TRIBUNAL DE CONTAS CONDENA ADERJ A DEVOLVER DINHEIRO PARA PREFEITURA

O meu amigo Anísio Martins Ferreira Filho, o Anisinho, deve estar com os seus poucos cabelos em pé. O Tribunal de Contas acaba de julgar 07 termos de parceria firmados em 2011, entre a Prefeitura de Jales e a ADERJ – Associação dos Deficientes Físicos da Região de Jales, fundada e presidida pelo Anisinho.

Segundo os amáveis conselheiros do TCE, não houve nenhuma irregularidade na aplicação do dinheiro repassado à ADERJ – coisa de R$ 823 mil – por conta dos sete convênios.

O problema está na “taxa administrativa” cobrada pela entidade para operacionalizar os projetos relativos aos convênios. De acordo com o TCE, a cobrança foi irregular. E os conselheiros estão exigindo a devolução do dinheiro aos cofres públicos.

Tudo indica que o valor a ser devolvido esteja em torno de R$ 82 mil, ou 10% do valor repassado à ADERJ, devidamente corrigido pelo IPC-FIPE.

6 comentários

  • Bolo de Aniversário

    O cidade que cada dia que passa só aparece coisas erradas, pergunto eu será que é o Tribunal de Contas que esta errado, ou será por que realmente fizeram cobranças indevidas no dinheiro público. Acorda Jales! A nossa cidade remando ao fundo do poço.

  • Anônimo

    ” um dia a fatura vem”
    autor ilustre de Jales

  • Anônimo

    VIVA O PARINI… VIVA…VIVA O PT… VIVA

  • anonimo

    Acho que vai ter que devolver tudo…Ou seja, os 823 mil reais.

  • Neca Pedregulho

    Não estou aqui para defender este ou aquele, mas querer que a ADERJ preste serviço de graça acho que é querer de mais. Se entendi, a entidade cobrava para dar suporte administrativo, ou seja, elaborar programas, acompanhar, cobrar resultados, responder pelas contratações, admitir, demitir, etc. tudo isto tem um custo, ou o T.Contas acha que simplismente ela receberia o valor que a mesma gastava e a entidade ficaria no prejuizo |( telelones, internet, material de consumo, luz, agua, etc tudo isto custa dinheiro ).

  • somos contra os politicos

    No Brasil, virou moda “criar” associaçoes, ONGs, sindicatos, e ate festa de peao, etc para se ganhar dinheiro.
    O governo manda dinheiro facil e ninguem fiscaliza.
    Tem ate partido politico esquentando dinheiro atraves de ONG.
    Este e’ o Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *