NÃO FOI ONTEM!

Sou corintiano desde o dia 06/03/1968, quando o Corinthians quebrou um tabu de 11 anos e 22 jogos sem vencer o Santos pelo campeonato paulista. Apesar da fama do Santos e do Pelé, a maioria dos moleques da Vila Maria era corintiana e eu, influenciado por eles, resolvi ouvir a transmissão do jogo. Foi um jogo inesquecível que acompanhei pela Rádio Tupi, de São Paulo, com a narração emocionante do Haroldo Fernandes.

De lá para cá, não me lembro de o Corinthians ter ganho algum campeonato com facilidade. É sempre com um pouco de sofrimento. Mesmo nos tempos da Democracia Corintiana – de Sócrates, Casagrande, Biro-Biro e Cia –  e na época do Marcelinho Carioca, quando cansamos de ganhar títulos, nada foi fácil.

Em 2011, não está sendo diferente. Ontem, a torcida corintiana estava preparada para, novamente, soltar o grito de campeão. Aqui em Jales, o pessoal da Fiel Jales reuniu-se em sua sede, como o faz todas as vezes que o Corinthians joga. Estive por lá, antes do jogo, e pude ver que a confiança e a animação eram grandes. Quis, porém, o destino, que tudo ficasse para o próximo domingo e logo contra o verde, por quem não temos nenhuma admiração.

Certamente que, para domingo que vem, o aviso colocado na porta da Fiel Jales (foto acima) será reforçado.

     O corintianíssimo Cleber Tatoo era um dos mais animados. E a família de corintianos veio de Urânia para ver o jogo com a Fiel Jales.

9 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *