TRIBUNAL DO JÚRI SE REÚNE NESSA SEGUNDA-FEIRA PARA JULGAR ACUSADO DE HOMICÍDIO EM LEILÃO DE DIRCE REIS

O Tribunal do Júri de Jales se reúne nessa segunda-feira (04), sob a presidência da juíza Maria Paula Branquinho Pini. Essa será a segunda reunião do ano. Na quarta-feira passada, os jurados condenaram a três anos e seis meses de reclusão, em regime aberto, um homem de Santa Albertina – Genivaldo Alexandre Silva, 47 anos – acusado de tentar matar a mulher, a facadas.

Na reunião de amanhã, o Tribunal do Júri irá julgar Jociel Santos de Oliveira, acusado do assassinato de Fernando Marques de Carvalho, a tiros. O crime aconteceu em setembro de 2013, durante um leilão de gado realizado na pacata Dirce Reis.

Em princípio, Jociel seria julgado por homicídio duplamente qualificado (por motivo fútil e sem dar chance à vítima de se defender), mas sua defesa conseguiu  reenquadrar o crime como homicídio simples. Seu advogado convenceu o TJ-SP de que o réu foi ameaçado, maltratado e humilhado na presença da esposa e do filho, antes de cometer o crime.

Além disso, o TJ-SP aceitou a tese da defesa de Jociel, segundo a qual a vítima – Fernando – era pessoa robusta, com quase dois metros de altura e dada a brigas. Ele teria atirado uma lata de cerveja no rosto de Jociel que reagiu sacando um revólver. O primeiro tiro atingiu de raspão a cabeça de Fernando, que tentou correr mas foi atingido por outros dois tiros, nas costas.

A briga de Jociel nem era com Fernando. Ele havia se desentendido, na verdade, com outros dois rapazes e, depois de ameaçado, foi até sua casa buscar o revólver. Quando voltou ao leilão, encontrou Fernando, que era cunhado de um dos encrenqueiros e, segundo os autos, tinha a mania de “comprar” brigas alheias.

A acusação ficará por conta do promotor Anderson Geovan Scandelai, enquanto a defesa de Jociel – que aguarda o julgamento em liberdade – ficará a cargo do advogado André de Paula Viana.

1 comentário

  • Anônimo

    tem um radialista aí que tem fama de polêmico que anda copiando as matérias dos coleguinhas. Esta foi “chupada” e publicada no site dele.Nem a foto da reportagem é horiginal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *