ROUBOS E FURTOS DIMINUEM MAIS DE 40% EM JALES, NOS NOVE PRIMEIROS MESES DE 2019

Como gosta de ressaltar o obstinado delegado Sebastião Biazi, em Jales o combate à criminalidade – sob a responsabilidade das polícias Civil e Militar – é ininterrupto e rigoroso. Os números estão confirmando isso.

Dados estatísticos da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP), divulgados mensalmente, mostram que, de janeiro a setembro deste ano, o número de furtos comuns e de roubos caíram drasticamente em Jales, na comparação com igual período de 2018.

Nos primeiros nove meses de 2018, as delegacias da cidade contabilizaram 430 furtos – quando o ladrão leva bens de valor sem estabelecer contato com a vítima –, número que caiu para 300 nos primeiros nove meses de 2019, uma queda de 30%. Queda que poderia ser maior ainda se as pessoas cuidassem melhor de seus aparelhos celulares.

De qualquer forma, os 300 furtos de 2019 representam uma média de pouco mais de 33 furtos por mês. No ano passado, a média foi de 44 furtos por mês. Em 2007, a média mensal foi superior a 70 furtos.

Os furtos de veículos também caíram bastante. Em 2018, de janeiro a setembro, foram 38 furtos de veículos, número que foi reduzido a 22 em igual período de 2019, o que significa uma queda de 42%. Significa, também, quase 1/3 dos furtos de veículos registrados, por exemplo, em 2014, quanto tivemos 63 ocorrências do tipo.

Na região do Deinter-5 de São José do Rio Preto, que reúne 96 municípios da região, os números relativos aos furtos comuns e de veículos também caíram em 2019, mas a queda – de 6% e 7%, respectivamente – foi bem menor que a verificada em Jales.

No capítulo dos roubos – quando o ladrão leva bens de valor ameaçando a vítima – os números de 2019 também registram queda. Os roubos comuns, por exemplo, caíram de 23 nos primeiros nove meses de 2018 para apenas 07 no mesmo período de 2019, uma queda de quase 70%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *