R$ 50 MIL DE INDENIZAÇÃO: MORADORA DO JARDIM ALVORADA VAI À JUSTIÇA CONTRA PREFEITURA E LOTEADORA

Uma moradora do Jardim Alvorada está recorrendo à Justiça com uma ação indenizatória contra a Prefeitura de Jales e a construtora RV Coelho Engenharia Ltda, responsável pelo loteamento “Nova Jales II”, na qual pede R$ 50 mil de indenização pelos danos que o empreendimento teria causado à sua casa.

Ela alega que tinha uma vida sossegada depois de – juntamente com o marido – realizar o sonho da casa própria, mas, de uns tempos para cá, desde que foi iniciado o loteamento, seu dia-a-dia transformou-se em um quadro permanente de tensão.

O problema: nos últimos tempos, toda vez que cai uma chuva sobre a região do Jardim Alvorada, sua casa é invadida pela água e pelo barro que desce do loteamento Nova Jalles II. A moradora diz que já perdeu parte de sua mobília e a casa apresenta trincados que comprometem sua estrutura.

Com a garagem e a porta de entrada praticamente inutilizadas, ela argumenta que tem vivido dias terríveis e noites em claro, e, sem ter para onde ir, segue vendo seu imóvel ser diariamente destruído, sem que a Prefeitura ou a loteadora tomem providências para diminuir seus transtornos.

Para os advogados da moradora, a responsabilidade da Prefeitura é inquestionável, um vez que ela aprovou o loteamento sem prever as consequências. “A municipalidade falhou com seu dever de fiscalizar e de promover medidas eficientes e concretas para estancar os danos causados pela construtora”,  concluíram os advogados.

5 comentários

  • Observador

    Onde estaria os engenheiros.
    Mais uma para nós pagamos.

  • Observador

    Digo pagarmos

  • Ninguem quer resolver o problema. Só dinheiro!

    Por falta de conhecimento, a moradora ou quem construiu a casa, não percebeu a invasão de águas de chuva (pluviais) com barro, em seu lote. Será que não viu isso? O engenheiro e o pedreiro da obra deveriam ter percebido esse problema e terem resolvido o problema, tecnicamente.
    Agora, aparece um advogado, seu sócio em 30%, que não vai brigar, na justiça, com o engenheiro e muito menos com o pedreiro. Pois é difícil receber a indenização deles.
    Elegeu a prefeitura e a loteadora como culpados pois eles tem mais dinheiro. A loteadora é responsável pela obra por 5 anos. Vai ter que indenizar a moradora com, talvez, metade do que ela pede porem o problema continuará.
    Quem vai construir as galerias de água pluvial? Para resolver o problema.
    A prefeitura?

    • Quintela

      Antes de você opinar você deve conhecer a área a qual foi iniciado a nova construção da nova Jales. a casa para o teu conhecimento já existia e o terreno que foi construído o bairro qual tá sendo feito foi aterrado, ficando mais alto o loteamento da nova Jales Quando chove a água invadi uma parte do Alvorada …espero que vc nunca passe pelo que os moradores estão passando!.. aonde economias e muito trabalhos estão sendo destruídos por falta de quem aprovou o projeto por falta de fiscalização da Prefeitura de Jales. Em breve terá mais processos contra prefeitura E essa Construtora Coelho… moradores do Alvorada fica a dica: entra com ação judicial por danos. contrate um advogado para rever os seus prejuízos fazem valer os seus direitos…

  • Eleito do canal Jales

    A culpa é do Deley!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *