BELA E FORMOSA: POR ONDE ANDA VERA MOSSA?

Em 1984, A seleção feminina de vôlei do Brasil trouxe das Olimpíadas de Los Angeles, um modesto sétimo lugar. Mas a atacante Vera Mossa voltou com a medalha de ouro da beleza. Foi considerada a mais bela entre as 1.566 jogadoras de todos os países disputantes. Aos 23 anos era, com Isabel Salgado, a musa das quadras. 

O parque aquático da Universidade da Califórnia, onde se hospedaram os atletas, ficava repleto de admiradores para vê-la em seus momentos de descanso depois das partidas.

O mesmo aconteceu nos Jogos Olímpicos de  Seul-88. Depois, Vera foi jogar na Itália durante cinco anos. Ao retornar, participou de torneios de vôlei de praia, mas em 2000, com lesões nos joelhos, a brilhante cortadora abandonou as competições.

Mas, antes de Los Angeles e Seul, Vera esteve nas Olímpiadas de Moscou, em 1980. Ela tinha apenas 15 anos e viu, do banco de reservas, suas companheiras terminarem o campeonato em sétimo lugar.  

Vera Mossa também cedeu sua formosura ao cinema quando estrelou o filme “Rock Estrela”, em companhia da atriz Malú Mader.  Infelizmente, ela recusou o convite para posar para as páginas da revista Playboy. O máximo que ela se permitiu, nessa seara, foram algumas fotos para a campanha publicitária das calcinhas Monizac.

Atualmente, a mãe do levantador da seleção brasileira de vôlei, Bruninho Rezende, mora em Campinas, onde ela tem uma loja de bijouterias. Além da loja, Vera Mossa – que já foi casada com o jogador de basquete, Éder, e com o técnico Bernardinho, pai de Bruninho – cuida de sua filha caçula, Luiza, fruto do terceiro casamento.

3 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *