PODE ISSO, ARNALDO?

Vejam o e-mail que recebi agora pela manhã:

conesCardosinho bom dia, gostaria de saber se você pode me ajudar respondendo uma pergunta: pode isso daí da foto?? Guardar vagas todas as manhãs colocando cones??

Pelo que sei as vagas de estacionamento da rua não estavam e nunca estiveram à venda. Simplesmente um senhor coloca, todas as  manhãs, cones para guardar uma vaga para o carro dele bem em frente a sua empresa.

E quando alguém coloca o carro na vaga dele aparece pedra embaixo da roda e bilhetes desagradáveis no para-brisa, isso quando não fica em cima do muro olhando para ver se não vamos colocar o nosso automóvel em sua exclusivíssima vaga.

Caso queira dar uma olhadinha, passe de manhã lá, antes das oito horas, em qualquer dia da semana e verá com seus próprios olhos.

A regra é clara, prezado amigo: não pode! De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, essa é uma atitude ilegal, pois além de reservar um local público que é de acesso de todos, pode oferecer perigo e causar acidentes. 

A reserva ilegal de vagas não é, porém, um problema só aqui de Jales, mas de toda grande cidade. Veja, aqui, que no Rio de Janeiro os cones são muito utilizados também. 

13 comentários

  • Anônimo

    da o endereço que eu vou lá arrancar esses cone e jogar no lixo.

  • JA ERA

    Chama a Policia na hora, isso não pode a não ser em Jales.
    Depois a Prefeita quer ser bem vista perante a população e a Policia também.
    VAMOS MUDAR JALES.

  • Lelito

    A prefeitura não multou um empresário jalesense porque tinha manequim na calçada ?!
    Manequim na calçada não pode, cones na rua pode ?!

  • Macho

    E a redundância ein, Valdir?. Ver com seus próprios olhos…hahahahaha…Cadê o endereço, o dono do pedaço?. Antes da cidadania queremos a fofoca.

  • pois eu deixo mais claro, tem um senhor de uma eletronica na rua 15, entre a seis e a oito que coloca até cadeira na frente do comercio dele, guarda a vaga o dia todo, se essa moda pega, ninguem mais estaciona em Jales.

  • Titanice (Verdadeiro)

    Já tive problemas com esse senhor..por deixar meu carro ali por 15 minutos..nem a zona Azul reclamou o tanto que ele…sei que é ele pela cor dos cones e manchas de oleo..mas prefiro não citar o nome..

  • carnavalesco

    Chama o Secretario da Prefeita….

  • Dupla de dois

    Pois é professora, e eu vou mais longe ainda.
    E os cones da rua quinze em frente ao prédio do Ministério Público Federal, pode isso?
    É um órgão público, mantido com recursos dos impostos que pagamos e ainda temos que nos deparar com as vagas reservadas para os carros oficiais, compor, pagos e mantidos com nosso dinheiro.

  • Kiko

    Que isso, ali na doze entre a sete e a cinco tbm tem um senhor empresário nada educado que tbm faz isso, não tem cones, mas toda manha esta suas cadeiras lá em frente ao seu comercio, e seu carro fica dentro da garagem que é ao lado do seu comércio. E se vc conseguir chegar antes dele colocar as cadeiras, ele coloca bilhetinhos no para-brisa tbm. Deve ser a união dos cidadãos mal educados de Jales que acham que tudo é deles. Quantas vezes vi empresários maltratando motoristas que queriam estacionar onde tinha cadeiras, latões de lixos e tudo mais, mas policia aqui em Jales fecha os olhos pra essas coisas.

  • Cowboy do asfalto

    Em pouco tempo veremos algum empresário colocar em frente seu estabelecimento uma trave para amarrar animais (cavalos e muares).
    Jales, caminhando a passos largos para o século XIX.

  • Anônimo

    Com relação a proibição em frente o Ministerio Publico Federal está plenamente sinalizado com placas de proibição, a colocação de cones é desnecessaria, trata-se de “area de segurança” e portanto não pode haver nenhum estacionamento, está plenamente legal.
    Mas para apimentar o caso a Dep Analice inaugurou o seu comite na Avenida Francisco Jales, proxima a Faculdade e lá também de manha é colocado cones, se a Deputada que é legisladora não cumpre a lei, esperar o que dos outros.

  • pelamor

    Pelamordedeus !!!
    Aumento significativo de vendas de cones no comércio da cidade foi explicado !!!
    Já existia preocupação com o eventual desabastecimento do referido cone nas lojas especializadas, ou eventual inflação, ou ágio, na comercialização deste estranho objeto.
    Basta que e lei seja obedecida, e estes ” sem noção” tenham um mínimo de respeito com a população.
    Caso encerrado ….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *