MORADORES DO JARDIM MONTEREY VÃO AO MINISTÉRIO PÚBLICO PARA RECLAMAR DE POSTO

Um dia desses, recebi uma ligação, às quatro horas da manhã, de uma moradora do Jardim Monterey, que pediu pra que eu fosse até o bairro, naquele horário, e constatasse o inferno que estão vivendo os vizinhos do Posto Espacial. Eu fui. E pude constatar que as noites daqueles que moram mais próximos ao Posto devem estar sendo mesmo de muita insônia.    

Nem tudo, porém, está perdido: segundo estou sabendo, um grupo de moradores do Jardim Monterey deverá ser recebido nesta quarta-feira, 10, por um representante do Ministério Público de Jales. O assunto da reunião será a situação (baderna, drogas, prostituição, etc) denunciada pelos moradores e retratada em matéria do jornal A Tribuna, há duas semanas.

No domingo passado, o repórter Alexandre Ribeiro, de A Tribuna,  voltou ao assunto. Segundo o repórter, o Ministério Público, com base na matéria do jornal, já teria oficiado as polícias Civil e Militar, a Prefeitura e o Conselho Tutelar para que apurem a situação denunciada.

De seu lado, o tenente PM Ricardo Luiz Merloti, responsável pelo policiamento ostensivo em Jales, afirmou que já recebeu uma comitiva de moradores e prometeu intensificar as rondas nas ruas próximas ao Posto Espacial.

Da mesma forma, o delegado seccional Charles Wiston de Oliveira também garantiu que escalaria, de imediato, uma equipe da Polícia Civil para investigar as denúncias.

Todo esse desgaste à imagem do Posto não estaria acontecendo se houvesse bom senso da parte dos seus proprietários. Afinal, o que eles ganham mantendo a Loja de Conveniência aberta a noite inteira e atraindo o tipo de público que frequenta, atualmente, o Posto?

A meu ver, nada! Muito ao contrário, eles devem estar perdendo clientela. Com tantas opções, acho improvável que as pessoas mais  conscientes optem por utilizar os serviços de um Posto que, segundo as denúncias, não respeita a vizinhança e, nas madrugadas, é frequentado por gente que desenvolve atividades – digamos assim – incomuns.

Enquanto o bom senso não chega, só resta torcer para que as autoridades e o Poder Público cumpram o papel que deles se espera.

9 comentários

  • Renato oliveira

    Ola senhores,
    Talvez mais amigos dos visinhos, pois se conhecesse o dono do posto saberia que trata-se de uma pessoa muito educada e alem disto pensando na cidade, um empresario que paga seus impostos e gera empregos, varios por sinal.
    Neste caso seria uma visao de seguranca publica
    Obrigado
    Renato Oliveira

  • Ouvinte

    Pelo que sei o dono do posto não mora no bairro Monte Rei, sendo assim é facil empurrar a sujeira para debaixo do tapete dos outros. Em respeito de que ele paga imposto,isso não é uma questão que esta sendo retratada pelos moradores e sim, drogas, protituição, bebidas, alcoól,e etc..Todos os moradores do bairro também pagam impostos, portanto tem o mesmo direito de dormir a noite e entrar e sair de suas casas com segurança.Se ele fosse educado de verdade, ele se preocuparia com os seus vizinhos e com o estabecimento e ele não permitiria esse tipo de atitudes dentro e ao redor do seu posto de combustivél.

  • OBSERVADOR DA SITUAÇÃO

    Caro Renato….
    Nós que também conhecemos o educado e pacato dono do posto sabemos bem que ele se faz de desentendido e inocente…e nada faz para resolver a situação… Não cobra postura de seus funcionários para não perder a ótima e assídua clientela que frequenta as dependências de seu estabelecimento, tornando insuportável a convivência no local. Assim como o Cardosinho veio no bairro venha você também, mas venha no horário mencionado no blog e em final de semana e depois tome você também sua própria conclusão.
    Quanto aos impostos, os moradores também pagam e por sinal altos. E diante disso poderiam exercer o direito de estar em suas casas,(que pagaram o alto imposto) ter paz , tranquilidade e ter o direito de dormir todas as noites,ASSIM como você com certeza DORME!!!!!!

  • anônimo

    Bom dia Cardosinho,
    Que bom que você visitou o bairro, que bom que pode observar qual é a real situação. Muito obrigado. Não se trata de “burgueses” reclamando, somos trabalhadores, assim como muitos outros, pagamos nossos impostos também, e temos o direito de querer o melhor para o nosso bairro e por consequência para nossa cidade. Cada um faz o que achar melhor das suas vidas, desde que não incomode a vida dos outros. O proprietário do posto não está fazendo favor nenhum em ser “uma pessoa muito educada e alem disto pensando na cidade, um empresario que paga seus impostos”, isso é uma obrigação do cidadão. Os vizinhos só querem que a lei do silêncio vigore na hora determinada. Os moradores não querem inimizade com ninguém, apenas estão implorando pelo direito do sossego. É só uma questão de bom senso.E fica o convite para quem quiser vir passar uma noite aqui no bairro, de preferência, um final de semana e, confirmar a denúncia…

  • Eu Mesmo

    Pessoal do posto está começando a provar do próprio veneno… acho que é pra aprenderem a tratar as pessoas um pouco melhor. Afinal, sugam as pessoas enquanto podem e quando vêem que não há mais o que tirar, descartam como se fosse um “PRODUTO VENCIDO” de sua loja de conveniência.

  • @@@@@@@@@@@@@

    PQ VCS MORADORES DO JARDIM MONTEREY NÃO FAZEM A MESMA COISA?
    NA NOITE Q TIVER BARULHO PEGUEM SEUS CARROS E LIGUEM NO MAIOR VOLUME EM FRENTE A CASA DA UNGIDA E DO POLICIAL RESPONSÁVEL, PODEM TER CERTEZA NA OUTRA NOITE NÃO VAI TER BARULHO NENHUM.

  • Renato Oliveira

    Entendo toda a situação sim, porem não poderemos olhar somente de forma unilateral, volto a dizer, Segurança Publica, então, mais um motivo, ao invés de ligar ao bloqueiro, tentem a Policia!!!
    Seria mais sensato, porem existem dezenas de bairros com o mesmo problema, ou piores. Já que todos nos pagamos os devidos impostos, vamos cobrar de quem recebe!!!
    Renato Oliveira

  • OBSERVADOR DA SITUAÇÃO

    Caro Renato….Você acha que os moradores querem queimar o bairro onde moram, onde tem seus imóveis…Foi uma tentativa DESESPERADA pois já tentaram de tudo, Conversar com o PROPRIETÁRIO …. segurança pública, prefeitura, conselho tutelar, ministério público…. Nada até agora foi resolvido….
    Os moradores não pedem o fechamento do Posto em questão… Pedem o fechamento da Loja de Conveniência que ATRAEM esses BADERNEIROS com as bebidas alcoólicas que ali vende. A Loja funciona 24 HORAS em um bairro residencial, AS CASAS JÁ EXISTIAM antes deste posto ser construído. Os moradores viviam tranquilamente em paz dentro de seus lares.
    O posto não traz incômodo algum, pode continuar fornecendo empregos e pagando impostos como todos pagamos…Os moradores pedem somente NOITES DE SONO COMO VOCÊ E O PROPRIETÁRIO TAMBÉM TEM

  • general

    Caro Renato Oliveira,
    Aprendi que temos que respeitar a opinião de cada um, mas não devo aceitar aquelas que não me cabe.
    Tenho que concordar que, cabe sim a Segurança Publica tomar conta desta situação que vem se agravando no bairro Monte rei. Mas tenho que afirmar o resultado negativo disso tudo é culpa do posto de gasolina ficar aberta 24 h. O que adianta policiais irem até o posto fazer o seu papel, mandar as pessoas que estão perturbando embora ou bater revista nos mesmos, eles depois de um tempo voltar e a bagunça recomeça. Fala-se tanto que o dono do posto é educado, porque que ele não faz igual ao outros donos de postos fecha o posto á noite e só abre as 07h00min da manhã. Assim como “você disse”: “Ele é uma pessoa educada”. Segundo que me disseram, já foi falado para ele, o mesmo ignora. As pessoas só querem que os seus direitos sejam respeitados, da mesma forma que o dono do posto deve ser respeitado, por pagar também seus impostos. Um direto tão simples de ter, dormir com segurança.
    Os moradores viviam muito bem antes posto e da conveniência ficar aberta 24h. Depois disso esta o que esta.
    Em se tratando no que você disse a respeito do pagamento de imposto, então tenho total direito de ir em sua casa fazer “xixi”, (Urinar) na sua calçada, ou ir até na calçadas do posto, pensou que bagunça viraria?
    Se ele se acha tudo isso, porque ele não demonstra amigável e preocupado com a convivência dos seus vizinhos do posto. Os vizinhos do posto esta sofrendo estes atos desagradáveis com drogas, sexo, “xixi” nas calçadas, som alto e dentre outros horrendos, esta repreção é por causa dos seus frequentadores e da falta de respeito com os moradores e com ele mesmo, por permitir certos frequentadores não tão confiáveis, visando somente seu lucro e passando por cima de tudo e de todos.
    Se a qualidade do movimento da madrugada fosse tão boa, ele não precisaria ter colocado um segurança dentro da conveniência exclusivo para esta finalidade,você não acha? Dá até para imaginar que algo esta errado.
    Você parou para pensar como é revoltante ir de manhã diante da calçada ver que lá foram feitos vários atos ilegais, nojentos, você gostaria de lavar sua calçada cheia de “xixi”? Catar preservativo usados na sua calçada? embalagens de drogas usada jogas aos montes no chão? Você ficaria quieto e defenderia a tese que o posto deveria ficar aberto 24h, com “frequentadores não tão agradáveis”, som alto dos carros, pessoas bêbadas dirigindo em alta velocidade, ouvindo palavras de baixo nivél, me desculpa, você fala assim porque não é você, somos nós. Imagina você passar a noite em claro, saber que tem trabalhar no outro dia, crianças, pessoas idosas doente querendo descansar, pensou no desgaste.
    Tudo que esta sendo questionado é fatos verdadeiros, não informações falsas, tudo esta documentado. Faça o mesmo desloca até o local e você verá que tudo que foi retratado na noticia é real. Não é informação do “alem”. Mas venha de madrugada fique observando o movimento à partir a das 00:00hrs até amanhecer o dia. Não é um dia exclusivo, são vários dias.
    Agora, cabe sim diante de todos esses fatos reais, as autoridades responsáveis tomarem as atitudes cabíveis, e rápidas para punir os irresponsáveis. As leis devem ser cumpridas e não somente lidas. Não é um morador que esta sofrendo com esta situação, e sim todos que estão ao seu redor.Será que o bairro “nobre” e antes tranquilo, irá virar cracolândia?. Acredito que Jales ainda é uma terra que tem leis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *