ROTATÓRIA DE R$ 1,8 MILHÃO CONTINUA INUNDANDO

DSC00461-ed

DSC01727-ed

Uma coisa não podemos negar: o supersecretário Aldo Nunes de Sá consegue fazer rotatórias bem mais baratas. As fotos acima mostram a rotatória construída pelo governo estadual na rodovia “Euplhy Jalles”, que liga Jales a Palmeira D’Oeste. A obra, executada pela CMB Construtora Moraes Brasil Ltda, custou R$ 1,8 milhão.

A primeira foto é de fevereiro de 2014. E a segunda é desta quarta-feira chuvosa de fevereiro de 2015. Entre um fevereiro e outro, muita coisa foi dita. O deputado Carlão Pignatari(PSDB), padrinho da obra, declarou, no ano passado que tomaria providências urgentes junto ao DER para resolver o problema da rotatória, que nem tinha sido inaugurada e já tinha sofrido a primeira inundação.

O deputado Itamar Borges(PMDB), de seu lado, também entrou na história e, ainda em fevereiro de 2014, garantiu que já estava fazendo gestões junto ao superintendente do Departamento de Estradas e Rodagem (DER), Clodoaldo Pelissioni, solicitando a canalização para captação da água do trevo.

Segundo a nota distribuída por Itamar, a iniciativa de procurar o DER visava atender uma reivindicação da direção da Fuga Couros, uma vez que, a cada chuva, a água invadia as instalações da empresa, causando prejuízos.

Pois bem, um ano se passou e a primeira chuva mais forte revelou que nada foi feito. Segundo o repórter Claudinei Antônio, do Antena Ligada, o Whats App da emissora foi inundado por uma chuva de reclamações, hoje cedo, com mensagens revoltadas, algumas impublicáveis.

Abaixo, mais fotos registradas nesta quarta-feira, à tarde. Detalhe: as fotos foram feitas cerca de 40 minutos depois de cessada a chuva.

DSC01740-ed

DSC01724-ed

DSC01734-ed

10 comentários

  • DESCONTENTE

    CADÊ A DEFENSORIA PUBLICA? ELA NÃO EXISTE PARA DEFENDER OS DIREITOS DOS CIDADÃOS?
    PORQUE NÃO INVESTIGAM ONDE FOI GASTO TANTO DINHEIRO EM UMA OBRA QUE JA EXISTIA E QUE FOI APENAS MODIFICADA, E PARA PIOR, COMO SE PODE VER PELAS FOTOS.

  • Mas será possível que nada nessa vila da certo??? Até uma porcaria de uma rotatória (inútil por sinal) dá defeito??? Onde será que esta enterrada a cabeça da mula??? Pqp…

  • caio pinto

    1.800.000,00 por isso ai? esse dinheiro daria pra contruir um aeroporto

  • Marcio

    Como a obra é do governo do estado tenho uma sugestão … fazer uma tubulação pra levar a água da inundação pra encher o Cantareira em SP kkk. Esse Dep Carlão é um demagogo, ele só pensa no próprio umbigo. E o PSDB ainda acha que tem moral pra falar do PT …

  • o loco

    Lindo rio!!!
    Vou comprar um barco…

  • Olho Vivo

    As coisas passaram dos limites da tolerância. E quando a sociedade tem a oportunidade legítima de mudar, que é através do voto, faz cagadas…Não tenho mais esperanças de nada…É igual um doente que está na UTI, respirando através de aparelhos. Chegamos em um ponto de má administração (EM TODOS OS NÍVEIS DE GOVERNO) que não tem mais jeito. Salve-se quem puder (e quem puder mesmo, mude de cidade, de estado ou até de país).

  • Thiago

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Anônimo

    Ungida forever vamos fazer uma marcha em seu favor para vazar

  • Obra mal feita

    Ainda bem que essa chuva muito intensa e’ pouco na nossa regiao, mas acho que nao e’ culpa dos politicos.
    A culpa e’ do DER que fez o projeto e nao previu o escoamento de agua neste caso de chuva pesada.
    O custo da obra nao tem nada a ver com os erros de projeto.

  • carnaval

    TENHO UMA CARTA DA REFERIDA EMPRESA PARA SER ENTREGUE AO REFERIDO DEP CARLÃO PIGNATARI, A AGUAS QUE DESCEM ATE A ROTATORIA SAEM DA AREA DE DOMINIO MUNICIPAL, ADENTRA O TREVO DOMINIO ESTADUAL, O DEPUTADO TEM QUE VIM COM UM TRATOR FAZERO SERVIÇO, POIS BEM DEPOIS DE FEITO OMAQUINÁRIO FOI EMBORA QUE VIRAM PARTE ELEVADA DOMINIO MUNICIPAL JOGA AGUA NO TREVO NIGUEM VIU ISSO MESMO CASO DO PARQUE INDUSTRIAL TREIS DEPOIS DE NAO ASSINAR A PERMISSAO PARA ADENTRA O PQ IND TREIS DOMINIOMUNICIPAL, FICA FAZENDO CHICANA PORQUE NAO FEZ..CHEGA POLITICOS FAFARRÃO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *