PARA CONSELHEIRO DA OAB, VEREADORES FIZERAM BEM EM REJEITAR PROJETO DO ISSQN

DSC00048 (2)-PQA rejeição, pela Câmara, do projeto que alterava a cobrança do ISSQN em Jales acabou gerando uma certa polêmica, principalmente entre o auditor-fiscal da Prefeitura, Ricardo Junqueira, e o vereador Luís Rosalino(PT), que andaram trocando “gentilezas” no Facebook.

Na opinião do meu amigo Ricardo, o projeto significaria um avanço, na medida em que, no caso de empresas de profissionais autônomos, como escritórios de advocacia, por exemplo, passaria a cobrar o imposto dos profissionais, individualmente, e não mais da empresa. 

A se julgar, no entanto, pela opinião do conselheiro estadual da OAB, Carlos Alberto Expedito Britto Neto, o Betinho, os vereadores fizeram bem em rejeitar o projeto.

Para Betinho, a aprovação do projeto significaria um retrocesso. Na opinião dele, o novo modelo de cobrança proposto pela Prefeitura está na contramão do projeto do “Simples Nacional”, aprovado pelo Congresso Nacional e recentemente sancionado pela presidenta Dilma Rousseff.

“Com a aprovação do Simples, que foi uma luta da OAB, muitos profissionais autônomos vão deixar a informalidade e abrir empresas. Aqui em Jales, nós temos, por exemplo, 15 empresas na área da advocacia e a previsão é de que esse número aumente para cerca 100 empresas”, explicou Betinho.

Para ele, a carga tributária ficará menor e mais bem distribuída.  “Outros profissionais – médicos, fisioterapeutas, etc – também preferirão pagar impostos como empresa, porque vai ficar mais barato. Vamos ter mais contribuintes pagando imposto e, por consequência, haverá mais justiça e equilíbrio na cobrança”, argumentou Betinho.

Para o presidente da Câmara, Gilbertão, a opinião do conselheiro da OAB repõe a verdade dos fatos. “A Câmara apenas agiu com responsabilidade ao rejeitar o projeto do ISSQN. A aprovação seria um retrocesso, pois, num momento em que o Brasil está modernizando sua legislação tributária para diminuir impostos, nós estaríamos fazendo exatamente o contrário, penalizando o contribuinte jalesense”.

48 comentários

  • Thiago

    Há quem ainda acredite na boa fé do governo mas infelizmente, no final das contas, o contribuinte brasileiro acaba se f…. Algumas empresas vão poder optar pelo simples nacional MAS o governo pretende criar uma NOVA TABELA(Anexo VI), com indices maiores que das tabelas atuais. Ou seja, politicagem. Sempre assim, dá com uma mão e tira com a outra.

  • anonimo

    façam alguma coisa senhores, mais empresas fechando, loja ali perto da droga raia, padaria na rua 5 fechada, rua 12 muitas lojas fechando, JALES NÃO MERECE TANTA BRIGA…

  • Tonho Toicim

    Tá feia a coisa. E pode piorar

  • Ricardo Junqueira

    O nobre Conselheiro Dr. Carlos Alberto, ao explanar sua opinião não citou que uma Sociedade Uniprofissional e os profissionais advogados, teriam o direito ao tratamento privilegiado podendo recolher o imposto de forma fixa e anual no valor atual de R $443,00 enquanto que na ccndição de empresa recolheriam 3% da renda bruta do escritório. Com a nova lei será estabelecido o tratamento diferenciado ou seja o Uniprofissional será implantado em todo o Brasil. Portanto o executivo federal apenas corrigiu um erro que os vereadores cometeram em nosso município ao rejeitar o projeto que ficou indo e vindo entre executivo e legislativo por 1 ano … isso mesmo o desgaste foi de 1 ano porquê os vereadores usaram de modo ardiloso o projeto como moeda de troca. E digo mais o Vereador Gilbertao no alto de sua sapiência chegou afirmar que o projeto aumentaria o Imposto e de forma maquiavélica o Vereador Rosalino insinuou que os Auditores ganhariam dinheiro com a aprovação do projeto.
    Este é o nivel de vereadores que Jales tem, trabalham nos bastidores tentando manipular as informações e dissuadindo a verdade.
    O Nobre Conselheiro ao dizer que a Sociedade Uniprofissional vai na contra mão do Projeto Federal comete enorme equivoco mas isto é aceitavel visto que nobre advogado não é especialista em Direito Tributário mas se o for deve estar desatualizado.
    Olhem um post acima, um cidadão bem informado comenta sobre a Tabela do simples nacional e o faz com inteligente observação.
    No modelo atual a alíquota minima é de 2%, sendo assim vamos supor que um escritório de advocacia com 4 advogados faturem 8.000 mil reais por mês ou seja 96.000 mil ano…. Então pagaria R$ 1.933,00 de imposto por ano …. utilizando a alíquota minima. Se este mesmo escritorio estive enquadrado como Sociedade Uniprofissional – projeto rejeitado o valor do imposto seria R $ 433,00 x 4 = R $1.732,00 …. um pouco menos.
    Como a nova lei fala em ganhos de ate 180.000 mil reais ano para ficar na aliquota minima então o valor do imposto poderá chegar a R $ 3.200,00 quase o dobro dos modicos R $1.732,00.
    Bom agora fica a critério de vocês leitores analisarem e verem se o projeto rejeitado vai na contra mao das modernas Leis Tributarias como citou o Nobre Conselheiro defensor dos vereadores.
    Não quero ficar brigando com esta polêmica mas peço que estes politicos que ai estão parem de ficar fazendo intriguinhas e politicas de interesse e proponham soluções para o desenvolvimento de nossa combalida cidade e o Nobre conselheiro gaste suas energias defendendo coisas uteis que venham contribuir com o desenvolvimento de nosso querido município pois aqui Pedacinho de Brasil aqui é Jales.
    Boa Noite a todos.

  • carlos alberto britto neto

    Prezado Junqueira,

    Sem pretender discutir um assunto que diz respeito aos cidadaos bem intencionados, gostaria de deixar registrado que minha atuacao ou especialidade profissional nao lhe compete, nao tenho pretensao de neste espaço polimizar sobre assuntos institucionais com Vossa Senhoria. Porem, somente deixar registrado para que leia com atenção os estritos termos da nova legislação que trata da inclusão de novas categorias profissionais no conhecido SUPERSIMPLES. Para efeito de ilustrar seu brilhante argumento aritmético, o novo regime tributario possibilitará que o Advogado que estiver com sua empresa no novo regime, passe a se obrigar ao pagamento de 08 impostos num único tributo. Será progressivo, ou seja, no exemplo acima, com faturamento mensal no limite da menor aliquota – de R$15.000,00 mes, o escritorio de advocacia deverá pagar todos os impostos, repito, num único, de 4,5%, importando a quantia mensal de R$660,00 aproximadamente. Ora, nao há dúvidas de que este profissional poderá contribuir com a ECONOMIA LOCAL, Estadual e Federal. Será possivel investir mais, adquirir bens de consumo. Lembre-se prezado Ricardo, se nao fosse a atuacao independente da OAB teria que ser pago mais de R$3.200,00. Portanto, reflita de modo sereno, a OAB , instituicao que tenho a honra de pertencer, continuará agindo sempre para o fortalecimento da cidadania. Espero que assim voce compreenda, pois, acima de tudo, somos cidadaos. Obs: Destaque-se que nos moldes do projeto defendido por Vossa Senhoria, nao haveria qualquer incentivo para geração de novos empregos, etc, etc.

  • Anônimo

    Entendi, compreendi e não sei de nada, mais ou menos, to tentando entender, mais é difícil, o zé da sorveteria, o tião da oficina, o joaquim do açougue, a maria da padaria, a joana da feirinha, o joão da pedra, o chico do mercadão, o tonho do lojão, a joana da mercearia, o cidão do escritório, o toninho barbeiro, o paulão do mercadão e o pedrão do esquinão, também não. O servidor público pede explicação, já estamos ficando de saco ….. cheio. Este servidor um dia tá ao lado do servidor, no outro ao lado da administração, ta tudo complicado, maneiro, muito doido, quem sou eu, me ajude, parabéns aos vereadores, OAB e ao Sindicato dos Servidores, a luta continua companheiro.

    • Djacir José de Melo

      Senhores

      Os dois estão usando argumentos corretos mas diferentes o que dificulta o entendimento: um exemplifica a tributação somente do ISSQN (imposto municipal) o outro esta usando a tributação dos 8 tributos recolhidos através do Simples Nacional.
      Penso que quando a empresa (CNPJ) fizer a opção pelo Simples Nacional recolherá pelo movimento econômico como citado pelo conselheiro da OAB, melhor opção para esse caso, nesse caso a menor alíquota de ISS é 2% (4,5% é a alíquota total (CSLL+COFINS+ISSQN.
      Mas a empresa (CNPJ) constituída de profissionais de uma mesma profissão regulamentada pelo DL 406/68 (ex. Advogados) a melhor opção é recolher pelo valor fixo conforme o projeto de lei, pois corresponde a menos de R$ 40,00/mês por profissional.
      A opção a tributação fixa como citado acima é recolher pelo movimento econômico fora do Simples Nacional, pois no Simples Nacional a única atividade permitida com valor fixo é o de Serviços Contábeis.

      • Ricardo Junqueira

        Até que enfim alguém lucido e com entendimento da situação. .. pois bem senhor Djair … quando se faz a projeção para os demais tributos percebe-se a evolução dos valores. … uma pequena e média empresa que opte pelo Super Simples deixa de praticar o Lucro Presumido e ai as alíquotas do INSS muda… sem levar em consideração o COFINS a e outros… na pratica o imposto fica na faixa de 16% a 22%…. Não aqueles 4,5 tão propalado e comemorado
        E digo mais o projeto rejeitado pelos nobres vereadores não era obrigatoriedade era “opção” assim como o Super Simples…. os vereadores Capitaneados pelo Gilbertao e Rosalino com a super ajuda de Junior Rodrgues, Perola, Jesus e Tiago Abra…. simplesmente retiramram o direito de escolha do contribuinte.
        Então que seja assim.
        Sr. Meu respeito e consideração
        Ricardo Junqueira

  • Ricardo Junqueira

    Pois o também não pretendo polemizar mais este assunto visto que é difícil tentar explicar algo para uma pessoa quando esta não quer entender, foi justamente o que aconteceu com os vereadores e acontece agora com o Nobre Conselheiro. O Super Simples abrange oito impostos e a grande luta da OAB e que foi conquistada com a inclusao dos profissionais advogados era em relação ao Imposto de Renda esse sim será consideravelmente reduzido. Enfim entendam como queira cansei de dar explicações, as pessoas bem intencionadas e que entendem do assunto em especial contadores, economistas e administradores com certeza entenderam minhas explicações, os outros que de alguma forma palpitaram ou apenas comentaram em favor dos vereadores o fizeram por algum motivo que agora também não me interessa mas com certeza não é a favor do município.
    Quanto ao comentário do anonimo questionando minha conduta /posição, sempre deixei claro que como servidor defendo os servidores pois assim estarei defendendo meu colega de trabalho e a mim mesmo, no entanto pessoas de visão provinciana acostumadas a politica antiga onde haviam divisões como se fossem torcedores de times confundem as coisas e acham que defendo a Prefeita Nice. O certo é que no momento não estou filiado a partido algum e não tenho rabo preso com politico nenhum desta nossa urbe. E com o direito e liberdade de expressão garantidos constitucionalmente me manifesto de forma livre, acontece que sou servifor de carreira sou Auditor Fiscal Tributário e portanto defendo meu setor o departamento que trabalho não defendo pessoas da administração defendo o que é melhor para a cidade e para o cidadão … tenho a consciência de separar o joio do trigo como separo as coisas pessoais das profissionais e mais ainda as políticas das profissionais.
    HOJE MEU PARTIDO É JALES!!!

    • Na Veia

      Senhor Ricardo,

      1º O senhor participou de várias eleições de vereador e perdeu todas. Isso é dor de cotovelo…

      2º Senhor auditor fiscal a lei 170 diz que a arrecadação de impostos feitas pelo trabalho de vocês, gera uma gratificação…então é interesse do senhor. Eu cumpro minhas obrigações sem ganhar extra, por que o senhor ganha?? Diferente de todos os servidores. E ainda fala em defende-los.

      Larga do seu Facebook em horário de serviço e vai trabalhar. Tem grandão sem pagar imposto.

      Nota 10 para os vereadores e a OAB

    • Gente Fina

      O Ricardo não passa de um ex candidato revoltado!

  • Antonio com Liberdade de Expressão Garantido

    Uma dúvida com todo respeito Sr. Auditor Fiscal Tributário: Antes de o Sr. ter o tal cargo (concursado e estável) o Sr. já tinha uma visão política futurista do rabo solto e não preso, ou o Sr. se adequou de acordo com seu salário pago por nós contribuintes ou seja, com as novas benesses? Porque defender qualquer posição com pró labore é bem mais fácil, não?

  • toma la' da' ca'

    Pelo que entendemos o servidor da prefeitura quer aumentar os impostos dos profissionais liberais que engloba os advogados.
    A oposiçao dos veradores da camara rejeitou o aumentos dos imposto, na mesma epoca que os vereadores fazem reuniao com OAB para tentar abrir mais uma CEI/CPI contra a prefeita.
    Parece que temos uma troca de favores entre os vereadores e OAB.
    E’ lamentavel que estao esquecendo os interesses da populaçao que e’ o aumento de impostos para quem pode pagar.
    Prefeitura falida e endividada agradeceria

    • kkkkk lento

      Os vereadores defenderam os advogados, o mecânico, o contador, o administrador e todos profissionais liberais…olha o Antônio qi em cima…cabeçudo.

      • kkkkkkk

        O projeto era uniprofissional kkkkkk era permitir que empresas recolhessem impostos como autonomos que o imposto era menor….. mas o vereadores são espertos kkkkkk….
        continuem pagando mais caro o imposto seus trouxas..kkkkk vão na onda deste trio Gilbertao Rosalino e Betinho…. tão ferrando os medicos dentistas advogados e outros e e e e e …. a Prefeita Nice agradece vai arrecadar mais….
        Ninguem percebeu que o Junqueira realmente defendia a redução de impostos kkkkkkkkk

        • Inocente...kkkk

          A redução seria apenas para os uniprofissionais que ganham muita grana. os quebrados, que são a maioria, iriam pagar uma taxa só no ano, mas maior que se recolhece todo mês. O junqueira ta defendendo os rico amigo deles, porque para o JACB ele virou as costas.

  • Carlos Alberto Britto Neto

    Ilustre Servidor-Auditor,
    Não distorça o que foi conquistado por nossa instituição. A OAB não lutou apenas para que fosse aprovado o Supersimples e ocorresse a redução somente do Imposto de Renda. Como já informado, foram OITO impostos atingidos, incluindo nesse contexto, o ISS. Portanto, fixe-se bem, o profissional que hoje suporta a cobrança, através de sua sociedade de advogados, de OITO tributos, passará a pagar a partir da vigência da nova legislação, dia 01.01.2015, uma única cobrança, integrado por OITO impostos, que dispensarei o tempo em não nomina-los. Portanto, essa discussão para quem exerce uma função como a do ilustre servidor, em primeiro lugar, lembre-se, não há como confrontar os fatos como estão dispostos, segundo, a Lei será executado, goste o senhor ou não. Ressalte-se ainda que não permitiremos exploração política de um assunto relevante para a advocacia e para a sociedade Jalesense, que sofre com a precariedade e ausência de políticas públicas que proporcionem melhorias para nós cidadãos. A OAB continuará atenta sim, e sempre que estiver sendo verificado o descumprimento de normas legais, é finalidade institucional da OAB: art. 44 do Estatuto Da OAB exigir o cumprimento por parte das autoridades o previsto em lei. Esse assunto, mereceu a nossa intervenção e não nos envolveremos em questões políticas, seja do Poder LegIslativo ou do Executivo. Servidor, não misture os assuntos, não há e não haverá de existir tentativa de ficar do lado de alguém. Você não conseguiu justificar como será de fato cobrado apenas Uma única vez, e progressivamente, das sociedades de advocacia, percentuais diferentes e mais favoráveis , enquanto que o Executivo,pretendia com o projeto de lei não aprovado pela Câmara, impor uma cobrança das sociedades, consideradas por definição da lei, como Uniprofissionais, de forma que cada um teria que pagar aqueles valores acima citado pelo servidor Ricardo, enquanto que, ainda restariam outros tributos a serem pagos. Como justificar essa tentativa de defender uma cobrança, que oneraria significativamente setores importantes da economia e que geram empregos e o comércio local. Boa semana!

    • Anônimo

      Dr. Carlos Alberto.
      Se conselho fosse bom não se dava vendia, mas em todo caso lhe dou uma dica fica de fora desta briga e não envolva a OAB, agora a tarde estava em um escritório de contabilidade aqui em Jales e ouvi alguns funcionários conversando e era unanime entre os contadores que este projeto do super simples incluindo os profissionais liberais só seria util para grandes escritorios ou clinicas, que possuissem muitos funcionarios registrados, o que não ocorre em nosso municipio, que para nossa realidade local o melhor seria as sociedades uniprofissionais. Sou amigo do seu pai de longa data sei que esta adoentado por isto lhe deixo este recado, quando tiver oportunidade conversaremos pessoalmente.
      Abraço fraterno

  • Senhor Piano

    Depois desse balde d’ àgua que o Dr. Carlos deu o Ricardo deve ficar quietinho! kkk

    • Anônimo

      Será, conheço bem o Ricardo ja estive com ele no senadinho é bom o Dr. por a barba de molho o rapaz dificilmente perde um discussão, o garoto é inteligente e estudioso…

    • Ricardo Junqueira

      Rapaizzzz balde de agua fria deixa a gente acordado!!! To pronto pto embate…pode vir que to pronto. Abraço

  • Baguá

    Essa anistia só tem um objetivo: beneficiar os maus pagadores, em sua maioria, gente rica, dona de vários imóveis alugados, terrenos baldios esperando valorização. O resto é coversa mole pra boi dormir!

  • Tonho Toicim

    A briga tá boa

  • Carlos Alberto Expedito de Britto Neto

    Prezado Anônimo, agradeço sua dica, porém minha família e em especial meu querido pai, não tem qualquer relação com minhas manifestações sobre determinados assuntos que reputo de interesse geral das pessoas que movimentam a economia. Quanto a sua preocupação em não envolver a OAB , não se preocupe, pois, a instituição tem seu papel legal e institucional em esclarecer sobre fatos relevantes. A divulgação sobre os termos de uma legislação nova e importante, é de interesse da OAB. Na condição de conselheiro, tenho compreensão e ciência de minhas atribuições e prerrogativas. Neste sentido, vale destacar os esclarecimentos prestados por nosso presidente da OAB Nacional, Dr. Marcus Vinicius sobre a edição da Lei. Do Supersimples e sua repercussão, ao contrário das informações que os funcionários de um escritório puderam lhe transmitir, senão vejamos:
    Supersimples beneficiará todos os advogados
    quinta-feira, 14 de agosto de 2014 às 17h10
    Brasília – A inclusão da advocacia no Supersimples beneficiará todos os advogados do país. Sancionada na última semana após batalha de mais de um ano, a Lei Complementar 147/14 estabelece uma tributação mais justa para milhares de profissionais, principalmente os advogados em início de carreira e pequenos escritórios. A inclusão das atividades advocatícias na Tabela IV do regime simplificado de tributação irá baratear os custos tributários para a advocacia, significando um verdadeiro estímulo à carreira.

    O Supersimples será mais benéfico aos que percebem menos de R$ 180 mil por ano, sendo estes beneficiários de alíquota inferior a 5%. Os escritórios que percebem cerca de R$ 1 milhão por ano de faturamento pagarão menos de 10% de tributos. Com o escalonamento, os escritórios menores serão mais favorecidos, contudo todos saem ganhando, como é demonstrado nesta tabela. A alíquota máxima é de 16,85%, para escritórios com faturamento bruto entre R$ 3,42 milhões e R$ 3,6 milhões.

    “A Ordem dos Advogados do Brasil colocou todo o seu peso institucional em favor desses valorosos colegas, que são os mais necessitados. Trata-se da mais importante conquista legislativa dos últimos 20 anos”, frisou o presidente Marcus Vinicius Furtado Coêlho.

    Confira a tabela de alíquotas.

    Leia também:

    – Simples aumentará geração de empregos e formalização de sociedades

    – Supersimples unificará o recolhimento de oito impostos

    – Simples reduz alíquotas de contribuição para escritórios de advocacia

    – Supersimples deve propiciar criação de mais de 420 mil novos empregos

    – Presidente da OAB destaca Supersimples como maior conquista em 20 anos

  • Carlos Alberto Expedito de Britto Neto

    Supersimples unificará o recolhimento de oito impostos
    terça-feira, 12 de agosto de 2014 às 16h13
    Brasília – A simplificação na forma de recolhimento dos tributos por parte das sociedades de advogados é mais uma vantagem conquistada com a sanção da Lei Complementar 147, o Supersimples.

    A partir de sua efetivação, em janeiro de 2015, os escritórios que optarem pelo sistema contarão com o pagamento unificado dos impostos federais, estaduais e municipais (ISS, PIS, COFINS, IRPJ, CSLL, IPI, ICMS e ISS) e da contribuição previdenciária.

    A medida conforme explica o presidente nacional da OAB, Marcus Vinicius Furtado Coêlho, torna mais fácil o gerenciamento dos escritórios, permitindo que os sócios tenham mais tempo dedicado à sua atividade fim.

    “Essa é mais uma das mudanças positivas que o Supersimples promoverá. Além de estabelecer alíquotas mais favoráveis, torna a gestão fiscal menos complicada. Isso é fundamental, especialmente para escritórios de menor estrutura”, destacou Marcus Vinicius.

    Leia também:

    – Simples reduz alíquotas de contribuição para escritórios de advocacia

    – Supersimples deve propiciar criação de mais de 420 mil novos empregos

    – Alíquota será de 4,5% para sociedades com receita anual de R$ 180 mil

    – Supersimples multiplicará o número de escritórios de advocacia no país

  • Carlos Alberto Britto Neto

    Mais uma informação divulgada pela OAB Nacional:

    Alíquota será de 4,5% para sociedades com receita anual de R$ 180 mil
    quinta-feira, 7 de agosto de 2014 às 13h58
    Brasília – Sancionado nesta quinta-feira (7) o (PLC 60/14) – Supersimples, que altera a Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas (MPE), estipulando novo patamar de alíquota aos escritórios de advocacia.

    Para o presidente nacional da OAB, Marcus Vinicius Furtado Coêlho, o Supersimples vai beneficiar a formalização dos jovens advogados e dos escritórios de pequena estrutura, que têm uma arrecadação menor. Ele estima que a formalização dos advogados deve seguir o que ocorreu com os contadores – até 2008 a atividade era vedada no enquadramento no Simples Nacional e, hoje, cerca de 30% dos profissionais estão formalizados.

    “A sanção desta lei realiza uma reforma estruturante, fruto da atividade política. A política á fundamental para a democracia e para o desenvolvimento do País”, destacou Marcus Vinicius durante a cerimônia de sanção do projeto, ocorrida no Palácio do Planalto.

    Pela nova regra, sociedades com receita bruta anual de R$ 180 mil pagarão alíquota de 4,5%. Atualmente, pelo regime de lucro presumido, as sociedades de advogados têm carga tributária de, no mínimo, 11,33%. Para chegar a esse percentual foram contabilizados Imposto de Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ), CSLL, PIS e Cofins.

    A nova tributação possibilitará que milhares de profissionais se formalizem, por meio de novos escritórios. Hoje, apenas 5% dos 822 mil advogados do país integram formalmente bancas. A previsão é de que o número de escritórios cresça seis vezes nos próximos cinco anos, passando dos atuais 20 mil para 126 mil.

    Confira aqui a galeria de imagens

    Leia também:

    Sanção do Supersimples: o melhor presente para o Dia do Advogado

    Supersimples multiplicará o número de escritórios de advocacia no país

    Supersimples deve propiciar criação de mais de 420 mil novos empregos

    Presidente da OAB destaca Supersimples como maior conquista em 20 anos

  • ZOIUDO

    ANÔNIMO depois desta enfia a viola no saco e faz a mesma coisa que o Orlando mata Insetos, despede do Blog e não volta nunca mais.

    • Ricardo Junqueira

      Se fosse covarde e me escondesse no anonimato … sim colocaria a viola no saco e me mandaria… mas honro o nome dado pelo meu psi e minha finada mãe e com orgulho sou o que sou … Não sou zoiodu bocudo nem abelhudo…. Então …. vou afinar a viola e dedilgar uma musiquinha pra va! Zoiudo ignorante vai palitar os destes com barbante….. kkkk respeitei a rima porque aqui com certeza tem mulheres damas e homens de bem que acompanham kkkkk

  • Ricardo Junqueira

    Dr. Carlos Alberto to cansado de de discutir com o senhor.
    O senhor provou pra mim que é um vetdadeiro “paoagaio” fala fala e fala. Seus argumentos são copias de noticias da OAB. Não possuem raciocínio proprio, o senhor não se da o capricho de ampliar seus conhecimentos estudando a fundo a problematica aqui susvitada pir mim.
    Existem diversas opiniões no Brasil todo incluse de Subseções ee OAb de outros edtafos mas o senhor se prende a uma unica noticia.
    o Conselho Nacional de Contadores bem como outras instituições ja se manifestaram a respeito do assunto e todos digo todos reconheceram a armadilha que pode ser o Super Simples… o senhor sabe o que é Lucro presumido o senhor sabe a carga tributária de um funcionário registrado pois bem, consulte um contador estude o assunto com maisprofundidade a OAB Sr. DR. eÉ muito maior que o senhor.
    A respeito do fato de eu ter sido candidato e ser derrotado isto é uma verdade, mas ainda bem que existem as derrotas pois assim podemos erguer a cabeça e seguir em frente corrigindo os erros, quanto ao que disseram sobre minha visão sei lá o que. Agradeço a Deus por ter me dado a chance de ser o que sou, uma pesdoa capaz de mudar a direção da vida e principalmente de apurar os pensamentos. Estou nesta vida para evoluir e meus pensamentos e opiniões são a ptova de que erro ou acerto mas procuro evoluir nunca pteso a um ideal fixo.

    E outra se entrei ou entro raras as vezes no Facebook no horario de serviços, isto não atrapalha em nada pois em uma jornada devtrabalho diaria tenho meus minutos de patada para o café e descanso, gstanto que um fumsnte que não é meu caso para muito mais do que eu.

    Ultimo ponto, prefiro dialogar, discutir no Facebook porque la a gente tem que dar a cara tem que de alguma forma se identificar. Enquanto que aqui covardes se rscondem no anonimato, aliás Jales é uma terra de covardes, poucos para não dizer raros vem a público expor suas opiniões ediho com certeza os que dão a cara a tapa tem meu respeito talvex nem tenham minha amizade mas meu profundo respeito terão.
    Sou autentico e defendo apenas a verdade. O issqn de advogados e outras classes no ano de 2015 sera com certeza mais caro mss isso não é problema meu. Quanto a Lei 170 citada acima, realmente meu salário e composta por “cotas” de produtividade que segue uma rabelapprópria. Alguns vereadores vieram dizer que ganhariamos comissão dobre tributos, estes vereadores são ignorantes na acepção da palavra. Todo ano desde 2009 nos auditores edtouramos nossas cotas pois trabalhamos bastante , não acreditam? Questionem os contadores que são nosdo elo direto com as empresas.
    Para terminar quero só lembrar o Dr. Conselhereiro que em 2010 junto com outro Auditor estive em seu escritório e fomos conversar a respeito do ISS dos advogados e o Dr. No alto de sua prepotência nos mostrou um monte de papel e disse que o que a Prefeitura queria era ilegal e que ja tinha reunião marcada com o Prefeito Parini.
    Estamos em 2014 e se algum advogafo for penalizado, qurstionem o Nobre Conselhereiro. …. Sabe de nada INOCENTE!!!
    BOA TARDE

  • Ricardo Junqueira

    Quanto a abanfonar o JACB, realmente ando meio sumido. Trabalho na Prefeitura o dia todo, dou aula a noite e faço pos graduação no final de semana. Não ando com tempo para ficar em bar, padaria, café ou similares… e por dedicar aos meus estudos e trabalho sou criticado. Que continuem criticando fazer o que.

  • Ricardo Junqueira

    Ah mais um detalhe importante que até agora ninguém questionou. O projeto rejeitado pela câmara bem como o Super Simples recem alterado e aprovado, são leis qur permitem ao contribuinte OPTAR ou não pela sua inclusão no regime tributário. Não é obrigatório o contribuinte ter que aceitar!!!
    Portanto ao rejeitar o Projeto os vereadores simplesmente não deram a oportunidade do contribuinte decidir se seriam Uniprofissionais ou não.
    Para quem é bom entendedor sabe do que to falando … mas em Jales as coisas são do avesso a política sempre esta na frente de qualquer outro interesse!!!!

  • Ricardo Junqueira

    Antes que algum palhaço venha fazer chacota… os erros de português e grafia em meus textos aqui no Blog é devido a fato de o teclado do celular ser pequeno e não ajuda.

  • Maria Isis

    Gostei desse Junqueira. Parece cabra macho da peste

  • ZOIUDO

    RICARDO JUNQUEIRA sem querer me entrometer mas já entrometendo, pois não entendo nada desse assunto e também não quero entender eu só acho que em toda discussão sempre tem que haver um mínimo de respeito e educação. O que o Sr. esta querendo mostrar é que só Vossa Alteza entendem de tudo e eu acho que não é o caso. Continue estudando, mas sempre com humildade e respeito para com os outros.

    • Ricardo Junqueira

      Zoiudo … Ja que se entrometeu vira homem e respeite pai e mãe honre seu nome… coloque ai… anonimato… piada sua opinião é igual vento vsi vem volta e nunca fixa ou deixa impressões. … anonimato é pra covarde… vc é covarde?!?! É neeee…. Boa noite!

  • amigo do ricardo

    aprenda a ouvir os outros…olhe bem pra vc…quem esta a cima de vc no seu trabalho,quem manda em vc? se vc é td isso oq vc ta fazendo ai? vai advogar,vai defender oq vc acha certo…presidente de bairro presidente de torcida organizada, futuro candidato a presidente do sindicato, td isso pra que…ta atirando pra todo lado…pra ser oq os que vc critica ja são.VEREADORES…para de ser burro meu irmão.ja ta ficando ridiculo suas atitudes

    • Ricardo Junqueira

      Se fosse meu amigo conversaria comigo pessoalmente…. mas pelo visto não é. .. Então guarde sua opinião pra vc mesmo…. faço o que quero e o que gosto… Presidente de bsirro porque gosto e defendo onde moro, presidente de torcida porque lá tenho amigos e é meu lazer… presidente de sindicato??? Ta louco… apoiaria alguém sim porque não concordo com as atitudes do atual presidente. Não atiro pra todo lado … apenas tenho energia e disposição de fazer o que gosto e estar onde me sinto bem…. Se vc é meu amigo como diz no nome…. fica calladinho kkkk

  • Tonho Toicim

    Mandou bem Junqueirão

  • Anônimo

    Esse Ricardo é aquele que foi Secretário de Esportes no mandato do ex-prefeito Parini, que tinha o MT de assessor direto.

  • ZOIUDO

    Senhor Ricardo Junqueira em nenhum momento nesse blog e nesta discussão tola e imbecil eu citei seu nome menosprezando sua insignificante pessoa e muito menos citei seu pai ou mãe. Eu acho que você como pessoa que se julga acima de todos deveria ler e entender bem o que escrevi.Quem eu mandei enfiar a viola no saco foi o pseudo Anonimo .
    O que eu pedi é que você fosse mais Educado e Respeitoso em suas respostas não para mim mas para os outros blogueiros e que continuasse Estudando e se tornasse mais humilde. Foi só isso. Mas como não teve Educação dizendo que sou covarde(não sei por-que,pois tenho o direito de usar o nome que quero) e disse que não sou Homem, quem sabe eu possa mostrar para alguém de sua família se sou ou não Homem.
    O teu Problema e´o que disse o AMIGO DO RICARDO.
    Escrevi essa resposta pois quando sou ofendido dou logo o troco.

  • amigo do ricardo

    kkkkkk mandou bem sim vc é o cara…continue fazendo sua novelinha nas redes sociais pra tentar dar ibope…continue sendo esse motivo de chacota pra todo mundo…sendo desmascarado por vereadores, tendo aula de direito com o Dr Carlos Alberto…parabéns continue assim, o resultado disso vc vera na próxima eleição…vou te dar uma ultima dica como amigo ta prometo que vai ser a ultima…coloca uma melancia na cabeça e sobe la em cima da caixa d’agua…vai ser bem menos ridiculo do que as atitudes que vc ta tendo ultimamente…Sabichão

  • ZOIUDO

    Inteligente,Ilustre,Excelentíssimo,Capacitado e Digníssimo Senhor Ricardo Junqueira por favor leia as opiniões do:Antonio com Liberdade de Expressão garantida,do Gente Fina,do Na Veia,do Anônimo,do Inocente…KKKK e do Senhor Piano, agora por favor pense um pouco com toda sua sabedoria .

    • Ricardo Junqueira

      Penso e concluo, vcs todos juntos e misturados são nada… São anonimos na multidão. .. por mais que queira ou até sejam… São nada…. vcs não representam… É difícil pra vcs se indenticarem. São covardes.. eu entendo… compreendo uma cidade como Jsles é difícil ser como vcs … fracos… fraco de estudo fraco de aceitação social.. enfim fracos… a alternativa é ser covarde !
      Então fica assim eu continuo do jeito que eu quero ser e vc continua anônimo. .. covarde…
      abraço! !!

  • Amiga

    Gente…pra que tantos xingamentos, ofensas…? discutir irá chegar a alguma conclusão…temos que tomar cuidado com as nossas atitudes, pois elas podem vir a se virar contra nós mesmo! Acredito que o que deve ser cumprido é o que está na lei, e se deve ser dessa forma, não devemos nos tornar crianças mimadas, por não acontecer do nosso jeito!!! Enfim vivemos em um mundo cheio de regras e o que cabe a nós é vive-las de acordo com o que a lei diz!! Então pra que tanta discutição? Chega…vamos chegar viver conforme a vida deve ser vivida, e vamos tentar ser mais educados, não sabemos o dia de amanhã…afinal o mundo é uma roda gigante…apenas aceite a opinião de cada um…Não estou do lado de ninguém apenas quero amenizar as coisas por aqui…

  • ZOIUDO

    Ricardo Junqueira você é muita coisa,funcionário municipal,mal educado,quando não tem argumentos apela com palavras ofensivas,quis ser vereador não conseguiu e começou sua vidinha de merda pendurado no saco da irmã e do cunhado.Só para mostrar um pouco de quem sou dentro da minha área de trabalho tenho mestrado e sou sim bem aceito na sociedade jalesense e não precisei de ninguém para ser o que sou hoje.
    Você é um garoto de pouco argumentos só sabe dizer fraco,covarde,anônimo etc. E para por um ponto final levou um banho de conhecimento e inteligência do Carlos Alberto de Brito Neto, por isso ficou nervosinho..
    Não vou perder mais meu precioso tempo com sua senhoria, pois na realidade sobre a aula que você tomou do Dr. eu com toda honestidade não entendo quase nada.Fraco.Covarde.Anônimo.Professor.Jamais Vereador.

    • amigo do ricardo

      Parabéns Zoiudo vc disse tudo…esse garoto não teve competência se quer pra dirigir a Secretaria de Esportes do Municipio na gestão do Parini e olha que aconteceu muita coisa la na sua época heim.. quer ficar dando aulas pra um cara como o Dr Carlos…se enxerga o rapaz…e outra o unico lugar que vc é mais ou menos aceito na sociedade é em dias de jogo la na torcida gaviões…isso pq vc é o Presidente…

  • OLHO VIVO

    Meu amigo Ricardo Junqueira lute pelos seis ideais sem ofender ou denegrir seres humanos iguais a ti.
    Estou com os Vereadores e a OAB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *