ZONA AZUL ATENDE ANTIGA REIVINDICAÇÃO DOS LOJISTAS, AFIRMA PRESIDENTE DA ACIJ

A notícia é da assessoria de imprensa da ACIJ:

A implantação da nova zona azul com os recursos mais avançados que existem para esse tipo de prestação de serviço deverá contribuir muito para melhorar o estacionamento do centro da cidade, atendendo uma antiga reivindicação não só da população, mas dos próprios lojistas, pois o comércio também tem muito a ganhar com essa organização, como afirmou o presidente da Associação Comercial e Industrial de Jales, Leandro Rocca Lima.

Leandro que, ao lado do ex-secretário de Planejamento, José Magalhães Rocha, acompanhou atentamente a apresentação do sistema de Zona Azul Digital, pela Jalespark Zona Azul, na manhã da última segunda-feira, destacou a importância de disciplinar o trânsito no centro da cidade, onde atualmente é quase impossível estacionar. A definição da empresa contratada foi uma decisão importante da Prefeitura, segundo Leandro porque deverá resolver o problema do estacionamento que já vem se arrastando há mais de um ano.

O presidente da ACIJ também considera importante que os motoristas tenham um período de orientação de como deverá funcionar a Área Azul para que possam se adequar, pois é um sistema novo que precisa ser muito bem explicado. Essa adaptação foi confirmada pela Jalespark durante uma reunião na associação e na apresentação realizada segunda-feira. 

O compromisso da ACIJ, segundo Leandro, é participar intensamente desse período de adequação, junto com os comerciantes, para que todos possam entender, distribuindo panfletos e compartilhando vídeos e informações pelas redes sociais para que os motoristas não só de Jales, mas de toda a região sejam beneficiados.

Durante a apresentação da nova Zona Azul de Jales o secretário de Planejamento e Trânsito, Nilton Suetugo, destacou esse trabalho da ACIJ e explicou que tudo está sendo feito para que o sistema funcione de forma prática e eficiente para que seja implantado com facilidade de acesso, sem os erros como os que foram cometidos anteriormente, inclusive com privilégios para alguns motoristas que a partir de agora vão deixar de existir.

A empresa responsável pela implantação da Zona Azul já tem uma equipe que começa a atuar, realizando um trabalho de orientação, durante um período de cerca de 40 dias, para que todos possam se preparar para utilizar com facilidade o novo sistema, como explicou a gerente de implantação da Jalespark, Mônica Machado.

5 comentários

  • elias

    Reivindicação dos lojistas? Me engana que eu gosto kkkkkk. Os lojistas, na maioria deles tem a rua à frente do seu comércio como sendo particular deles, sempre estão com o carro estacionado lá o dia todo, quando tem que dar uma saidinha já colocam algo ali na rua impedindo que outro estacione, coisa que acho um absurdo, quantas e quantas vezes vemos isso, objetos guardando vaga, policia passando e não fazendo nada. Mas para os empresários nem vai pesar no bolso ter que pagar zona azul, já para os funcionários vai ser um impacto bem grande no orçamento familiar. Salário médio do comercio deve variar de mil reais à dois mil reais, e agora vai ter um gasto mensal à mais de uns 144 reais. Pagar para trabalhar… Mas é o progresso né, agora vai chover vagas, ninguém vai ficar rodando e rodando procurando vaga… tá bom.

  • dream

    A presença desse Magalhães em todos os eventos midiáticos…Entra mudo sai calado. Qual a importância dele, ein?..O Magalhães é o da frente ou o de trás?

  • Rogério

    O maior problema que vejo na implantação de um sistema como este, claro alem do custo, que na minha opinião alto. “por não ter segurança nenhuma ao usuário do sistema”. É a falta de um transporte publico de qualidade. Onde todos os bairros teriam que ser atendidos e que proporcionassem melhorias nos horários de chegada e saída dos se adequando aos horários comerciais e industriais.

  • Que avanço extraordinário,para Jales,isso significa que a cidade está crescendo.

  • Mais um vaso de flores para a finada Jales, esse povo é muito criativo. não

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *