governador. Dá nojo em falar isso.
    As grandes empreiteiras cartelizam o preço e dividem (ou escolhem) as grandes obras entre elas. É um circulo fechado entre elas. Ninguem entra!
    A supervalorização dos imóveis no financiamento, o que redundou no aumento excessivo das parcelas. Acho que vai ser difícil, os moradores reverter isso. Tem um contrato!
    Dependerá da boa vontade da justiça.

    • ISSO É ANTIGO

      CARO, ESSA SITUAÇÃO NÃO É DE HOJE, DESDE A ÉPOCA DO GOVERNADOR PAULO EGYDIO MARTINS, PAULO MALUF, E OUTROS MAIS, EXISTIA A ANTIGA CONESP, QUE SÓ CONSTRUIA, OU REFORMAVA ESCOLAS, CADA CONSTRUTORA TINHA A SUA ÁREA, CADA LICITAÇÃO JÁ ANTECIPADAMENTE JÁ SE SABIA QUEM SERIA O VENCEDOR, EM JALES TINHA UMA DESSAS CONSTRUTORAS, HOJE , O PROPRIETÁRIO UM PRÓSPERO AGROPECUÁRISTA.

  • Papai Noel da zona azul

    Só pra lembrar o atual prefeito foi o superintendente do CDHU durante um período e ainda foi o prefeito que terminou a obra! Colocar a culpa só nos empreiteiros (que estão fudidos diga-se de passagem) e muito mal caráter de quem quer que seja!!! Interessante também é que estás questão que o MP está investigando só apareceu agora porque a câmara quis abrir a CEI!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *