A PROFISSÃO MAIS ÍNTIMA DO MUNDO

Direto do blog do Renato César Pereira:

A depiladora brasileira Reny Ryan, de 58 anos, que veio ao Brasil divulgar seu livro “Confissões de uma depiladora brasileira nos Estados Unidos”, acha que não há uma profissão mais íntima do que a de depiladora. “Peço para minhas clientes tirarem a roupa e abrirem as pernas”, diz Reny. “É a partir daí que começa o meu trabalho”, afirma. 

Reny tem uma história de vida emocionante. Há pouco mais de 30 anos deixou o marido, de quem dizia apanhar, em Paranaguá (PR), e se mudou para o Rio de Janeiro com o filho pequeno. Da cidade maravilhosa foi para os EUA, onde viveu ilegalmente, se casou e criou mais três filhos, até se tornar uma das depiladoras mais conhecidas do país. Antes disso, porém, como boa parte dos imigrantes brasileiros, fez bico como jardineira, babá e lavou prato. 

Sua técnica de depilação cavada é conhecida como Brazilian Bikini Waxer, ou bigode de Hitler, como se costuma chamar por aqui. As histórias hilárias que ouvia na clínica eram tantas que Reny passou a anotá-las em um caderninho, para em 2008 transformá-las em livro nos EUA. E agora traduzi-las para o português.

A notícia completa sobre o livro da depiladora brasileira pode ser vista no blog do Recepe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *