SERTANEJO BRUNO EXPLICA POLÊMICA SOBRE CAMARIM DA FACIP E FÃ AUTISTA

O sertanejo Bruno, da dupla com Marrone, postou um novo vídeo nas redes sociais, onde diz que não reclamou do camarim reservado a ele na Facip de Jales e tampouco se negou a atender um fã autista.

Ao final, ele lembra que estará em Jales para um show beneficente em prol do Hospital de Câncer. Eis o vídeo:

6 comentários

  • Thiago

    Entre e Bruno (mesmo sendo um pau d´água inveterado) e Betto Mariano, prefiro acreditar na versão do primeiro.

  • Sérgio

    Mesmo não morando em Jales. Deixei a cidade em 2004. Acredito no Beto. Ele eu conheci pessoalmente. O Bruno. Não. Já não é a primeira vez q o Bruno apronta. Ate show bêbado ele fez. Em Maio ele virá em Indaiatuba. Vou ver ele e com certeza vou gritar em bom tom. Bruno, viva Jales…

  • Sérgio

    Depois falo p vcs a reação dele. Abraços à todos aí.

  • QUE CARA DE BÊBADO!!!!!!!!!!!

  • PROFISSIONAL DE FESTA

    As pessoas precisam ter mais respeito, Bruno e Marrone ainda são uma dupla reconhecidissima no Brasil. Não são qualquer um e ainda mais qualquer música de gravação de CD entre todas são reconhecidas, até mesmo de vários CDS. Nunca foram cantores de uma música só. Como profissionais são bons cantores de primeira. Acho que cada um precisa começar a separa vida profissional da particular. As pessoas pegaram a mania de criticar e criticar, noticia ruim roda rápido como sempre. As pessoas também precisam entender que todos são humanos. As pessoas são sem noção, os caras viajam o Brasil pra trabalhar e despreende um gasto de energia Fisica e mental muito grande,

    A empresa organizadora da Festa precisava ter um maior cuidado e profissionalismo no atendimento quanto a esse recebimento de cantores, não adianta querer fazer um elogio pra um festa que caiu de nível, perdeu um recito importante de exposição etc.

    Vários fatores fizeram com que diminuissem a qualidade não só a venda do recinto, a crise economica foi uma dos fatores assim como a quantidades de festas de peão que na região são contratado os mesmo cantores, mal acabou a facip já vamos ter festa próximo a nossa região em Valentim Gentil, Indiapora, Populina, Mira Estrela, Santa Fé do Sul, Iturama, Guzolândia, Fernandópolis, Estrela D’Oeste, Pontalinda, Santa Albertina, são umas 10 festas por mês na região as vezes com os mesmos cantores. o fato de Jales e Fernandópolis diminuirem a quantidade de Show também leva a isso, quanto será que da de lucro um Festa, as festas não estão tendo mais a quantidade de publico como antes, e ainda mais as vezes nem é tanto pelo lucro os organizadores são maria vão com as outras organizam a festa de acordo com o Mercado. Pensem bem, se parassem de contratar um ou dois Shows caros daria pra contratar 10 a 15 Shows de qualidade, mais ficam ai com esses cantores que cobram de 500 a 600 mil reais.

    Uma idéia pra Jales faça 13 dias de Festa e vão até as cidades vizinhas pra assistir quem contratam esses shows caros quem não tem necessidade algum. os outros pagam e vcs assim a mesma coisa e assim lucram e ganham mais, sem necessidade de gastar tanto.

    AI MOVIMENTA TAMBÉM TODO O COMÉRCIO DA CIDADE E GERA MAIS VENDAS PARA O COMÉRCIO E AINDA ACABA COM ESSA FALAÇÃO DE CRISE QUE A REDE GLOBO PLANTOU NA MENTE DAS PESSOAS.

    SE FOSSE CRISE MESMO PORQUE ARAÇATUBA AUMENTOU O TAMANHO DE SUA FESTA E AINDA CONTRATOU DOIS SHOWS POR NOITE E DE QUALIDADE, LOGICO QUE RECONHEÇO O TAMANHO DE ARAÇATUBA E REGIÃO, MAIS O QUE CABE É UMA QUESTÃO DE GESTÃO DE EVENTOS E CRIATIVIDADE PRA ATRAIR PUBLICO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *