MORADOR DE JALES GANHA CARRO DA PROMOÇÃO “NA SANTA CASA EU BOTO FÉ”

A notícia é da assessoria de imprensa da Santa Casa:

No último sábado, 23 de setembro, aconteceu o sorteio da campanha “Na Santa Casa eu Boto Fé IV” que oferecia a chance de ganhar um Fiat Mobi 0km através da loteria federal. Na manhã desta segunda-feira, 25 de setembro, o setor captação de recursos apurou o número sorteado e o divulgou ganhador do veículo.

O sortudo foi o morador da cidade de Jales Antônio Sérgio Feltrin, personal trainner, que comprou um cupom para ajudar e ganhou com o número 23994 “Eu comprei para colaborar com o hospital, não esperava nada em troca, estou muito feliz pelo prêmio. Como o próprio nome da promoção diz: Na Santa Casa eu Botei Fé e ganhei o carro, que será muito bem utilizado”.

O provedor Junior Ferreira ficou muito feliz pelo ganhador “Eu entrei em contato com ele assim que apuramos o vencedor. Ele não estava acreditando e eu pedi para que viesse até a Santa Casa para registrarmos o momento, estou muito feliz por ser alguém conhecido na cidade” ressaltou o provedor.

Os colaboradores só tiveram acesso a informação do ganhador nesta segunda-feira, pois os canhotos da rifa estavam lacrados na caixa econômica em Jales desde sexta-feira 22 de setembro. A Santa Casa agradece a todos que adquiriram números para ajudar, vale lembrar que toda renda será revertida para suprir gastos da instituição.

6 comentários

  • Refinado

    Marcelo Odebrecht apresenta recibos que indicam doações ao Instituto Lula no valor de R$ 4 milhões
    Documentos foram anexados pela Polícia Federal a um inquérito da Operação Lava Jato. Segundo Marcelo, os valores saíram do setor de propinas da Odebrecht.

    CADE OS LULISTAS?

    • A doação entrou na contabilidade do Instituto Lula como doação oficial da empresa. Tanto é que o Instituto deu recibos da doação. Se o Marcelo tirou esse dinheiro do tal departamento de propinas, isso é problema dele. O Instituto – ou qualquer outro beneficiário de doação oficial – não tem obrigação de saber de onde o doador está tirando o dinheiro. Diferentemente do que ocorreu com FHC, que promoveu um jantar no Palácio para pedir dinheiro a empresas, quando ainda estava na presidência, visando fundar seu Instituto, o Instituto Lula só recebeu doações depois que ele deixou a presidência. Aliás, notícia do Valor Econômico, de hoje, explica melhor o que disse Marcelo Odebrecht. Eis trechos da notícia que, em momento algum, diz que Lula pediu algum dinheiro à Odebrecht:

      O empresário Marcelo Odebrecht afirmou que as doações feitas pelo grupo Odebrecht ao Instituto Lula tinham como “referência” doações que haviam sido feitas pela Odebrecht anos antes ao Instituto Fernando Henrique Cardoso, atual Fundação FHC.
      As declarações foram feitas em depoimento no âmbito da Operação Lava-Jato. O conteúdo das delações de Marcelo Odebrecht e de outros executivos e ex-executivos da empresa teve o sigilo retirado pelo ministro Edson Fachin na última terça-feira. Os políticos envolvidos nas suspeitas de propina e de caixa 2 formam a chamada ‘lista de Fachin’.

      A negociação, disse Marcelo Odebrecht, era feita com o ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci, e “tinha como referência o iFHC”

      Segundo ele, sua empresa entendia que era importante colaborar com o órgão que Lula estava montado após o mandato porque sabia que o petista continuaria sendo um personagem influente.

      A negociação, disse, era feita com o ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci, e “tinha como referência o iFHC”: “A gente tinha doado, não me recordo bem, acho que as [inaudível] empresas, uns R$ 40 milhões [a FHC]. Quando o Lula saiu, a gente sabia que a influência dele iria continuar”, explicou.

  • TUPETE

    REFINADO—onde esta no recibo o logotipo da Odebrecht, de quem é caligrafia desse recibo falsificado, de quem é a assinatura desse recibo falsificado, nesse recibo tem a assinatura de Lula, tem a assinatura de Okamoto presidente do Instituto Lula, ou de algum funcionário, o carimbo do Instituto não é o usado pelo mesmo, carimbo se faz em qualquer lugar.
    Então falta provar só isso, pois o que se quer é prova e não convicções.
    Ignorante aceita tudo principalmente quando a inveja , o ódio e o dinheiro entre em jogo n~;ao é Refinado e Moro?

    http://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/wp-content/uploads/sites/41/2017/09/recibo31jan-768×525.jpg

  • Julinho da adelaide

    NÃO ENTENDI O QUE TEM A VER A REPORTAGEM, COM OS COMENTÁRIOS…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *