PF DE JALES PRENDE ESPOSA DE EMPRESÁRIO DE VOTUPORANGA E CUMPRE BUSCAS

A notícia é da assessoria de Comunicação Social da PF:

A Polícia Federal de Jales (SP) prendeu duas pessoas na manhã deste sábado (13/04) na cidade de Votuporanga (SP). Eles tinham ligação com as empresas investigadas na Operação Fratelli, deflagrada na última terça-feira (09/04). A investigação desvendou um grande esquema de desvio de recursos públicos em contratos com aproximadamente 80 cidades do interior paulista e contava com participação de empresários, servidores públicos e dirigentes da Superintendência da Caixa Econômica Federal de Rio Preto, dentre outros.

M.A.S.S., 48 anos, sócia e esposa de O.S., 48 anos, chefe do grupo que está preso com outras 12 pessoas desde a manhã da última terça-feira (09/04) no CDP em São José do Rio Preto (SP) e um técnico em informática, L.H.P., 29 anos, funcionário de confiança de O.S., foram presos em Votuporanga na manhã de hoje.

A motivação da representação das prisões feitas pela PF de Jales ao juiz da 1ª Vara Criminal de Fernandópolis, Dr Evandro Pelarin, na data de hoje, foi em decorrência da confirmação de informações que indicam que a esposa do empresário preso e um funcionário de confiança da área de informática estariam ocultando e destruindo provas que poderiam incriminar ainda mais o grupo investigado.

Após a análise da representação da PF, o juiz deferiu a prisão dos dois indivíduos que foi cumprida na manhã de hoje bem como a expediu mandado de busca e apreensão para a residência do técnico em informática objetivando localizar mídias, arquivos e equipamentos de interesse da investigação para serem analisados e periciados. Com o resultado da análise dos objetos apreendidos, outros fatos e nomes de interesse da investigação até então ocultos poderão surgir.

A prisão temporária dos 13 presos na Operação Fratelli que venceria neste sábado (13/04) foi prorrogada por mais 5 dias, por ordem do juiz da 1ª Vara Criminal de Fernandópolis, Dr Evandro Pelarin. Os presos e o material apreendido na data de hoje foram levados para a Delegacia da PF de Jales. Eles prestarão esclarecimentos ao Delegado Federal Cristiano Pádua da Silva e posteriormente serão encaminhados a presídios da região.

1 comentário

  • Pit Bull

    Parabéns a PF – MPF – Juízes – Agentes Policiais

    Estão monstrando ao povo brasileiro que os desmandos, a impunidade, a corrupção, o enriquecimento ilícto, o favorecimento político, etc… que levam os “espertalhões” a sensação do poder majoritário com o dinheiro público, ignorando a lei e seus defensores, com
    usurpação do erário público em proveito pessoal.

    O trabalho incansável desses Agentes é que determinará o rumo da esperança – restauração da dignidade política e impostos usados com respeito em causas do bem comum.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *