SÓ PARA LEMBRAR

E já que estamos falando nas heranças que o premiado estadista vai deixar para os futuros prefeitos, não custa lembrar a herança da Facip 1998, presidida por Parini. A foto acima mostra parte da resposta enviada pelo procurador geral do município, Izaias Barbosa de Lima Filho, a respeito da dívida do município com o ECAD por conta daquela Facip. 

Infelizmente, por algum inexplicável motivo, a maior parte da nossa imprensa não noticiou o fato. Apenas este modesto blog e o jornal A Tribuna informaram que – graças à incapacidade do estadista, que não pagou os direitos autorais da Facip 1998 – a nossa Prefeitura ganhou, em 2011, mais uma dívida de quase R$ 700 mil.

Fico me perguntando por que a maioria da nossa imprensa preferiu omitir a informação. Afinal, R$ 700 mil não é pouca coisa e os contribuintes – a quem caberá pagar a conta – mereciam, no mínimo, tomar conhecimento do fato. Quem ainda não leu nada a respeito, pode ver aqui.   

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *