PF PRENDE NA BAHIA EX-PREFEITO DE DOLCINÓPOLIS

chegada_do_ex-prefeito_na_pf_em_porto_seguro

Com ligeiro atraso, estou publicando as novidades sobre o ex-prefeito de Dolcinópolis, José Luiz Reis Inácio de Azevedo. As peripécias do conhecido “Zé Paraguai” começaram logo no início de seu mandato, em 2013, quando ele contratou – sem licitação – uma empresa que, até dois meses antes da posse, pertencia a ele mesmo.

zecolmeiadesAinda em 2013, o blog noticiou que o prefeito pagou a uma empresa por uma obra inacabada. Também em 2013, ele foi acusado de “comprar” milho para alimentar as galinhas da granja municipal. Dois detalhes: 1) a granja estava desativada e não tinha uma única galinha; 2) os pequenos agricultores que “venderam” o produto não plantavam um pé de milho há muito tempo.  

E os amigos devem estar curiosos sobre a escolha do nome “Operação Catatau”, certo? Um jornal de Pernambuco explicou: é que o suposto “laranja” do ex-prefeito é conhecido pela alcunha de “Zé Colmeia”. Vamos, agora, à notícia é do G1:

A Polícia Federal de Jales e o Ministério Público Estadual de Estrela d’Oeste (SP) deflagraram na manhã desta terça-feira (21) a Operação Catatau, que investiga a suspeita de desvios de recursos públicos durante gestão do ex-prefeito de Dolcinópolis (SP). Milhões de reais em pagamentos suspeitos, feitos durante a gestão dele, são investigados.

A Justiça Estadual de Estrela d’Oeste (SP) expediu dois mandados de prisão temporária, 10 conduções coercitivas, quando a pessoa é levada a prestar depimento, e 11 mandados de busca e apreensão que estão sendo cumpridos em Porto Seguro (BA), Dolcinópolis (SP), distrito de Fátima Paulista em Turmalina (SP), Cardoso (SP), Pontalinda (SP) e Jales (SP).

O ex-prefeito de Dolcinópolis, José Luiz Reis Inácio de Azevedo (PSDB) foi preso pela PF em Porto Seguro, na manhã desta terça-feira (21). Após o fim do mandato em 2016, ele mudou com a família e uma empregada para Porto Seguro. Nenhum advogado do ex-prefeito foi encontrado para falar sobre o caso.

O ex-prefeito abriu duas empresas naquela cidade, que também são alvos das buscas. A ex-tesoureira da prefeitura também é alvo de dois mandados de busca e apreensão em Fátima Paulista e Dolcinópolis (SP).

O delegado Cristiano Pádua da Silva diz que são investigados serviços, convênios, consultorias, compras e obras com pagamentos suspeitos. “São pagamentos com recursos provenientes da repatriação, recebidos do governo federal e usados nos últimos dias do ano de 2016. Em Dolcinópolis, estes valores foram pagos apenas a alguns servidores, ligados ao ex-prefeito, e fornecedores do município.”

Um sócio do ex-prefeito, que é apontado como ‘laranja’, também foi preso em Dolcinópolis. Após o fim do mandato do ex-prefeito, este sócio voltou a polir veículos e atualmente faz bicos na cidade, sem emprego fixo. Na gestão do ex-prefeito, ele figurou como sócio em construtoras e empresas de consultoria, com capital social acima de R$ 1 milhão, que prestavam serviços para o município de Dolcinópolis.

Em Jales, a casa da irmã do ex-prefeito e de um médico (cunhado do ex-prefeito) foi vasculhada pelos federais em busca de provas de interesse das investigações. Eles também serão conduzidos coercitivamente para prestar esclarecimentos. Contadores, empresários e prestadores de serviços também estão entre os alvos da operação.

O ex-prefeito será conduzido por policiais federais em vôo de Porto Seguro até Rio Preto, onde deve chegar por volta das 19h e será escoltado em viatura até Jales para ser ouvido pelas autoridades responsáveis pelas investigações.

7 comentários

  • Florisbela

    A casa caiu e não deixou pedra sob pedra. Era mais que esperado depois de tanta bandalheira e corrupção. Agora só falta os comparsas irem pelo mesmo caminho. Digo direto pra cidade de Riolandia.

  • .

    Em Dolcinópolis hj a população recebeu logo cedo uma notícia que alegrou várias famílias que algumas pessoas até saltaram rojões. Mas por outro lado outras pessoas acharam absurdo solta rojões pela prisão dos indivíduos. Mas vamos analisar ,vcs não acha q absurdo na verdade é país de família passar Natal, ano Novo sem um tostão sequer vendo seus filhos chorando passando necessidade dificuldades enquanto outros esbanjavao o dinheiro público .pensem nisso!!!
    Cardosinho sou se fan kkkk bela publicação.

  • Revoltado

    Coitado do Zé Paraguai. E agora fazer aquela pergunta do fantástico. Cadê o dinheiro que estava aqui? É difícil você ver o ser humano nesta situação mas têm que acontecer estas coisas para o Brasil ser passado a limpo, eu ainda acredito. Em tempos o prefeito não é coxinha? Qual partido ele pertence? ??*

  • Revoltado

    Aí tá a resposta dos senhores da honestidade o prefeito coxinha de Dolcinopolis é do PSDB

    • Me desculpe Revoltado,mas falta mto pra podermos confiar em alguem, será q nessa vila não tem alguém da cúpula do prefeito q se sentiu prejudicado e resolveu denuncia- lo por vingança,? Eu fiquei sabendo q em Vitória Brasil construiu u ma rodoviária q n entra ônibus . Cabe denúncia.É dinheiro público jogado fora. Qual a intenção de construir uma rodoviária se n tem linha de onibus?

  • Satisfeito

    Amigo Revoltado, quem faz a pessoa ter carater ou se malandro é ela mesma. Não importa se é do PT, PCdoB, PMDB, Universal do Reino de Deus, Católico ou Budista. Pra existir safadeza basta um safado e não importa qual a instituição que ele represente ou participa.. Enquanto os Brasileiros atribuirem a corrupção e a falta de compromisso com o povo ao partido A ou B, continuaremos com debates infindáveis sobre certo e errado e o errado continuando a acontecer na nossa cara enquanto nos distraimos com o futebol ou o carnaval..

  • Mc

    Parabéns ao sacudo que levou as denúncias; esse homem ja marcou a história!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *